Notícia

Atenção com a fadiga mental pelo excesso de videoconferências

Ouça as explicações da comentarista Adriana Müller

Adriana Müller trata dos impactos do excesso de videoconferências na saúde mental
Adriana Müller trata dos impactos do excesso de videoconferências na saúde mental
Foto: Anna Shvets/Pexels

As videoconferências e videochamadas, fenômeno em meio à pandemia, foram a forma encontrada para realizarmos reuniões de trabalho, falar com a família e os amigos no isolamento social. Diante desse cenário, nesta edição do CBN e a Família, Adriana Müller convida os ouvintes a refletirem de que maneira esse hábito virtual pode está impactando a nossa saúde mental e evitar que esse comportamento se torne nocivo.

O excesso de videoconferências até ganhou um nome dado pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP): "fadiga do zoom", por conta das queixas dos pacientes identificados por 54,8% dos psiquiatras entrevistados em uma pesquisa. "A gente até evita de falar sobre um 'novo normal', mas a gente não pode achar que é um comportamento natural essa fadiga e ponto. Precisamos ter um olhar atento", explica a comentarista. 

Ver comentários