Notícia

Uso da tecnologia blockchain e a inovação no mercado de seguros

Confira a conversa do comentarista Evandro Milet junto a Fabricio Matos, especialista em Inteligência Artificial e fundador da "Mutual.Life"

Tecnologia
Tecnologia
Foto: Freepik

Nesta edição do "CBN Inovação", o comentarista Evandro Milet traz como destaque o mundo da transformação digital e dos novos modelos de negócio que também estão no mercado de seguros. Em destaque, o trabalho realizado pela "Mutual.Life", uma insurtech (acrônimo de fintech com “insurance”, seguro em inglês) que possui uma plataforma que permite pessoas físicas se organizarem e criarem alternativas mais baratas, eficientes e confiáveis que os seguros convencionais através da organização de grupos de ajuda mútua e autônomos, através da chamada tecnologia blockchain. Quem traz os detalhes sobre como funciona a plataforma é o Fabricio Matos, especialista em Inteligência Artificial e fundador da "Mutual.Life". Em resumo, "a Mutual elimina a figura da seguradora e a substitui por um grupo fechado de pessoas que se cotizam para criar uma proteção mútua".

"A gente é uma 'insurtech', startup do ambiente financeiro criando produtos de seguros. Como fazemos isso? Primeiro, a gente tem um canal de comercialização direto via aplicativo. Ou seja, a pessoa não passa pelo varejo (para contratar um seguro de carro, por exemplo, você teria que ir para uma corretora). A nossa proposta é que seja uma plataforma de comercialização direta, com o contato direto via aplicativo. A ideia é pegar produtos que são mais massificados e permitir que o usuário contrate direto, via aplicativo. Mas não é um mero canal digital de seguro. O ponto alto é que comportamos três camadas de trabalho. O primeiro é que a gente permite a formação de grupos de confiança. Ou seja, se você junta alguns colegas de trabalho/família e contrata cada um o seu produto, esse grupo vai perfomar e todo resultado gera descontos ao grupo", finaliza.

 

 

Ver comentários