Notícia

Pinturas inéditas do artista Massena são descobertas em Vila Velha

Ouça mais sobre a obra e a arte do pintor Homero Massena

Nesta edição do Coisas do ES, Fernando Achiamé continua sua viagem pela história de Homero Massena, artista mineiro apaixonado pelo Espírito Santo. Formou-se em Odontologia, atuou como jornalista em diversos jornais, mas seu amor foi a arte. Aqui, viveu boa parte de sua vida e morreu em 1974, deixando um legado para os capixabas. Morou, até seus últimos dias, em uma casa na Prainha, em Vila Velha, e dizia: "para morar bem só em dois lugares: em Paris ou na Prainha".

Sua casa na Prainha, localizada na rua Antônio Ferreira Queiroz, foi tombada como patrimônio histórico em 1984 e transformada em museu no ano de 1986. Atualmente, o local está fechado para visitação devido à execução das obras de reforma, restauração e ampliação. E durante o processo, a equipe de restauradores encontraram surpresas escondidas por baixo de camadas de tintas brancas: diversas pinturas de autoria do próprio Homero Massena, como já foi destaque aqui na CBN no início de agosto.

Na última sexta-feira (18), mais pinturas inéditas do artista foram encontradas nas paredes da casa-museu. As novas obras foram encontradas na copa, anexa à cozinha, e na sala, com figuras florais e de natureza. Quem também participa do Coisas do ES e detalha as surpresas encontradas é a restauradora Catarina Zambe, que junto do marido, trabalha no processo de restauro do Museu Homero Massena.

Ver comentários