Notícia

IBGE: 128 mil trabalhadores ficaram sem remuneração no ES em junho

O analista do IBGE no ES, Mauro César Guimarães, detalhou os dados da Pnad Covid-19. Ouça!

Funcionário atuando no Censo do IBGE
Funcionário atuando no Censo do IBGE
Foto: Reprodução | Arquivo

Dados divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base na Pnad Covid-19 de junho, apontam que dos 1,762 milhão de trabalhadores no Espírito Santo, 281 mil estavam afastados do trabalho e, entre estes, 128 mil ficaram sem sua remuneração. O número equivale a 7,3% da população ocupada em junho de 2020.

Outro dado que chama a atenção é que, no Estado, 1,481 milhão de pessoas (84,1% do total de ocupados) não estavam afastadas do trabalho. Isto é, somente 138 mil pessoas (9,3%) estavam trabalhando de forma remota (à distância, home office) - 3 mil pessoas a mais do que em maio. Ouças as explicações do analista do IBGE no Espírito Santo, Mauro César Guimarães. 

 

 

Ver comentários