Notícia

Selic em 2%: cenário pede por diversificação de investimentos  

Ouça as dicas de Fernando Galdi

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, após reduzir a Selic por nove vezes seguidas, decidiu esta semana manter inalterada a taxa básica de juros no patamar de 2%. Com o índice registrando quedas históricas, a rentabilidade de investimentos de renda fixa fica prejudicada. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica quais são os próximos passos que você deve tomar em relação aos seus investimentos. Ele aponta: não tem milagre. Além da reserva de emergência, é necessário diversificar os investimentos e, mesmo para os mais conservadores, se aventurar na renda variável. Acompanhe as explicações!

Ver comentários