Notícia

Exposição e "desabafo" sobre separação nas redes trazem consequências

Ouça a análise do comentarista José Eduardo Coelho Dias

Você já pensou em desabafar sobre o fim do seu relacionamento em alguma página da Internet? Que as redes sociais fazem parte da vida de todos nós já não é segredo. Mas no âmbito do direito de Família um assunto pode chamar a atenção: quando o casal inicia um processo de separação, que pode culminar no divórcio, e esse momento passa a ser exposto por meio das redes sociais, entre cliques, "likes" e até críticas ao parceiro(a), essa postura por parte de um deles pode trazer consequências jurídicas ao momento dessa separação? Tema para o comentarista José Eduardo Coelho Dias, nesta edição do "Questões de Família".

 

 

José Eduardo lembra que, até mesmo, a comunicação sobre o início de um processo de separação tem ganhado as redes sociais. Artistas e celebridades, por exemplo, não raramente "desabafam" sobre a situação dos seus relacionamentos por meio das redes e sua decisão, rapidamente, toma conta da opinião pública. "É importante lembrar que a própria Constituição assegura o direito à privacidade e à preservação de direitos da pessoa. Não se pode imaginar que a pessoa, simplesmente, vai sair expondo o outro por meio das redes e pronto. Há discussão prevista em lei", explica. Acompanhe a explicação completa!

 

Ver comentários