Notícia

Brincadeira que circula na internet pode deixar a pessoa tetraplégica

Ouça a entrevista com o médico ortopedista Lourimar Toledo, da Sociedade Brasileira de Coluna

Em pleno período de volta às aulas, fica o alerta aos pais, educadores e adolescentes sobre os riscos de uma "brincadeira" que está viralizando na internet e que pode causar de sequelas graves até a morte. Vídeos em que adolescentes aparecem brincando de derrubar uns aos outros no chão dentro de escolas começaram a circular novamente nas redes sociais e a preocupar. Em novembro do ano passado, uma adolescente de 16 anos morreu no Rio Grande do Norte depois de bater a cabeça enquanto participava da brincadeira. Em entrevista à rádio CBN Vitória, o médico ortopedista Lourimar Toledo, da Sociedade Brasileira de Coluna, alerta que um tombo provocado pela brincadeira pode levar desde uma quebra de braço até lesões gravíssimas na medula e a morte. 

Ver comentários