Notícia

Guarapari: cliente deve usar máscara para entrar em lojas

As explicações são de Luiz Carlos Cardozo Filho, secretário municipal de Postura e Trânsito de Guarapari

guarapari_vista.jpg
guarapari_vista.jpg

A prefeitura de Guarapari liberou a reabertura do comércio a partir desta quarta-feira (22). A medida está seguindo o decreto nº 4636-R, assinado pelo governo do Espírito Santo. Nesta manhã, representantes da prefeitura, acompanhados dos comitê de enfrentamento do novo coronavírus - que analisa e estuda medidas a serem adotadas -, além de representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Guarapari (CDL), se encontraram para alinhar mais detalhes sobre essa reabertura e para anunciar novas medidas sanitárias. Em entrevista à Rádio CBN Vitória, Luiz Carlos Cardozo Filho, secretário municipal de Postura e Trânsito de Guarapari, explica que a norma para reabertura do comércio exige que lojistas e atendentes devem estar usando máscara como medida de prevenção ao coronavírus. "O cliente que for ao comércio deve estar usando a proteção (máscara) para poder entrar na loja. Também deve ser respeitado o espaço de um cliente para cada 12 metros quadrados", diz. Apesar da reabertura, ainda ficam com atividades suspensas na cidade as academias, cinemas, e eventos.

De maneira geral, o comércio volta a funcionar das 9h às 17h, exceto galerias e centros comerciais cujo o funcionamento é de 12 às 17h, visando evitar aglomerações. Clientes e trabalhadores deverão utilizar máscaras. Passageiros e profissionais do transporte coletivo municipal também deverão utilizar máscaras e os ônibus passarão por higienizações. "Vans e ônibus de turismo continuam proibidos na cidade. Quiosques e ambulantes nas praias também estão proibidos", alerta o secretário. Ouça a entrevista completa:

Ver comentários