Notícia

Como devem ser as cidades "pós-pandemia"?

Ouça entrevista com o professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Doutor em Direito da Cidade, Eduardo Domingues

Nos últimos meses, não só a população brasileira, como a mundial têm enfrentado intensas transformações. Os espaços públicos, contato público, vivência social e estruturas urbanas consolidadas por décadas estão sendo adaptadas de maneira desornada para a realidade do presente. Os espaços passaram a adotar medidas de distanciamento, a distribuição de álcool em gel se tornou praticamente obrigatória e, neste turbilhão de mudanças, as cidades tentam se encaixar. Devemos então, começar a pensar no futuro, e como as cidades vão se adaptar para os novos tempos. Afinal, como devem ser as cidades "pós-pandemia"? Quem explica é o professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Doutor em Direito da Cidade, Eduardo Domingues, em entrevista à CBN Vitória nesta quarta-feira (20).

Segundo ele, embora estejamos discutindo a cidade da pós-pandemia, vamos viver com a questão das epidemias durante um bom tempo, e, portanto, a discussão deve permear a cidade da pandemia. O que é necessário fazer é a mesma coisa já conhecida há séculos: planejar. 

 

Ver comentários