Notícia

Reabertura de academias: infectologista alerta para os cuidados

As academias terão de seguir uma série de procedimentos sanitários definidos pela Secretaria de Estado da Saúde para reabrir

Futuro da academias de ginástica no Estado, em meio à pandemia do novo coronavírus
Futuro da academias de ginástica no Estado, em meio à pandemia do novo coronavírus
Foto: Pixabay

Após a publicação do Decreto do governo do Estado, no último final de semana, foi permitida a reabertura das academias de ginástica no Estado a partir desta segunda-feira (25). O setor terá de seguir uma série de procedimentos sanitários definidos pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para evitar a propagação do novo coronavírus. A médica infectologista Rúbia Miossi orienta sobre os cuidados. "Deve-se ter atenção à renovação do ar nesses locais com aparelho de ar-condicionado com a instalação de filtros, como num ambiente hospitalar que faz pelo menos quatro trocas do ambiente por hora", lembrou.

O decreto determina a proibição de exercícios aeróbicos e também da prática de esporte de contato ou que obrigatoriamente demandem compartilhamento de materiais ou equipamentos como lutas, vôlei, basquete e futebol. Além disso, caso reabram, as academias também deverão seguir condições como espaço contar com mais de 75 metros quadrados; garantir o agendamento dos usuários limitado a cinco pessoas por hora e distanciamento entre as pessoas de 4 metros lineares e entre os aparelhos de 15 metros quadrados.