Notícia

Sociedade de Pediatria divulga nota de alerta sobre uso da cloroquina

Entre os pontos da entrevista o presidente do Departamento Científico de Infectologia da SBP, Marco Aurélio Sáfadi, fala, por exemplo, sobre o uso de cloroquina e hidroxicloroquina

Coronavírus - Reprodução
Coronavírus - Reprodução
Foto: Reprodução

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) publicou uma nota de alerta sobre o uso de cloroquina e hidroxicloroquina para o tratamento novo coronavírus em crianças e adolescentes. A nota, baseada em uma revisão das evidências científicas atuais, alerta que não há dados que amparem a segurança e a eficácia do uso dessas drogas em crianças e adolescentes com a Covid-19. É sobre esse assunto que a gente conversa, agora, com o presidente do Departamento Científico de Infectologia da SBP, o médico Marco Aurélio Sáfadi. O documento, entre outros pontos, aponta que o uso destes medicamentos deve ser reservado apenas para pacientes em estudos clínicos controlados, com a anuência formal dos responsáveis.

Em entrevista nesta terça (02) ele também falou de assuntos como o tempo de isolamento para essa faixa etária, em caso de diagnóstico da doença, a importância de se manter o controle vacinal em dia e a utilização de máscaras para esse público. Sobre o uso da cloroquina e hidroxicloroquina ele destaca que " a falta de embasamento impede que o médico receite a cloroquina de forma confortável e segura, com base numa avaliação equilibrada entre riscos e benefícios. Sem dados robustos e o devido respaldo técnico, a utilização de qualquer remédio torna-se uma espécie de experimentação, que pode trazer mais problemas do que melhorias à saúde”, destaca. Ouça:

Clique aqui para acessar a nota da SBP sobre o uso de de cloroquina e hidroxicloroquina.