Notícia

Coronavírus: fiscalização contra bares abertos em Vitória

Confira a entrevista concedida por Márcio Passos, secretário da Secretaria de Desenvolvimento, à CBN Vitória

Ainda em meio à pandemia do novo coronavírus e a determinação que proíbe os bares de funcionar pelo fato de ser uma cidade em risco moderado de transmissão do novo coronavírus, alguns estabelecimentos têm burlado as normas e gerado aglomerações. No final de semana, por exemplo, chamou a atenção a cena de pessoas reunidas em um bar na Rua da Lama, em Jardim da Penha. Em entrevista à CBN Vitória nesta terça (18), Márcio Passos, falou que somente este ano 5.500 denúncias chegaram à fiscalização da prefeitura e que pelo menos 1200 bares foram fechados. 

Vale lembrar que a retomada de eventos, shows musicais e reabertura de bares no Estado depende da redução da taxa de transmissão de coronavírus e estão suspensas pelo governo do Estado há mais de quatro meses e seguem, pelo menos, até o dia 31 de agosto. Para denúncias, em Vitória, o Disque Silêncio funciona 24 horas por dia, todos os dias, inclusive finais de semana e feriados e essas denúncias devem ser feitas pelo "Fala Vitória" 156.

EM VILA VELHA

Questionada sobre denúncias de bares abertos, a prefeitura de Vila Velha, por meio da Secretaria de Defesa Social e Trânsito, informou que equipes da Guarda Municipal, Policia Militar, Corpo de Bombeiros e fiscais do município continuam realizando em todo o município ações diárias e integradas de fiscalização em bares e em eventos não autorizados que reúnem um grande número de pessoas. De março até o final de julho, as equipes orientaram o fechamento de mais de 3 mil estabelecimentos, sendo a maioria de bares em todas as regiões da cidade. Durante esse período, a Guarda Municipal já recebeu mais de 9.500 mil denúncias do funcionamento irregular de estabelecimentos, principalmente de bares por aglomeração. Mais de 6.500 mil denúncias chegaram pelo Disque-aglomeração, que atende somente por mensagens pelo Whatsapp depois de adicionado pelo munícipe o número (27 99802-5324) do Plantão Coronavírus. As denúncias também podem ser feitas pelo 162 da Ouvidoria Municipal.

 

 

Ver comentários