Notícia

Campanha deseja zerar espera pelo tratamento do câncer de mama no ES

A nova sala proporcionará um aumento de 10 para 60 no número de cirurgias por mês no hospital Santa Casa de Vitória

Às vésperas do mês de outubro, no chamado "Outubro Rosa", uma campanha idealizada por médicos e empreendedores do Espírito Santo tem, entre os objetivos, reduzir a zero a fila de espera para cirurgias de tratamento do câncer de mama no Estado. É a campanha "Juntos Pela Mama". Por meio da campanha, a ideia é permitir a construção de uma nova sala de cirurgia no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória. Em entrevista à rádio CBN Vitória nesta terça-feira (22), a médica Danielle Chambô, chefe do setor de Mastologia do Hospital Santa Casa de Vitória, explica que a nova sala proporcionará um aumento de 10 para 60 no número de cirurgias por mês no hospital. Em termos práticos, significa tornar o tratamento mais eficaz, humanizado, acessível em tempo adequado e sem burocracias para mais pessoas.

"Conseguimos já superar vários obstáculos e burocracias, mas ainda não conseguimos resolver a fila de espera por cirurgia. Ter de aguardar até seis meses para operar é angustiante para nós médicos e mais ainda para os pacientes. Este projeto realmente fará a diferença para muitas pessoas, não só por zerar a fila, mas também por permitir as reconstruções imediatas da mama", explica.

Outro objetivo a ser alcançado com a campanha é conseguir fundos para a compra de clipes de titânio. Através deles é possível ser realizada a técnica de clipagem metálica que isola o tumor dentro da mama antes do início da quimioterapia, permitindo assim poupar a mama saudável no momento da cirurgia.

Hoje em dia, inevitavelmente a técnica utilizada é de retirada total da mama. Por fim, outra meta da "Juntos Pela Mama" é a introdução das "toucas geladas" de forma inédita a pacientes do SUS. Também chamada de touca hipodérmica sua função é contrair os vasos sanguíneos durante a sessão de quimioterapia. Com isso, o remédio que circula pelo sangue da paciente não chega a locais indesejados, como o couro cabeludo, e por isso, não ocasiona a queda dos fios na região da cabeça das mulheres.

Serviço: Para doar, uma das alternativas é adquirir a caneca, a camiseta e a máscara oficiais da campanha feitas em parceria com a Origens à venda no próprio site da marca de roupas. Os mesmos itens podem também ser adquiridos via aplicativo da Shipp. Todo o valor captado será revertido ao projeto. Há também como doar qualquer valor via PicPay. Basta acessar o aplicativo, procurar por @JuntosPelaMama, definir o valor da doação e confirmar.

Ver comentários