Notícia

Guinchos vão voltar a fazer recolhimento de veículos no ES

Ouça entrevista com o Coronel Marcelo Rangel, gerente de Fiscalização e Penalidades do Detran

O governo do Estado anunciou um novo contrato para o retorno do serviço de remoção e guarda de veículos apreendidos por crimes e infrações de trânsito em todo o território capixaba. O serviço será utilizado pela Polícia Militar (PMES), Polícia Civil (PCES), e os agentes de trânsito das Guardas Municipais e do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran-ES), como explica em entrevista à rádio CBN Vitória, o Coronel Marcelo Rangel, gerente de Fiscalização e Penalidades do Detran.

 

 

A homologação das empresas para a assinatura dos contratos foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 04. Serão 15 pátios, divididos em 10 lotes para atender aos 78 municípios. As empresas têm o prazo de até 90 dias para iniciar os atendimentos.

MAIS INFORMAÇÕES:

Procedimento de remoção: Na lavratura da ocorrência, o policial ou agente de trânsito solicitará o serviço à empresa que atende àquela localidade. Ela deverá cumprir as exigências contratuais, tais como comparecer ao local em até 40 minutos, fazer registro fotográfico do veículo no ato da remoção e depois de chegar no depósito. Todo o percurso poderá ser acompanhado pelo Detran|ES, por meio do uso de GPS e, além disso, o caminho utilizado deverá ser o mais curto. O contrato garante que o depósito deverá contar com estrutura definida pelo Detran|ES e com vigilância 24 horas, bem como dispõe sobre o seguro do veículo com um valor de até R$ 500 mil.

Período de guarda: Conforme prevê a legislação de trânsito, o veículo ficará guardado no pátio por até 30 dias. A partir do 10º dia o proprietário do veículo será notificado do prazo para retirada do veículo, que deve acontecer até que tenham sido completados 60 dias a contar da remoção. A partir do 31º dia, o veículo sairá do pátio de guarda e será entregue ao Detran|ES, e encaminhado para o Pátio Central, em Campinho da Serra, no município da Serra, onde está localizado a Central de Leilão, para conclusão dos trâmites de leilão, que poderá acontecer a partir do 61º dia, desde a remoção. Esse novo modelo também contribuirá para não haver acúmulo de veículos nos pátios e delegacias do Estado.

Liberação do veículo: Com esse novo formato, o cidadão não precisará se deslocar até o Detran|ES. Ele deverá acessar o site www.detran.es.gov.br para gerar o DUA de pagamento e realizar a liberação do veículo. A contratada deverá atender presencialmente os usuários do serviço público, de segunda a sexta-feira, das 08h às 18 horas e aos sábados de 09h às 13 horas, exceto feriados oficiais nacionais e estaduais.

Transparência: O cidadão terá o direito de acesso às imagens e documentos do procedimento de remoção e guarda de seu veículo. Para isso, deverá solicitar à delegacia correspondente, no caso de apreensão pela PCES, e via e-Docs nos demais casos.

[Fonte: Detran-ES]

 

Ver comentários