Notícia

Ideb maior não esconde desafios para o Ensino Médio, alerta doutora

A doutora em Educação Cleonara Maria Schwartz foi a entrevistada do CBN Cotidiano desta quarta-feira (16)

O Espírito Santo registrou média 4,8 - a maior nota do Brasil - no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), considerando escolas públicas e particulares. Os dados atualizados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última terça-feira (15). Fazendo um recorte apenas da rede estadual, o Estado aparece em segundo lugar, com média 4,6.

Mesmo com o resultado positivo, a nota não esconde os desafios para a educação capixaba - sobretudo o ensino médio. É o que aponta a doutora em Educação Cleonara Maria Schwartz, em entrevista ao CBN Cotidiano. "O crescimento verificado é motivo de orgulho ao Estado. Mas, por outro lado, a gente não pode esquecer que o ensino médio, por exemplo, não alcança as metas que foram previstas pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico", afirma Schwartz.

Ouça a entrevista completa!

A doutora em Educação ressalta que os desafios no ensino médio persistem. "Apesar do crescimento, e o Espírito Santo numa posição de destaque, existe também a questão que não podemos nos descuidar e possibilitando com que ocorra um crescimento maior em termos de aprendizagem, que possam se materializar nessas avaliações que são aplicadas".

Já em relação ao ensino fundamental, Cleonara aponta: "observamos que houve um crescimento nas notas e temos cidades que alcançam uma pontuação maior que as metas. Isso é muito importante. Mas, por outro lado, alguns municípios que apesarem de terem um investimento na educação, não obtiveram sucesso e isso merece reflexão por parte das gestões", explica.

PORTUGUÊS E MATEMÁTICA 

Os dados divulgados apontam que na rede estadual de ensino médio o Espírito Santo aparece com Ideb 4,6, e tem a maior média do Saeb em matemática (289,14) e em língua portuguesa (286,95). No entanto, os indicadores ainda permanecem em patamares baixos - são consideradas ideais notas de 350 e 300, respectivamente. O ensino médio é considerado um dos maiores desafios da educação brasileira.

Ver comentários