Notícia

Grande Buda vai atingir 38m após obra na base, diz monge de Ibiraçu

Em 2020, o Mosteiro Zen Morro da Vargem faz 46 anos e seu abade, monge Daiju Bitti, contou detalhes do buda gigante

Buda gigante localizado às margens da BR-101 em Ibiraçu
Buda gigante localizado às margens da BR-101 em Ibiraçu
Foto: Eduardo Dias

Primeiro mosteiro zen budista da América Latina, o Mosteiro Zen Morro da Vargem, localizado em Ibiraçu, município do Norte do Espírito Santo, concluiu a construção da segunda maior estátua de Buda do mundo - a maior do Ocidente. Segundo o abade do mosteiro, monge Daiju Bitti, em entrevista ao programa CBN Cotidiano, a inauguração do monumento - que terá 38 metros após colocação da base - só deve acontecer em 25 de abril do próximo ano, por conta da pandemia do novo coronavírus. Isso porque a alta hierarquia do zen budismo vem do Japão ao Estado para participar do evento. Antes disso, em 8 de abril, faz ao vivo, direto do território japonês, haverá a sagração do Buda, na hora do sol nascente no Brasil. Ouça a entrevista completa!

Nessa conversa, Daiju faz uma contextualização da importância de preservar o meio ambiente incluindo o trabalho desenvolvido em Ibiraçu desde a abertura do templo, há 46 anos. Sobre a estátua, o abade conta que a obra foi tocada por doações vindas do Japão e que o projeto da imagem foi uma livre inspiração dele mesmo. E revela que a obra ainda precisará de um complemento. "Abaixo das pétalas a gente ainda vai construir uma base para o Grande Buda, o que vai totalizar uma altura de 38 metros. Mas precisamos desse investimento ainda", explicou. "O Buda sentado está em posição de meditação e essa é a única imagem reconhecida", informou.

A imagem está na Praça Tori, inaugurada há 30 anos. Daiju lembra que o proprietário do terreno queria erguer um motel naquele local, mas o monge o demoveu e conseguiu negociar com ele. Ao lado da grande estátua, ainda existe uma escola de cerâmica. "É a escola mais bem equipada do Ocidente", alerta o abade ao revelar as atrações para os ouvintes. 

 

Ver comentários