Notícia

Aumento de casos e da média móvel de mortes trazem alerta ao ES

Alexandre Rodrigues da Silva, presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Espírito Santo, fala sobre nova preocupação com avanço da pandemia

Vírus
Vírus
Foto: Pixabay

A covid-19 voltou a avançar no Espírito Santo. Desde a última segunda-feira (16), o Estado registrou mais de mil novas contaminações diárias. Somente na terça-feira (17), foram 1.687 novos casos. O número de óbitos também ultrapassou a marca dos quatro mil e já está em 4.101 mortes pela doença. Já a taxa de leitos de UTI e enfermaria exclusivos para covid-19 e ocupados, considerando a disponibilidade atual, está em 81,7% de acordo com a última atualização do Painel Covid-19 ES, nesta sexta-feira (20). Considerando só os leitos de UTI Covid, a taxa chega a 84,82%.

Em entrevista da CBN Vitória, o infectologista Alexandre Rodrigues da Silva, presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Espírito Santo, fala sobre o recrudescimento da pandemia no Estado. A situação capixaba ainda é de primeira onda. Por conta do aumento dos casos do novo coronavírus no Espírito Santo, o governo estadual determinou novas restrições e cinco municípios - sendo três da Grane Vitória - foram classificados como risco moderado.

 

 

 

Ver comentários