Notícia

Eleições: saiba como será a atuação dos promotores eleitorais no ES

Confira a entrevista do promotor de Justiça e dirigente do Centro de Apoio Operacional Eleitoral (Cael) do MPES, Cláudio José Ribeiro Lemos

Neste domingo, dia 15 de novembro, os eleitores vão às urnas escolher prefeitos e vereadores nas 78 cidades do Espírito Santo. E as autoridades que acompanham o processo eleitoral estarão a postos para garantir a fiscalização do pleito municipal. Pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), ao todo, 66 promotores eleitorais estão atuando nas eleições de 2020, sendo que 16 deles são promotores eleitorais auxiliares que vão acompanhar o processo no sábado (14) e no próprio domingo (15). Em entrevista à CBN Vitória nesta quinta-feira (12), o promotor de Justiça e dirigente do Centro de Apoio Operacional Eleitoral (Cael) do MPES, Cláudio José Ribeiro Lemos, traz mais detalhes de sobre como será a atuação dos promotores.

Ele destaca que no sábado as autoridades vão poder verificar como está o cumprimento das regras com relação à entrega do material gráfico excedente das campanhas. Nas cidades de Vitória e Serra, por exemplo, foi firmado o Pacto de Cooperação "Cidade Limpa", no qual candidatos e suas respectivas equipes de campanha foram orientados sobre a proibição legal de derrame de santinhos e outras formas de propaganda no dia das eleições, visando a entrega voluntária do material gráfico excedente no dia 14 de novembro de 2020 (sábado). Para o dia da eleição, em si, atos relacionados à compra de voto, boca de urna e transporte de eleitores por parte de cabos eleitorais e apoiadores de candidatos estarão na mira das autoridades. Ouça a entrevista completa!

 

 

 

 

 

 

 

 

Ver comentários