Notícia

Uso de máscara deve se estender por mais um ano, prevê infectologista

O entrevistado é o infectologista Alexandre Rodrigues da Silva, presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Espírito Santo

Pessoas usando máscara durante a pandemia
Pessoas usando máscara durante a pandemia
Foto: Prostooleh/Freepik

As medidas que previnem a propagação do novo coronavírus, como o uso de máscaras, devem se estender por mais um ano, mesmo com a vacina. Segundo o infectologista Alexandre Rodrigues da Silva, presidente da Sociedade de Infectologia do Estado do Espírito Santo, considera-se para a previsão mais longa a quantidade insuficiente de doses disponíveis. "Enquanto não tiver ampla produção de doses e ampla vacinação, uso de máscaras continua". O médico ressaltou também que o uso da máscara é necessário mesmo para quem tomou o imunizante: "Quem está tomando hoje pode achar que está seguro, mas vai continuar transmitindo para quem não tomou vacina". Ouça a entrevista:

Ver comentários