Notícia

Dores no corpo no home office ou no ensino virtual? Saiba como evitar

Se identificou com alguma dessas situações? Em entrevista à CBN Vitória, o fisioterapeuta neurofuncional Fernando Marcarini traz importantes dicas e orientações para evitar essas dores do home office

A rotina do trabalho em modelo home office, há mais de um ano na pandemia, tem levado muita gente a se queixar de dores no corpo. Isso vale também para quem está no ensino virtual. Sem uma adaptação necessária em casa - e também ao corpo - surgem aqueles sintomas de tensões nos pulsos, pescoço "pesado" e aquela famosa dor na lombar. Se identificou com alguma dessas situações? Em entrevista à CBN Vitória, o fisioterapeuta neurofuncional Fernando Marcarini traz importantes dicas e orientações para evitar essas dores do home office. Confira!

"O home office virou rotina para grande parte dos trabalhadores por conta da pandemia. Quem estava acostumado com o ambiente confortável do escritório, rapidamente teve que adaptar um lugar para trabalhar ou estudar em casa. Essa mudança é muito boa para economizar tempo, se alimentar bem, dormir um pouco mais e, enfim, adotar um estilo de vida mais saudável. A maioria adaptou a mesa e a cadeira da sala de jantar à mesa de trabalho. Outros transformaram o quarto e assim por diante. Mas, é difícil os lares contarem com estruturas ergonômicas apropriadas como as existentes (ou que deveriam existir) nas empresas", destaca.

AS DICAS DO ESPECIALISTA:

- Utilize cadeiras que possibilitem o ajuste da altura. Deixe, no mínimo, 20 cm entre a mesa e o assento da cadeira;

- Os pés devem estar apoiados no chão e os joelhos e quadris em um ângulo de 90 graus;

- A tela do computador ou notebook deve ficar na altura dos olhos, possibilitando uma boa visão, sem a necessidade de projetar o pescoço para frente. A distância da tela deve ser de 40 a 70 cm;

- Sente-se com os glúteos perto do encosto da cadeira e mantenha tronco e pescoço eretos;

- Os braços devem ficar ao lado do corpo, apoiados nos braços da cadeira ou na mesa;

- Evite as sobrecargas da mão, respeitando o tempo de uso do mouse e teclado que o seu corpo tolera;

- Mantenha-se hidratado durante todo o tempo;

- Mesmo com todos esses cuidados listados acima, devemos dar algumas pausas durante a jornada diária de trabalho, evitando ficar muito tempo na mesma posição. Recomenda-se a cada duas horas, um intervalo de 10 minutos. Dar uma volta, fazer um alongamento, espreguiçar e até mesmo deitar pode evitar dores e lesões.

- Atividades físicas regulares com exercícios de fortalecimento e atividades aeróbicas, ajudam a ter um bom condicionamento e uma boa estrutura muscular para aguentar a rotina de trabalho, prevenindo dores e posturas inadequadas.

- E caso o problema persista, procure um fisioterapeuta ou um médico ortopedista para uma melhor avaliação e orientação do tratamento.

 

 

Ver comentários