Notícia

Logos, Leitura e C&A fecham as portas de unidades em Vitória

Responsáveis pelas livrarias informam crise no mercado de livros aliada à crise econômica de proporções nacionais

As tradicionais livrarias Logos, com 23 anos de atuação, e Leitura, com 14, fecharam as portas das unidades do Shopping Vitória. Além delas, a popular loja do varejo de moda C&A também encerrou as atividades no Centro de Vitória. A Logos fechou nesta terça-feira (5) e a Leitura encerrou os trabalhos no domingo (3).

Na internet, clientes antigos das lojas lamentam o fim das atividades dos estabelecimentos em Vitória. As razões para o fechamento das livrarias se assemelham, como contam os próprios administradores das marcas. Humberto Rosa Oliveira, diretor administrativo da capixaba Logos, explica que o fechamento da loja do shopping, que abriu juntamente com o centro comercial, já vem sido discutida há algum tempo.

"Houve uma diminuição forte de demanda em razão do e-commerce. A loja do shopping já dava prejuízo há quase quatro anos. Como nós conservamos aquele conceito tradicional de livraria, sofremos muito com isso", diz o administrador.

Esse discurso é compartilhado por Belmiro Teles, sócio-proprietário da rede Leitura e responsável pela unidade do Shopping Vitória, a livraria em formato de megastore do Estado. Belmiro informou que, além do crescimento do e-commerce, há também valor de ocupação em shoppings. "O custo aqui é muito alto. Também tivemos alguns problemas trabalhistas e isso acabou agravando a crise existente no mercado de livros", explicou.

No entanto, as duas marcas não descartaram a continuidade das atividades no Estado. A Logos continua atuante com uma loja no Shopping Jardins, em Vitória, e com uma matriz que também funciona como centro de distribuição no Bairro de Fátima, na Serra. A Logos do Shopping Vitória contava com oito funcionários. Quatro deles foram realocados e outros quatro foram demitidos.

Já a Leitura, segunda maior rede de livrarias do país, deve contar com uma outra loja no Estado, mas ainda não há informação sobre o novo local. "Vamos pensar esse projeto para 2017. Estamos há 14 anos no mercado capixaba, ajudamos a formar muitos jovens leitores e somos muito gratos ao Espírito Santo", comenta Belmiro. A Leitura contava com 35 funcionários, que foram demitidos.

Junto das livrarias, o Shopping Vitória também teve as baixas de lojas como Adidas, Body Store, Fantasia e Habitat. O centro comercial informou "que essas e demais áreas serão ocupadas, nos próximos meses, por novas lojas das marcas 'Quem disse, Berenice?', Tommy Hilfiger Kids, Constance, The Beauty Box, Cia Marítima, Pastelaria, Sephora (quiosque), Croassonho, Pandora, Maverick e restaurante Madero", de acordo com nota enviada.

Mercado da moda

A C&A confirmou que encerrou as atividades da unidade localizada no Centro de Vitória nesta terça-feira (5). De acordo com a nota "a empresa está avaliando a transferência dos funcionários dessa loja para outras unidades próximas". A marca esclareceu ainda que o fechamento faz parte da avaliação de performance das unidades em relação ao esperado.

"No ano passado, a empresa abriu 16 novas lojas, reafirmando sua busca por estar cada vez mais próxima dos clientes, em pontos de comércio estratégicos". A C&A atua no Espírito Santo desde 1983 e, atualmente, ainda existem sete lojas distribuídas pela capital e interior do Estado.

Ver comentários