Notícia

Acordo dá prioridade a advogados em cartórios judiciais no Estado

A prioridade é válida apenas para os cartórios judiciais que, normalmente, ficam dentro de Fóruns

Advogados agora têm prioridade de atendimento em cartórios judiciais do Espírito Santo. A medida é resultado de um acordo firmado entre a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES) e a Corregedoria Geral de Justiça. A prioridade é válida apenas para os cartórios judiciais que, normalmente, ficam dentro de Fóruns.

Segundo o presidente da OAB-ES, Homero Mafra, o acordo prevê preferência no atendimento para advogados, mas respeitando as prioridades previstas em lei, como a dada a idosos e gestantes. Para Mafra, o atendimento prioritário para advogados é justificado pela importância desse profissional para o andamento da Justiça. “Nesse momento, o advogado vai ter a prioridade porque ele está ali como parte e ele é essencial à administração da Justiça”, afirmou.

O advogado Alberto Nemer diz que é comum encontrar os cartórios judiciais cheios e que isso dificulta o trabalho dos advogados. No entanto, ele destaca que há outro ponto importante do acordo: a obrigatoriedade de estrutura física adequada para que os profissionais possam trabalhar.

“Em vários cartórios não têm nem como o advogado manusear os autos. Esse acordo, agora, determina que, se isso acontecer, esteja disponível uma mesa e uma cadeira confortável para que os advogados assim possam manusear os autos”, disse Nemer em entrevista à Rádio CBN Vitória.

O acordo firmado entre OAB-ES e Corregedoria Geral de Justiça já está em vigência. A decisão que trata sobre a medida foi publicada na última segunda-feira (29) no Diário da Justiça.

Ver comentários