Notícia

Assembleia arquiva projeto que concedia comenda ao ex-presidente Lula

Durante a sessão, pessoas protestaram contra a condecoração de Lula nas galerias e na frente da Assembleia Legislativa

Manifestantes protestam contra homenagens que o ex-presidente Lula receberia na Assembleia Legislativa
Manifestantes protestam contra homenagens que o ex-presidente Lula receberia na Assembleia Legislativa
Foto: Patrícia Scalzer

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (PMDB), arquivou o Projeto de Decreto Legislativo que concedia ao ex-presidente Lula o título de Cidadão Espírito Santense. Musso também tornou nula a resolução que concedia a comenda Domingos Martins ao líder do PT. De acordo com o deputado, Lula já é Cidadão Espírito Santense. O título foi concedido em 2009. Com relação a comenda, Musso destacou que a resolução foi publicada sem a assinatura da Mesa Diretora, por isso, é ilegal.

O projeto é de autoria do deputado Nunes (PT), que se posicionou contra a decisão de Musso na sessão desta terça-feira (21). “Companheiro Lula desde 2003 tem tido um olhar especial pelo Espírito Santo, desde quando fez a antecipação dos royalties. Além disso, criou 17 Ifes para o povo capixaba. Isso não é pouca coisa”, contou.

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) chamou de oportunista a atitude de Nunes. “O que pesou na decisão da Mesa, foi exatamente o que o deputado Nunes acabou de falar. Foi usado, da parte dele (Nunes), de um ‘oportunismo’ para poder apresentar uma comenda a um pré-candidato”, afirmou.

Para o deputado Sérgio Majeski (PSDB), esse debate poderia ter sido evitado se o projeto que ele apresentou há um ano tivesse sido aprovado. “É um projeto de lei que proíbe dar qualquer tipo de honraria para quem já tenha sido condenado. Se esse projeto já tivesse sido aprovado, não teria dado essa polêmica toda com a questão do Lula”, destacou.

De acordo com o presidente da Assembleia, uma sindicância foi aberta para identificar quem publicou a resolução no Diário Legislativo sem a assinatura da Mesa Diretora. Durante a sessão, pessoas contra a condecoração de Lula protestaram nas galerias e na frente da Assembleia Legislativa.

Ver comentários