Notícia

Câmeras e GPS em carros de autoescolas vão aumentar os custos da CNH

Diretor de habilitação e veículos do Detran, José Eduardo de Souza Oliveira, afirmou que a nova regulamentação entra em vigor a partir em 18 de fevereiro

Carros de autoescolas terão GPS e câmeras para as aulas práticas
Carros de autoescolas terão GPS e câmeras para as aulas práticas
Foto: Reprodução | Internet

Quem está pensando em se matricular em alguma autoescola para tirar a carteira de habilitação já deve se preparar para pagar um valor um pouco mais alto em breve. E isso vai acontecer por conta de uma nova regulamentação do Detran, que exige que todos os veículos dos centros de formação tenham câmeras, GPS e também identificação por biometria para as aulas práticas.

De acordo com o diretor de habilitação e veículos do Detran, José Eduardo de Souza Oliveira, a nova regulamentação entra em vigor a partir do dia 18 de fevereiro.

Leia também

Essa medida foi adotada para diminuir o número de fraudes e para que nenhum aluno faça o número de aulas abaixo do que é obrigatório: 25 horas aulas práticas de carro e 20 horas para motocicletas.

No entendimento de Anderson da Silva Perozini, presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado do Espírito Santo, as mudanças devem causar um reajuste inicial de R$ 120 e R$ 175 nos valores das habilitações. Atualmente, sem a taxa do Detran e do exame médico, as autoescolas cobram em média R$ 1.300 e R$ 1.600 pela primeira via da carteira de habilitação.

Na avaliação do representante do sindicato, as mudanças podem aumentar ainda mais os valores das carteiras nos próximos meses, uma vez que algumas escolas que burlavam o sistema tinham a chance de cobrar preços mais baratos dos alunos.

“Com todos os centros de formação sendo monitorados por esse sistema e com a aplicação de todas as aulas, nós vamos ter novos reajustes ao longo dos meses”, avaliou o presidente do sindicato.

Com o novo sistema e o aumento do rigor na fiscalização, o Detran espera que o número de alunos reprovados nos exames de direção seja reduzido.

Ver comentários