Espírito Santo tem segunda maior taxa de sífilis do Brasil

O Estado ocupa, ainda, o terceiro lugar em incidência de sífilis em gestantes, com 19,3 grávidas diagnosticadas com sífilis para cada grupo de 1.000 nascidos vivos

Caique Verli 01/08/2018 às 14h25

O Espírito Santo possui a segunda maior taxa de incidência de sífilis adquirida do Brasil, com mais de 85 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Em 2018, já foram mais de 3400 casos da doença.

Esses são os registros de transmissão sexual. O uso de preservativos durante as relações sexuais é a única maneira de prevenir a doença. Há também casos congênitos, em que o bebê é infectado na gestação, quando a mulher grávida tem a doença.

O Estado ocupa, ainda, o terceiro lugar em incidência de sífilis em gestantes, com 19,3 grávidas diagnosticadas com sífilis para cada grupo de 1.000 nascidos vivos. E é o quarto em incidência de sífilis congênita, com taxa de 13,14 bebês com sífilis a cada 1.000 nascidos vivos.

Ary Célio de Oliveira, que é referência técnica em saúde da Mulher da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) avalia que o lugar que o Espírito Santo ocupa no ranking está diretamente relacionado ao fato da melhora no diagnóstico e da notificação corretamente da doença, o que segundo ele, nem sempre é feito em outros estados.

"A gente melhorou muito a detecção. Existem muitos casos subnotificados no Brasil. O Espírito Santo notifica muito bem. Há uma constatação nesse sentido", aponta. 

Segundo Ary, o Espírito Santo está colocando em prática um programa de enfrentamento à sífilis congênita, que tem como ponto central a melhoria do pré-natal, que é responsabilidade dos municípios. Se diagnosticada durante a gravidez, a gestante pode ser tratada adequadamente, o que evita a transmissão para o bebê. A criança com sífilis congênita pode ter microcefalia, distúrbio audiovisual, distúrbio auditivo, entre outras consequências.

O plano volta as atenções principalmente, segundo ele, para nove cidades capixabas que concentram 80% dos casos notificados em todo o Estado: Cariacica, Vila Velha, Serra, Cachoeiro, Vitória Linhares, Viana, Guarapari e São Mateus.