Empreendedorismo também passa a aparecer em salas de aulas

Aprovado no final de dezembro de 2018 com o objetivo de fortalecer o empreendedorismo entre estudantes da Universidade, a disciplina é ministrada por empreendedores e empresários num esforço conjunto de vários profissionais que compartilham suas experiências para contribuir para a formação de uma nova geração de empreendedores

Publicado em 24/06/2019 às 19h31
Atualizado em 19/05/2021 às 23h32

O tema do empreendedorismo também ganha as salas de aulas no Espírito Santo. É sobre este assunto que a gente conversa, nesta edição do CBN Inovação, com o comentarista Evandro Milet. Quem participa da conversa é Júlia Caiado, CEO da Global Touch e co-organizadora da disciplina de empreendedorismo da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Aprovado no final de dezembro de 2018 com o objetivo de fortalecer o empreendedorismo entre estudantes da Universidade, a disciplina é ministrada por empreendedores e empresários do ecossistema de inovação num esforço conjunto de vários profissionais que compartilham suas experiências para contribuir para a formação de uma nova geração de empreendedores.

A primeira turma foi no segundo semestre de 2018 com 40 alunos e, este ano, a segunda turma já contou com 90 alunos. Júlia explica que uma das curiosidades sobre a disciplina é que ela não possui prova formais. “A turma se divide em grupos e ao longo do semestre cada startup precisa passar por uma jornada empreendedora, que envolve identificar um problema que pretende resolver, validar a solução, desenvolver um MVP [Minimum Viable Product, que significa produto mínimo viável] e fazer um pitch final”, explica.

Entre os objetivos da disciplina optativa estão definir as habilidades e os papéis exigidos dos empreendedores, identificar as funções e os níveis do empreendedorismo e compreender o trabalho dos empreendedores. Para mais detalhes sobre o projeto, acesse: http://bit.ly/demodayufes

Confira!