Atenção com ambiente doméstico e a lista de riscos para seu pet

As orientações são da médica veterinária Tatiana Sacchi

Publicado em 09/06/2021 às 17h38
Atualizado em às
As situações que colocam em risco seu animal em casa
As situações que colocam em risco seu animal em casa. Crédito: Pexels

Nesta edição do Clube Pet CBN, Tatiana Sacchi inicia uma série de dicas e orientações para se evitar - e como proceder - em caso de acidentes domésticos com os seus animais. A comentarista explica que os animais são naturalmente curiosos e exploram as mais diversas situações tanto dentro quanto fora de casa e protegê-los dos inúmeros perigos domésticos aos quais eles estão expostos é uma tarefa e tanto

"As situações de perigo dentro ou fora de casa são as mais diversas e ter uma casa à prova de acidentes é uma missão praticamente impossível, pois muitas situações passam despercebidas no dia a dia, como uma cartela de medicamento ao alcance, um frasco de produto de limpeza aberto, uma plantinha para mastigar. Como os animais não tem o discernimento para avaliar situações de risco em potencial, cabe aos tutores se empenharem em diminuir esse risco e mantê-los em segurança", alerta.

- Sacolas plásticas e fios em geral: A curiosidade e a vontade de brincar podem provocar o enforcamento ou sufocamento de animais com sacolas plásticas ou fios, ao se enroscar no pescoço deles. Não deixe sacos plásticos e fios para os animais brincarem sem supervisão.

- Piscina, lagos e lagoas: Filhotes e animais pequenos podem nadar até a exaustão ou se afogar por não conseguir sair da água.

- Objetos cortantes, vidros mal acondicionados: Provocam cortes, perfurações a até rupturas de ligamentos e tendões.

- Botijão de gás: Cães muito agitados, ansiosos ou curiosos podem derrubar o bujão de gás e/ou roer a mangueira, colocando em risco a casa e a vida de todos, provocando intoxicação por gás ou incendiando a casa. Deixe sempre o bujão de gás protegido e a mangueira fechada.