Maioria de fraudes digitais é por falha da empresa, e não do cliente

O entrevistado é o CEO da startup Combate à Fraude, Leonardo Rebitte

Publicado em 16/01/2021 às 12h56
Atualizado em 17/05/2021 às 20h31
O assunto é cibersegurança!. Crédito: Pete Linforth/Pixabay
O assunto é cibersegurança!. Crédito: Pete Linforth/Pixabay

Um levantamento da startup Combate à Fraude constatou que a maioria das fraudes, como vazamento de dados e falsificação de identidade digital, acontece por falha das empresas - como bancos e fintechs - e não por culpa do cliente fraudado. É sobre isso que a jornalista Patrícia Vallim conversou com o CEO da startup, Leonardo Rebitte, que há nove anos atua na área de combate às fraudes. Ouça!