Estudo quer entender se restrições pela Covid influenciam no julgamento moral das pessoas

Ouça entrevista com o pesquisador responsável pelo estudo da UFMG, Cláudio Silva

Publicado em 13/10/2021 às 11h25
Lavar as mãos, higienização
O assunto é o nojo!. Crédito: Freepik

Durante a pandemia, você já sentiu que passou a ter um olhar mais crítico para algumas situações? A crise sanitária causada pela Covid-19 colocou a população mundial em alerta. Uma pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) avalia a influência da pandemia no psicológico das pessoas. O objetivo do estudo é descobrir se, durante a pandemia, vários sentimentos, entre eles o de nojo, vêm influenciando o julgamento moral dos indivíduos. A primeira etapa da pesquisa consistiu na coleta de dados por meio de um questionário on-line, voltado para pessoas a partir dos 18 anos. A segunda etapa da pesquisa deve ocorrer em julho de 2022, quando os participantes atuais serão convidados a responder novamente o questionário. Em entrevista à CBN Vitória, o pesquisador responsável pelo estudo e doutorando em Cognição e Comportamento pela UFMG, Cláudio Silva, fala sobre o assunto.

O pesquisador Cláudio Silva conta que o estudo é inédito, visto que é o primeiro do tipo realizado durante uma pandemia. Ele detalha que o estudo se baseia na teoria do "Sistema Imunológico Comportamental", desenvolvida pelo pesquisador canadense Mark Schaller, em 2011. Segundo Cláudio, o que mede esse sistema comportamental é o nojo, uma emoção existente não somente em humanos. Em situações de crise patológica, como é o caso da pandemia da Covid-19, esse sistema pode se tornar mais intenso. Ouça as explicações completas!