Hanseníase: tire suas dúvidas sobre diagnóstico, tratamento e prevenção

As explicações são assessora Departamento de Hanseníase da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Lúcia Diniz

Publicado em 14/01/2022 às 17h45
Campanha
Campanha "Janeiro Roxo". Crédito: Divulgação/SBD

Janeiro é reservado, também, a campanha Janeiro Roxo. Mês de conscientização, combate e prevenção a hanseníase. Uma doença contagiosa, mas que tem cura. Em entrevista ao CBN Cotidiano, a dermatologista Lúcia Diniz, médica e assessora do Departamento de Hanseníase da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), fala sobre o assunto. Entre as explicações abordadas, a especialista alerta: é fundamental procurar o tratamento.

"Se ele (paciente) negar que tem a doença, ela vai evoluir e pode vir gerar um problema de incapacidade motora, por exemplo - e aí gerando preconceito de uma outra pessoa ao perceber isso. Não negue que tenha e procure assistência médica, que vai cuidar com um tratamento adequado e gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS)", orienta. Ouça as explicações completas!