Linha Verde sem previsão de volta no trecho da Praia de Camburi

Ouça entrevista com o secretário Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana, Alex Mariano

Publicado em 20/09/2021 às 11h36
Linha Verde da avenida Dante Michelini foi extinta no início da gestão Pazolini
Linha Verde da avenida Dante Michelini foi extinta no início da gestão Pazolini. Crédito: Fernando Madeira

O tema de agora da nossa entrevista foi sugerida por meio da participação da audiência! O ouvinte questionou sobre o fim que levou a Linha Verde, faixa exclusiva localizada na praia de Camburi que servia para passagem de ônibus, táxis, vans e carros com três ou mais pessoas, implantada em 2018. Segundo a Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória (Setran) a faixa exclusiva que existia na avenida Dante Michelini, em Camburi, foi suspensa no início deste ano, em virtude da não identificação de ganho de tempo para o transporte coletivo. Em entrevista à CBN Vitória, o secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória, Alex Mariano, fala sobre o assunto. Ouça as explicações completas!

Ainda, de acordo com a administração municipal, a Linha Verde continua funcionando em dois outros pontos: no entroncamento das avenidas Desembargador Santos Neves com a Reta da Penha, que pode ser acessada por ônibus, vans, táxi e micro-ônibus; e, ainda, no acesso à rua Duckla de Aguiar (sentido Terceira Ponte), onde a faixa deve ser acessada somente por ônibus. Há penalidades para aqueles que usam as faixas indevidamente. As infrações são para aqueles que circulam em faixa exclusiva para transporte público de passageiros. A multa é no valor de R$ 293,47, considerada gravíssima, e com perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Novo Plano de Mobilidade

O Plano Municipal Diretor de Mobilidade Urbana está em desenvolvimento. O trabalho atualizará o plano de mobilidade vigente, que é do ano de 2008. Pela lei, os municípios brasileiros com mais de 20 mil habitantes devem concluir o plano. O plano na Capital priorizará o incentivo ao transporte público coletivo e aos meios de transporte não motorizados, a integração entre os diferentes modais e o incentivo a modelos sustentáveis, entre outros pontos como corredores exclusivos (antigas Linha Verde) de uma maneira planejada e em pontos específicos que deverão ser bem avaliados.

O secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória, Alex Mariano, disse ainda que não foram feitos estudos que apontassem o ganho de tempo ou vantagens no uso da Linha Verde. Segundo ele, faltaram planejamento e análises que comprovassem ganhos efetivos para usuários do transporte que usassem a faixa.