Efeito turismo da vacina: buscas por voos para os EUA crescem até 719% no Brasil

Ouça a participação do comentarista Edson Ruy

Publicado em 10/06/2021 às 12h38
Atualizado em às
Times Square, em Nova York (EUA)
Times Square, em Nova York (EUA). Crédito: Pexels

Nesta edição do "Viaje na CBN", Edson Ruy traz como destaque que os Estados Unidos continuam na lista de desejos dos viajantes brasileiros. É o que aponta o mais recente levantamento do buscador de passagens aéreas, diárias de hotéis e aluguel de carros "Kayak", que registrou um aumento de até 719% no número de pesquisas de voos para destinos americanos em maio, em relação com o mês anterior. O aumento coincide com a popularização do chamado "turismo da vacina", em que o viajante vai para outro país com o propósito de se imunizar contra a covid-19.

País com o maior número de doses contratadas, os Estados Unidos se tornaram o destino mais visado desse tipo de turismo. Levantamento de "O Globo" apontou, por exemplo, diversas agências brasileiras, inclusive, já vendem pacotes combinando um período de 14 a 20 dias de quarentena em países que aceitam viajantes do Brasil e que não estão na lista de restrições do governo americano, e cidades como Miami e Nova York, onde a vacinação para estrangeiros não-residentes é mais fácil. O México, com a opção dos resorts de Cancún, é a escala preferida. Os pacotes podem chegar a R$ 20 mil. Ouça as explicações completas!