ES anuncia testagem em massa e deve receber 2,6 milhões de doses de vacinas até setembro

As explicações são do subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin

Publicado em 03/08/2021 às 17h46
Luiz Carlos Reblin, subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde
Luiz Carlos Reblin, subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde. Crédito: TV Gazeta/Reprodução

O Espírito Santo deve receber duas remessas de vacinas contra a Covid-19 por semana nos meses de agosto e setembro. A informação é do subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, em entrevista à Rádio CBN Vitória. A previsão é que as remessas totalizem 2,6 milhões de doses, sendo 500 mil ainda na primeira quinzena de agosto. "Isso vai permitir ampliar a capacidade de vacinação do município. O importante é que a vacina chegue, seja imediatamente ddistribuída e aplicada", disse Reblin. Ouça:

Também há a expectativa de que um equipamento vai amplificar a capacidade de testagem no Espírito Santo.

"A incorporação de um novo equipamento nos próximos dias levará a capacidade de produzir até 8 mil testes PCR a partir de outubro. Queremos destacar à população que a testagem em massa deve persistir, inclusive no momento de ampla cobertura vacinal", relatou.