Mais da metade dos homicídios praticados no ES não são esclarecidos

Os dados são de 2019 e fazem parte de um levantamento do Instituto Sou da Paz

Publicado em 04/08/2022 às 11h56
Chefatura da Polícia Civil (PCES)
Chefatura da Polícia Civil (PCES). Crédito: TV Gazeta

Uma pesquisa do Instituto Sou da Paz revela que apenas 37% dos homicídios cometidos no Brasil em 2019 foram solucionados. Uma queda de sete pontos percentuais em relação ao levantamento de 2018. Segundo o Instituto, apesar de quase 40 mil pessoas serem vítimas de homicídios todos os anos no país, com 76% desses crimes tendo sido praticados com armas de fogo, o Brasil ainda enfrenta o enorme desafio de conseguir esclarecer a maioria desses assassinatos. No Espírito Santo, segundo o Instituto, a taxa de esclarecimento é maior que a média nacional, atingindo 49%. No entanto, mais da metade dos homicídios praticados não são esclarecidos. Em entrevista à CBN Vitória, o superintendente de Polícia Especializada, delegado José Lopes, fala sobre como é o trabalho de investigação policial e como a população pode contribuir na elucidação de crimes. 

Sobre o Índice Nacional de Esclarecimento de Homicídios

Este vídeo pode te interessar

O Instituto Sou da Paz atua frente a atores institucionais diversos para a criação de um Indicador Nacional de Esclarecimento de Homicídios oficial e realiza desde 2017 a coleta de dados junto aos 26 estados brasileiros e ao Distrito Federal para apoiar o cálculo e a publicação de um indicador nacional de esclarecimento de homicídios. Esses esforços têm se concentrado no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e também no Congresso Nacional, onde há dois projetos de lei (PLs) que tramitam tanto no Senado Federal, quanto na Câmara dos Deputados, com o objetivo de promover a publicação regular de índices de elucidação de crimes, entre eles, o homicídio e o feminicídio.