"Nota Premiada Capixaba": tire suas dúvidas sobre os sorteios do programa

A cada R$ 1,00 em compras os consumidores vão ganhar 1 ponto. A cada 50 pontos os clientes terão 1 bilhete

Publicado em 03/12/2021 às 10h46
Thiago Venâncio, auditor-fiscal e subgerente de Educação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda
Thiago Venâncio, auditor-fiscal e subgerente de Educação Fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda. Crédito: Adalberto Cordeiro

O programa "Nota Premiada Capixaba", lançado esta semana pelo governo do Estado, oferece sorteios mensais de R$ 2,5 mil a R$ 20 mil e sorteios anuais de R$ 100 mil aos contribuintes que pedirem a nota fiscal com CPF no momento das compras. Além do prêmio, um percentual do valor será revertido para instituições sem fins lucrativos. Em entrevista à CBN Vitória, o auditor fiscal e subgerente de Educação Fiscal, Thiago Venâncio, da Secretaria da Fazenda (Sefaz), traz detalhes de como funciona o programa. Segundo a Sefaz, para participar, os consumidores devem se cadastrar no site www.notapremiadacapixaba.es.gov.br, preencher os dados pessoais e escolher uma entidade sem fins lucrativos que também receberá os prêmios. Feito o cadastro, basta solicitar a inclusão do CPF nas compras. O primeiro sorteio acontecerá no mês de janeiro de 2022 e utilizará como base de dados as compras feitas no mês de dezembro de 2021.

Este vídeo pode te interessar

Ainda, de acordo com a secretaria, os sorteios serão divididos em três regiões: Metropolitana, Norte e Sul. Durante todo o ano serão realizados sorteios mensais com prêmios que vão de R$ 2.500,00 a R$ 20.000,00 para cada uma das três regiões. Além disso, no final de cada ano, haverá um prêmio especial de R$ 100.000,00 por região. A cada R$ 1,00 em compras os consumidores vão ganhar 1 ponto. A cada 50 pontos os clientes terão 1 bilhete – que irá eletronicamente para o sistema da Sefaz. Cada consumidor poderá concorrer com até 50 bilhetes a cada sorteio mensal e por região. Já no sorteio especial, o limite é de 600 bilhetes. As entidades sociais que participam do programa podem receber de duas formas diferentes: se a pessoa sorteada tiver indicado a instituição e também com o rateio mensal, de acordo com o índice de engajamento social. Ouça a conversa completa!