Praticar esporte desde a infância é saudável, mas requer cuidados com a criança

O entrevistado é o médico do esporte e fisiatra Fabrício Buzatto

Publicado em 31/07/2021 às 12h19
Atualizado em 31/07/2021 às 12h36
Rayssa Leal, 13 anos, medalha de prata do Brasil na Olimpíada de Tóquio
Rayssa Leal, 13 anos, medalha de prata do Brasil na Olimpíada de Tóquio. Crédito: Vitor Jubini

Na última segunda-feira (26), a maranhense Rayssa Leal, de apenas 13 anos, ganhou medalha de prata no skate street em Tóquio, se tornando a medalhista mais jovem da história do Brasil em Jogos Olímpicos. Mas ela não é a única adolescente brasileira em modalidades olímpicas - Isadora Pacheco, do skate park, tem 16 anos; Ana Cristina, do vôlei, também tem 16 anos; e Stephanie Balduccini, da natação, tem 17.

Para chegar ao patamar de alta performance, o esporte entra cedo na vida do atleta. A própria "Fadinha" começou a prática esportiva com apenas 6 anos. Mas, afinal, existe idade certa para iniciar a prática esportiva? Em entrevista à CBN Vitória, o médico do esporte e fisiatra Fabrício Buzatto explica as sociedades de pediatria e de medicina esportiva orientam que com crianças de 5 a 7 anos, já é possível iniciar as competições. A partir dessas idades, pode haver também uma intensificação da prática de esportes. Mas Buzatto ressalta que "o acompanhamento sempre deve existir, tanto do profissional de educação fisica tanto do médico". Ouça: