TSE define entidades aptas a ser observadoras das eleições; ES tem faculdade na lista

Pesquisadores da instituição vão acompanhar de perto, e com métodos científicos, todo o processo eleitoral

Publicado em 25/07/2022 às 10h57
Fachada do edifício sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Fachada do edifício sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) divulgou na última semana um conjunto de oito entidades que atuarão como observadores nacionais nas eleições. As instituições, que se cadastraram por meio de um edital lançado pela Corte em abril, vão compor missões para acompanhar todas as etapas do processo eleitoral, desde a campanha até a diplomação dos eleitos. Entre as entidades nacionais consideradas aptas está a Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Sendo assim, pesquisadores da instituição vão acompanhar de perto, e com métodos científicos, como será a fiscalização do TSE. Em entrevista à CBN Vitória, a professora Elda Bussinguer, coordenadora do Programa de Mestrado e Doutorado da FDV, fala sobre o assunto!

As oito entidades são as seguintes: ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia), Anadep (Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos), AJD (Associação Juízes para a Democracia), MCCE (Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral), FDV (Faculdade de Direito de Vitória), UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), USP (Universidade de São Paulo) e Transparência Eleitoral Brasil.

Este vídeo pode te interessar

[fonte: A Gazeta]