Vitória vai ampliar carga horária e terá novas disciplinas em 2022

Ouça detalhes das mudanças na entrevista com a secretária de Educação, Juliana Rohsner

Publicado em 23/11/2021 às 12h21
Sala de aula, escola, retomada das aulas
Municípios retomam aulas presenciais. Crédito: Pexels

A prefeitura de Vitória anunciou nesta segunda-feira (22) uma série de mudanças no seu ensino para o próximo ano. Uma delas é a ampliação da jornada para crianças e estudantes nas unidades de ensino e a nova organização curricular para o ensino fundamental. Em entrevista à CBN Vitória, a secretária de Educação de Vitória, Juliana Rohsner, detalha essas mudanças e o que, na prática, muda na vida dos estudantes.

Segundo a administração municipal, nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) e nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emef), onde o horário, hoje, é das 7h às 11h30, para o matutino, e das 13h às 17h30, para o vespertino, passarão a atender das 7h às 12h pela manhã e das 13h às 18h à tarde. A mudança resultará em mais 100 horas anuais nas unidades de ensino para cada criança ou estudante. Para as unidades em tempo integral, cujo horário é das 7h às 16h30, e para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), com aulas das 18h às 22h, o horário permanece o mesmo.

A prefeitura também informa que no ano que vem, todos os estudantes, do 1º ao 9º ano, terão aulas de Língua Inglesa e Projeto de Vida na rede municipal de Vitória. Já na parte diversificada, de acordo com a escolha de cada escola, serão ofertadas ainda aulas de práticas experimentais em Educação Socioambiental; Educação Empreendedora e Financeira; Iniciação Científica; Libras; Música; Tecnologias Educacionais; Território do viver. A disciplina de Projeto de Vida, ofertada em todos os anos do Ensino Fundamental, considera os valores e conhecimentos que precisam ser consolidados para que os estudantes alcancem sua autorrealização, devendo o professor possibilitar o crescimento acadêmico e pessoal dos estudantes por meio da construção de um projeto de vida que será base para o componente curricular.