Conversa de Bolso

Conversa de Bolso

Felipe Storch


O economista, doutor em ciências contábeis e professor universitário, Felipe Storch, descomplica assuntos econômicos e dá dicas para as finanças caberem no bolso!

Últimos Áudios

CDB, LCA, LCI: o que rende mais?
Conversa de Bolso

19/07/2024 - CDB, LCA, LCI: o que rende mais?

A "sopa" de letrinhas pode parecer confusa. Certificados de Depósito Bancário (CDB), Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA). De forma geral, tratam-se de títulos de renda fixa que atraem os investidores. As aplicações podem gerar dúvidas, pensando nisso, nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. O que elas representam? Qual a mais vantajosa? Ouça a conversa completa!

Como a Reforma Tributária vai afetar o dia a dia? Especialista explica!
Conversa de Bolso

12/07/2024 - Como a Reforma Tributária vai afetar o dia a dia? Especialista explica!

Quase sete meses depois da promulgação da Reforma Tributária, a Câmara dos Deputados aprovou esta semana, por 336 votos a 142, o mais amplo projeto de regulamentação da mudança no sistema de impostos do país. O texto detalha o funcionamento do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) brasileiro, definindo temas como a cesta básica, o cashback e bens e serviços que terão alíquotas reduzidas, além de travar a alíquota-padrão do tributo em 26,5%. Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch. 

Mudanças no cartão de crédito já estão em vigor; entenda o que mudou
Conversa de Bolso

05/07/2024 - Mudanças no cartão de crédito já estão em vigor; entenda o que mudou

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque a notícia que desde a segunda-feira (1º), os donos de cartão de crédito podem transferir o saldo devedor da fatura para uma instituição financeira que oferecer melhores condições de renegociação. É que entrou em vigor uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) - aprovada em dezembro do ano passado - que busca diminuir o endividamento e melhorar a capacidade de o consumidor se planejar. A resolução é a mesma que, desde janeiro, limitou os juros do rotativo do cartão de crédito a 100% da dívida. O comentarista explica essa e outras mudanças. Ouça a conversa completa!

Os motivos mais comuns para as pessoas se endividarem
Conversa de Bolso

28/06/2024 - Os motivos mais comuns para as pessoas se endividarem

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque o tema que o endividamento financeiro tem se tornado uma realidade cada vez mais presente no cenário econômico brasileiro. Para se ter uma ideia do problema, a proporção de famílias com contas a vencer passou de 78,1% no último mês de março para 78,5% em abril, o segundo mês seguido de crescimento, apontou a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic). O resultado é mais elevado também que o de um ano antes, em abril de 2023, quando 78,3% das famílias estavam endividadas. E quais são os fatores que pesam para o endividamento? Ouça a conversa completa!

Entenda os impactos: Real é a 5ª moeda que mais perdeu valor frente ao dólar em 2024
Conversa de Bolso

21/06/2024 - Entenda os impactos: Real é a 5ª moeda que mais perdeu valor frente ao dólar em 2024

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch traz como destaque a notícia que o real está entre as cinco moedas que mais perderam valor frente ao dólar em 2024. É o que mostra um levantamento feito pela agência classificadora de risco Austin Rating, com base em dados do Banco Central do Brasil (BC). A moeda brasileira ultrapassou a da Argentina e a do Japão em poucos dias e saltou da 7ª para a 5ª colocação entre as que mais se desvalorizaram em um ranking de 118 países. 

Rendimento do FGTS vai aumentar! Entenda o que muda na regra de correção
Conversa de Bolso

14/06/2024 - Rendimento do FGTS vai aumentar! Entenda o que muda na regra de correção

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta semana, que o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terá que ser corrigido, pelo menos, pela inflação, seguindo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Até então, a correção do FGTS era sempre pela Taxa Referencial (TR) mais 3% ao ano. E, muitas vezes, esse índice ficava abaixo do IPCA. Nos últimos anos, porém, o FGTS também distribuiu parte de seu lucro aos trabalhadores, o que acabou proporcionando um ganho maior. As informações são de "O Globo". A nova regra entra em vigor quando? Terá impacto no saque aniversário? Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. Ouça a conversa completa!

Compras internacionais de US$ 50; como ficam os preços?
Conversa de Bolso

07/06/2024 - Compras internacionais de US$ 50; como ficam os preços?

O Senado Federal aprovou na última quarta-feira (5) a taxação de compras internacionais de até US$ 50. O texto, que já havia sido aprovado na Câmara dos Deputados, vai para sanção do presidente Lula, que pode mantê-lo ou vetá-lo. A medida impacta sites estrangeiros como Shopee, Shein e AliExpress. Mas qual o impacto da medida para o bolso do trabalhador? Este é o tema desta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch.

A dois: namoro é fase de teste para finanças?
Conversa de Bolso

31/05/2024 - A dois: namoro é fase de teste para finanças?

Dinheiro e relacionamento! No próximo dia 12 de junho, muitos casais comemoram o Dia dos Namorados. É nesse clima que casais também precisam se organizar financeiramente. Afinal, é na fase do namoro que temas como divisão do orçamento aparecem. É sobre esse assunto que o comentarista Felipe Storch trata nesta edição do “Conversa de Bolso”.

O que muda nas regras de financiamento para compra de imóveis usados
Conversa de Bolso

24/05/2024 - O que muda nas regras de financiamento para compra de imóveis usados

Começaram a valer no sábado (18) regras mais restritivas para a compra de imóveis usados por famílias com renda mais alta. O objetivo do governo é direcionar mais verbas para os financiamentos de famílias com rendimento mensal menor — de até R$ 4.400 —, realocando para este grupo mais recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A ideia é ampliar a compra de usados pelos que têm renda menor, já que estes têm menor oferta de imóveis novos. Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. Ouça a conversa completa!

Os ensinamentos do bilionário Warren Buffett aos investidores
Conversa de Bolso

17/05/2024 - Os ensinamentos do bilionário Warren Buffett aos investidores

A conferência anual da Berkshire Hathaway, empresa de investimentos do lendário investidor Warren Buffett, aconteceu, no início deste mês e reuniu acionistas ávidos para ouvir os conselhos valiosos e a visão do mercado do megainvestidor, o 9º homem mais rico do mundo, dono de uma fortuna estimada em US$ 131,7 bilhões segundo a revista Forbes. Um de seus ensinamentos as pessoas é não se endividar para realizar investimentos, por exemplo. Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. Ouça a conversa completa!

Em família: como a vida financeira é impactada com a chegada de um filho?
Conversa de Bolso

10/05/2024 - Em família: como a vida financeira é impactada com a chegada de um filho?

A maternidade chega transformando vidas e isso também inclui a vida financeira. Especialistas estimam que a criação de um filho, considerando que ele será independente financeiramente já aos 18 anos, custa, em média, de R$ 300 mil a R$ 400 mil para pessoas inseridas na classe C. Já na classe B, esse valor se aproxima bastante de R$ 1 milhão – e, claro, para famílias de mais alta renda, a estimativa é que os gastos da criação superem facilmente essa marca. As informações são do site "G1". Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. Como conciliar o orçamento a nova vida financeira da família? Ouça a conversa completa!

Fundos imobiliários: valem a pena? Há riscos? Entenda!
Conversa de Bolso

03/05/2024 - Fundos imobiliários: valem a pena? Há riscos? Entenda!

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o tema em destaque, com o comentarista Felipe Storch, são os chamados Fundos de Investimentos Imobiliários. Afinal, esses fundos valem a pena? Quais são as principais modalidades disponíveis no mercado? Ouça a conversa completa!

Os caminhos (e opções) de onde se investir um prêmio milionário!
Conversa de Bolso

26/04/2024 - Os caminhos (e opções) de onde se investir um prêmio milionário!

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch, conforme prometido na última semana, segue com dicas e orientações sobre onde de se investir, caso você ganhasse um prêmio milionário, como o do reality-show "Big Brother Brasil", da TV Globo. Investir em imóvel, por exemplo, pode ser uma boa opção? Ouça a conversa completa!

Vencedor do "BBB 24" leva R$ 2,92 milhões! E se fosse você, onde aplicaria?
Conversa de Bolso

19/04/2024 - Vencedor do "BBB 24" leva R$ 2,92 milhões! E se fosse você, onde aplicaria?

Na última terça-feira (16), o programa "Big Brother Brasil 24" (BBB 24), da TV Globo, pagou o maior prêmio de sua história para o baiano de 21 anos, Davi. A bolada somou durante o reality show o valor de R$ 2,92 milhões, que foi arrematado pelo campeão. Este ano o valor representou recorde de premiação. Além disso, o ganhador saiu da casa ainda com mais R$ 400 mil em prêmios acumulados durante as dinâmicas no programa, incluindo uma picape no valor de R$ 281,9 mil, R$ 5 mil em eletrodomésticos e outros. Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch explica o quanto uma "bolada" dessa pode render e explica se, afinal, é um dinheiro suficiente para o resto da vida. Ouça a conversa completa!

"Nunca investi e quero começar". Por onde começo?
Conversa de Bolso

12/04/2024 - "Nunca investi e quero começar". Por onde começo?

Se te falta segurança sobre como começar a investir e também claro, dinheiro, nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz dicas e orientações para quem deseja começar a investir do "zero", sem conhecimento do mercado. Qual é o melhor investimento para quem está começando? Ouça a conversa completa!

Finanças: como dividir e administrar as contas de casal?
Conversa de Bolso

05/04/2024 - Finanças: como dividir e administrar as contas de casal?

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o assunto em destaque são as contas de casal. Como administrar as contas com o parceiro (a) e falar sobre dinheiro, despesas e estabelecer prioridades na vida (financeira) a dois? O comentarista Felipe Storch tem as dicas. Ouça a conversa completa!

O que são BDR's? Como funcionam? Entenda!
Conversa de Bolso

22/03/2024 - O que são BDR's? Como funcionam? Entenda!

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o tema em destaque com o comentarista Felipe Storch é sugestão do ouvinte Edson. Ele sugere: "Bom dia! Gostaria de saber mais sobre os BDR's". De forma geral, a sigla BDR, "Brazilian Depositary Receipts", significa valores mobiliários emitidos e negociados no Brasil que representam outro valor mobiliário negociado no exterior. São, portanto, uma forma de investimento indireto nos ativos financeiros por eles representados. De acordo com informações do "Portal do Investidor", do Governo Federal, "os BDRs podem ser lastreados em: ações negociadas no exterior emitidas por emissores estrangeiros; títulos representativos de dívida negociados no exterior e emitidos por emissores estrangeiros ou por companhias abertas brasileiras com registro na CVM; ou, ainda, cotas de fundos de índice (ETFs) negociados no exterior". Ouça a conversa completa!

Investimentos seguros para sair da poupança e ganhar dinheiro!
Conversa de Bolso

15/03/2024 - Investimentos seguros para sair da poupança e ganhar dinheiro!

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz dicas e orientações sobre investimentos seguros, em conta, que funcionam como alternativas à poupança. Para muitos brasileiros a caderneta de poupança é o produto de investimento preferido, mas, aos poucos está perdendo adeptos. Para onde caminhar e investir? Ouça a conversa completa!

O perfil da mulher investidora no Brasil e quais caminhos seguir
Conversa de Bolso

08/03/2024 - O perfil da mulher investidora no Brasil e quais caminhos seguir

Na data que recorda ao Dia Internacional da Mulher, nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz um perfil da mulher investidora no país e os caminhos a se seguir quando o assunto é investimento. Ouça a conversa completa!

Sistema do FGTS Digital entra em vigor; entenda o que muda!
Conversa de Bolso

01/03/2024 - Sistema do FGTS Digital entra em vigor; entenda o que muda!

O governo federal lançou nesta sexta-feira (01) o FGTS Digital. Trata-se de uma nova ferramenta de gestão integrada de todo o processo referente ao fundo, que vai aperfeiçoar a arrecadação, a prestação de informações aos trabalhadores e empregadores, a fiscalização, a apuração, o lançamento e a cobrança dos valores devidos.  Nesta edição de “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch explica como funciona o novo sistema e também fala de uma outra novidade, o e-consignado, que busca facilitar a contratação de empréstimos consignados a trabalhadores. 

Onde aplicar? Conheça 10 investimentos melhores que a poupança
Conversa de Bolso

23/02/2024 - Onde aplicar? Conheça 10 investimentos melhores que a poupança

Nesta edição de "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch apresenta aos ouvintes da rádio CBN Vitória 10 opções de investimentos que rendem mais do que a caderneta de poupança. Entre eles, Tesouro Direto, Certificado de Depósito Bancário (CDB) e até investimento em ouro! Ouça a conversa completa.

Nova modalidade do FGTS aliviará prestação da casa própria?
Conversa de Bolso

16/02/2024 - Nova modalidade do FGTS aliviará prestação da casa própria?

Nesta edição de "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch comenta uma nova modalidade do Funndo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A partir de março, o Governo Federal deve liberar o FGTS Futuro para que beneficiários do programa Minha Casa, Minha vida possam comprar imóveis. O objetivo é que o serviço alivie a prestação da casa própria. Ouça a conversa completa!

Investidores processam corretora por prejuízos milionários
Conversa de Bolso

09/02/2024 - Investidores processam corretora por prejuízos milionários

Investidores de uma das maiores corretoras financeiras do país, a XP Investimentos, acionaram a Justiça e acusaram a empresa de promover práticas abusivas. A consequência, segundo os clientes, teriam sido prejuízos milionários, do ao esvaziamento de patrimônios ao acúmulo de dívidas. O assunto ganhou destaque esta semana após divulgação de uma reportagem no site Metrópoles. Nesta edição de “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. 

Entenda como a inflação afeta o poder de compra do brasileiro
Conversa de Bolso

02/02/2024 - Entenda como a inflação afeta o poder de compra do brasileiro

Nesta edição de "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch continua debatendo um tema crucial para entender os hábitos financeiros de cada consumidor: o poder de compra. O conceito faz parte da vida de cada brasileiro e não se limita apenas ao dinheiro no bolso. Afinal, é o poder de compra que influencia o panorama econômico e define as escolhas de cada cidadão.

Poder de compra do brasileiro cai 5% em 10 anos; como fazer o dinheiro render mais!
Conversa de Bolso

26/01/2024 - Poder de compra do brasileiro cai 5% em 10 anos; como fazer o dinheiro render mais!

O poder de compra do brasileiro caiu nos últimos 10 anos. Para comprar uma cesta básica, a fatia necessária do rendimento médio habitual do brasileiro subiu de 21% para 26,1% entre 2013 e 2023. O levantamento é da LCA Consultores. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), inflação oficial do país, subiu quase 88% em 10 anos. Mas a cesta básica reflete melhor o poder de compra da população, pois o IPCA mede uma porção de itens que não são essenciais para o dia a dia da população. E ela mais que dobrou no mesmo intervalo: passou da casa dos R$ 330 para R$ 770. As informações são do portal "G1". Por que isso acontece? Como é calculado o poder de compra? E como fazer o dinheiro, então, render mais? Este é o tema em destaque nesta edição do Conversa de Bolso, com o comentarista Felipe StorchOuça a conversa completa!

"Pé de Meia": entenda o programa de incentivo financeiro a alunos do ensino médio público
Conversa de Bolso

19/01/2024 - "Pé de Meia": entenda o programa de incentivo financeiro a alunos do ensino médio público

Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Felipe Storch traz como destaque a notícia de que o programa "Pé de Meia", sancionado pelo presidente Lula nesta semana, prevê o pagamento de um incentivo financeiro mensal para alunos de baixa renda matriculados no ensino médio público. De acordo com a legislação, o fomento estará disponível para esses estudantes com famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Embora o detalhamento sobre valores que serão depositados nas poupanças e efetivação dos saques devam ser regulamentados em outra publicação, a lei já define quem poderá participar do programa. Os principais critérios são relacionados à educação e renda. Ouça a conversa completa!

Transações via DOC/TEC terminam em 15 de janeiro no país; entenda
Conversa de Bolso

12/01/2024 - Transações via DOC/TEC terminam em 15 de janeiro no país; entenda

Após quatro décadas de existência, a transferência via Documento de Ordem de Crédito (DOC) acabará na próxima segunda-feira (15), às 22h. Nesse horário, os bancos deixarão de oferecer o serviço de emissão e de agendamento, tanto para pessoas físicas como jurídicas, para transferência entre instituições financeiras distintas. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que o meio de pagamento só poderá ser utilizado, nas funções de emissão e agendamento, até as 22h de 15 de janeiro. Depois disso, será descontinuado. Além do DOC, deixará de ser oferecida, também as 22h de segunda-feira, a Transferência Especial de Crédito (TEC), modalidade por meio da qual empresas podem pagar benefícios a funcionários e que também está em desuso. Este é o tema em destaque nesta edição do Conversa de Bolso, com o comentarista Felipe StorchOuça a conversa completa!

Nova regra dos juros do rotativo do cartão já está valendo; entenda os impactos
Conversa de Bolso

05/01/2024 - Nova regra dos juros do rotativo do cartão já está valendo; entenda os impactos

Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Felipe Storch traz como destaque a notícia de que as novas regras que limitam os juros do rotativo do cartão de crédito no Brasil começaram a valer na quarta-feira (3). Com a mudança, a dívida total (com juros) de quem atrasa a fatura do cartão não poderá ultrapassar o dobro do débito original. Em geral, os juros do rotativo são os mais altos do mercado, por se tratar de uma linha de crédito com facilidade de entrada e enorme taxa de inadimplência. A modalidade é considerada emergencial e não exige garantia, o que faz as taxas dispararem. Com a mudança, as novas dívidas ficam assim: se a dívida original for de R$ 100; o valor total a ser pago pelo cliente, com a cobrança de juros e encargos, não poderá exceder R$ 200. As informações são do portal "G1". O comentarista explica a nova regra e os seus impactos. Ouça a conversa completa!

É possível? Dicas e orientações de como juntar dinheiro!
Conversa de Bolso

29/12/2023 - É possível? Dicas e orientações de como juntar dinheiro!

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, com o comentarista Felipe Storch, no clima de final de ano, traz dicas e orientações para quem deseja juntar um dinheiro em 2024. Especialistas da área financeira apontam, por exemplo, que estratégias de poupança e gestão financeira são cruciais na administração das contas. Estabelecer metas financeiras, criar um orçamento e comprar de forma consciente são algumas das dicas. Ouça a conversa completa!

Quais foram os melhores investimentos em 2023 e o que esperar para 2024
Conversa de Bolso

22/12/2023 - Quais foram os melhores investimentos em 2023 e o que esperar para 2024

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque que dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) mostram que os investimentos por pessoas físicas do país somaram R$ 5,5 trilhões em setembro de 2023. O número representa um crescimento de 9,7% em comparação ao montante total investido no ano passado, de R$ 5 trilhões. Em relação ao mesmo período de 2022 (R$ 4,9 trilhões), a alta foi de 12,4%. As informações são do portal G1. O comentarista aponta quais foram os investimentos em destaque em 2023 e o que esperar para 2024. Ouça a conversa completa!

INSS: aposentadoria terá mudança em 2024; como fica?
Conversa de Bolso

15/12/2023 - INSS: aposentadoria terá mudança em 2024; como fica?

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque que em 2024, como acontece a cada virada de ano, as exigências para se aposentar pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ficarão mais rígidas. A Reforma da Previdência Social, aprovada há quatro anos, instituiu regras de transição que vão se tornando cada vez mais restritivas com o passar do tempo. É como uma "escadinha", com degraus cada vez mais altos para conseguir se aposentar. A partir de 1º de janeiro de 2024 sobem a idade mínima e os pontos necessários para a aposentadoria. Isso porque a regra de transição estabeleceu um sistema de pontuação progressivo, que engloba a soma do tempo de contribuição e idade. Assim, a cada ano homens e mulheres precisarão somar mais pontos para obter o direito de se aposentar, até ser alcançado o limite de 100 pontos para mulheres, em 2033, e de 105 pontos para os homens, em 2029. Ouça a conversa completa!

Fazendo as contas: seu salário não paga as despesas do mês?
Conversa de Bolso

08/12/2023 - Fazendo as contas: seu salário não paga as despesas do mês?

Dados da terceira edição do levantamento “Hábitos e Impactos da Saúde Financeira dos Trabalhadores”, realizada pelas fintechs Zetra e SalaryFits, apontam que mais de 60% dos trabalhadores com carteira assinada encerram o mês sem conseguir pagar contas básicas com o salário recebido. As informações são do "Valor Investe". Os custos essenciais incluem moradia, alimentação, saúde, higiene, impostos, energia elétrica, internet, gás, transporte, manutenção da casa e seguros. É sobre esse assunto que o comentarista Felipe Storch trata nesta edição do "Conversa de Bolso". Ouça a conversa completa!

Afinal, o que fazer com o dinheiro do 13º salário? Especialista orienta!
Conversa de Bolso

01/12/2023 - Afinal, o que fazer com o dinheiro do 13º salário? Especialista orienta!

Terminou nesta quinta-feira (30) o prazo para as empresas pagarem a primeira parcela do 13º salário aos trabalhadores com carteira assinada. A segunda parcela tem como data limite para cair na conta o dia 20 de dezembro. Mas o que fazer com esse dinheiro? Viajar, investir, quitar dívidas, deixar uma quantia reservada para pagar as despesas de início de ano, como rematrícula escolar, IPTU e IPVA? Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz as orientações. 

Pix completa três anos com recorde de transações; este é o futuro?
Conversa de Bolso

24/11/2023 - Pix completa três anos com recorde de transações; este é o futuro?

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque a informação de que, em três anos de existência, o Pix se tornou o meio de pagamento mais utilizado pelos brasileiros. Foram 66 bilhões de transações bancárias realizadas via Pix entre 16 de novembro de 2020 e 31 de outubro de 2023. Os números são de um levantamento da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), com dados do Banco Central e da Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços. Este é o futuro das transações bancárias? 

Poupança para a aposentadoria: quanto preciso para viver bem no futuro?
Conversa de Bolso

17/11/2023 - Poupança para a aposentadoria: quanto preciso para viver bem no futuro?

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch traz como destaque o tema aposentadoria. Quanto preciso poupar para a aposentadoria? Como investir pensando na aposentadoria? O comentarista traz as dicas!

Reforma Tributária: o que muda para consumidor e para estados
Conversa de Bolso

10/11/2023 - Reforma Tributária: o que muda para consumidor e para estados

Nesta edição especial de “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch recebe o diretor-presidente da Gestora de Recursos do Bradesco, Bruno Funchal. Juntos, eles analisam os pontos aprovados no texto-base da reforma tributária, votada pelo Senado na última quarta-feira (8). Entre os principais pontos de debate do texto, estão a unificação de cinco tributos em três, a criação de um teto para a carga tributária e a ampliação do Fundo de Desenvolvimento Regional (FDR). Ouça a conversa completa!

Marco Legal das Garantias: Lula veta recuperação extrajudicial de automóveis
Conversa de Bolso

03/11/2023 - Marco Legal das Garantias: Lula veta recuperação extrajudicial de automóveis

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch traz como destaque a sanção do “Marco Legal das Garantias”, lei que estabelece as novas regras para o uso de bens como garantia de empréstimos. Na edição publicada no Diário Oficial da União, porém, o presidente vetou o trecho que permitia a recuperação extrajudicial de automóveis. Durante a conversa, o comentarista explica o que é o Marco Legal das Garantias e qual será o impacto no mercado de crédito. Ouça a conversa completa!

A semana na economia: Câmara aprova projeto de lei de taxação para “super-ricos”
Conversa de Bolso

27/10/2023 - A semana na economia: Câmara aprova projeto de lei de taxação para “super-ricos”

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch traz como destaque as principais notícias que impactaram na economia nesta semana. Um delas foi que a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que prevê a taxação das offshores (investimentos no exterior) e dos fundos exclusivos (fundos de investimento personalizados para pessoas de alta renda). Foram 323 votos a favor e 119 votos contrários. Agora o projeto vai para o Senado. O comentarista explica essa e outras medidas, além de seus impactos. Ouça a conversa completa!

Especialista orienta: qual dívida pagar primeiro?
Conversa de Bolso

20/10/2023 - Especialista orienta: qual dívida pagar primeiro?

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch aborda o tema endividamento, respondendo a um questionamento comum: está cheio de dívidas e não tem ideia de qual delas é a primeira que deve ser paga? Especialistas orientam que algumas variáveis devem ser levadas em conta, como a taxa de juros, saldo devedor e o valor da parcela. Ouça a conversa completa!

Desenrola Brasil: os passos para renegociar dívidas!
Conversa de Bolso

13/10/2023 - Desenrola Brasil: os passos para renegociar dívidas!

Nesta edição do “Conversa de Bolso”,  o tema em destaque é o funcionamento do programa “Desenrola Brasil”. O ouvinte Carlos Arthur, na última semana, mandou a seguinte mensagem: “Fiz negociação de dívida com juros abusivos, antes do Desenrola. Posso renegociar?”. O comentarista, com base na dúvida do ouvinte, explica o passo a passo de como funciona o sistema e esclarece as principais dúvidas.

Pesquisa aponta que dinheiro da aposentadoria é insuficiente para 70% dos idosos
Conversa de Bolso

06/10/2023 - Pesquisa aponta que dinheiro da aposentadoria é insuficiente para 70% dos idosos

Segundo pesquisa feita pela Serasa com 1.649 pessoas com mais de 60 anos, entre 22 e 26 de setembro deste ano, 70% dos idosos brasileiros não consideram que o dinheiro de uma aposentadoria é suficiente para viver e 58% acreditam que não conseguiram se planejar financeiramente para a “melhor idade”. De acordo com a pesquisa, gastos com saúde estão entre os mais relevantes para 49% dos idosos, atrás apenas dos gastos com alimentação, considerados os mais relevantes por 69%. Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. 

Pix mais seguro? Banco Central aumenta regras de segurança
Conversa de Bolso

29/09/2023 - Pix mais seguro? Banco Central aumenta regras de segurança

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque a notícia que o Banco Central (BC) publicou nesta semana a Resolução BCB nº 342, aprimorando as regras sobre incidentes de segurança relacionados ao Pix. A medida, segundo o BC, visa maior transparência e segurança aos clientes de bancos. O BC indica que as instituições financeiras devem comunicar a seus clientes falhas de segurança, independentemente do motivo da ocorrência e do nível de risco. “A Resolução prevê, ainda, aperfeiçoamentos no arcabouço de penalidades do Pix, de forma que casos de descumprimentos de requisitos de segurança possam ser penalizados de acordo com seus efeitos, podendo aplicar penalidades mais severas em casos de maior impacto, considerando não apenas o descumprimento regulatório em si, mas as repercussões ocasionadas por tal inconformidade”, completa o BC. A resolução do Banco Central prevê também novas penalidades para o descumprimento de requisitos de segurança estipulados pela autoridade monetária. Ouça a conversa completa!

PGBL ou VGBL: como escolher o melhor plano de previdência!
Conversa de Bolso

22/09/2023 - PGBL ou VGBL: como escolher o melhor plano de previdência!

Podem parecer apenas siglas e letras, mas não! PGBL e VGBL são tipos de planos de previdência. O Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL) é recomendado para quem faz a declaração completa do imposto de renda. O investidor pode deduzir do imposto o que investiu durante o ano no plano de previdência até chegar no limite de 12% de sua renda bruta. Já o Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL) é indicado para quem declara o imposto de renda no formulário simplificado e também para quem é isento. Explicações à parte, nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz detalhes de como funcionam esses planos na prática e como escolher. Ouça a conversa completa!

O que está acontecendo: real tem a 3ª maior desvalorização frente ao dólar
Conversa de Bolso

15/09/2023 - O que está acontecendo: real tem a 3ª maior desvalorização frente ao dólar

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque a notícia que entre as principais moedas sul-americanas, o Real teve o terceiro pior desempenho em relação ao dólar nos últimos 10 anos. De acordo com um levantamento da consultoria financeira L4 Capital e dados da plataforma financeira Investing, a moeda nacional perde apenas para o peso argentino e o peso uruguaio. As informações são de "O Globo". Ele explica o fenômeno e suas consequências. Ouça a conversa completa!

Mudanças no Pix? Banco Central divulga novidades no pagamento
Conversa de Bolso

08/09/2023 - Mudanças no Pix? Banco Central divulga novidades no pagamento

Nesta semana foi divulgado pelo Banco Central um relatório com todo o percurso até a criação e o lançamento da forma de pagamento instantâneo até a sua consolidação como um dos meios preferidos pelos brasileiros: o Pix. Nomeado “Relatório de Gestão do Pix – Concepção e primeiros anos de funcionamento 2020-2022”, o documento também abordou os planos promissores para o futuro do Pix. Um dos pontos que mais chamou a atenção dos usuários foi a possibilidade futura de poder realizar pagamentos sem estar conectado à internet. Há, ainda, espaço para estudar formas alternativas de iniciar o pagamento por Pix, com uso de tecnologia por aproximação, por exemplo, o que inclui bluetooth e biometria. “Entre as possibilidades de desenvolvimentos futuros, está o uso de outras formas de iniciação que permitam que o pagador esteja sem conectividade à internet para realizar transações Pix, o que tem potencial de ampliar o acesso e dar mais comodidade ao usuário, estimulando novas dinâmicas de uso e a substituição de meios de pagamento menos eficientes”, diz trecho. Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe StorchOuça a conversa completa!

Quem são os 'super-ricos' e como o governo pretende taxá-los?
Conversa de Bolso

01/09/2023 - Quem são os 'super-ricos' e como o governo pretende taxá-los?

A fatia da população que inclui o 0,01% mais rico do Brasil acumula em média R$ 151 milhões de estoque de riqueza (total do patrimônio, descontadas as dívidas). Apesar da alta cifra, os 'super-ricos' no país pagam metade do percentual do Imposto de Renda de Pessoa Física, se comparado a algumas faixas da classe média. Esses são alguns dos dados que serão apresentados pelo Pacto Nacional pelo Combate às Desigualdades. Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch. Ouça a conversa completa!

Vendas parceladas no cartão: os riscos e orientações
Conversa de Bolso

25/08/2023 - Vendas parceladas no cartão: os riscos e orientações

O fim do parcelamento sem juros no cartão entrou em debate público após o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmar que estudava limitar este tipo de pagamento. Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz detalhes sobre a discussão. Ouça a conversa completa!

Infidelidade financeira: como as famílias devem gerir patrimônio
Conversa de Bolso

18/08/2023 - Infidelidade financeira: como as famílias devem gerir patrimônio

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch traz como destaque que o caso da atriz Larissa Manoela pode ser analisado pela ótica da infidelidade financeira, no qual vemos um controle excessivo sobre a renda, ocultação de patrimônio, tomadas de decisões financeiras sem consentimento e desvio de patrimonio pela criação de uma empresa que recebe toda a renda mas na qual uma das partes está alijada de controle ou até mesmo propriedade. Larissa Manoela explicou em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, como ocorreu o rompimento profissional com seus pais, Silvana Taques e Gilberto Elias. Eles foram administradores da carreira e sócios da atriz e cantora desde a infância. Com a desvinculação, a jovem de 22 anos deixou para os pais um patrimônio estimado em R$ 18 milhões. A ruptura ocorreu devido a um conflito acerca do patrimônio acumulado pela atriz durante os 18 anos de carreira. Larissa Manoela alegou que recebia apenas uma mesada dos pais, mesmo após a maioridade, e dependia de transferências até para compras de pequeno valor. “Normalmente é um caso discutido no âmbito dos casais, mas infidelidade financeira pode se apresentar em qualquer relacionamento no qual a confiança entre as partes de um relacionamento não-profissional está sendo rompida por decisões voltadas em relação aos recursos monetários ou até mesmo em termos de controle comportamental sobre uma das partes quando se tem o controle financeiro do relacionamento”, explica.

Drex: saiba tudo sobre a nova moeda digital do Brasil
Conversa de Bolso

14/08/2023 - Drex: saiba tudo sobre a nova moeda digital do Brasil

O Banco Central anunciou nesta semana o novo nome do Real Digital, o Drex. A moeda virtual do Banco Central é a versão brasileira do “Central Bank Digital Currency” ou CBDC. Na prática, ela servirá como uma nova expressão das cédulas físicas, já emitidas pelo BC e será garantida pelos mesmos fundamentos e pelas mesmas políticas econômicas que determinam o valor e a estabilidade do real convencional, permitindo transações financeiras, transferências e pagamentos, por exemplo. Tema em destaque nesta edição do “Conversa de Bolso”, com o comentarista Felipe Storch. 

Entenda a relação de custo de vida, inflação e desvalorização do poder de compra
Conversa de Bolso

04/08/2023 - Entenda a relação de custo de vida, inflação e desvalorização do poder de compra

Nos últimos meses, dados da economia da Argentina têm chamado a atenção. A inflação anual do país avançou para 115,6% em junho, maior nível desde agosto de 1991. O aumento foi de 1,4 ponto percentual em relação aos 114,2% registrados em maio. Até o hábito de guardar dinheiro em casa voltou a ser destacado. Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch explica a relação entre inflação e perda das funções da moeda, é o que leva as pessoas a tomarem a decisão pela dolarização da poupança. Ouça a conversa completa!

"Minha Casa, Minha Vida": entenda as novas regras e o que mudou
Conversa de Bolso

28/07/2023 - "Minha Casa, Minha Vida": entenda as novas regras e o que mudou

A Caixa Econômica Federal anunciou que começou a aplicar as novas regras do programa Minha Casa, Minha Vida no último dia 7. Após mudanças aprovadas pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), a iniciativa terá aumento no subsídio do governo, redução da taxa de juros e alta no valor máximo do imóvel, para até R$ 350 mil. As faixas de renda também foram atualizadas. Entre as principais alterações no programa, estão o aumento do subsídio para aquisição de imóvel; a redução dos juros para financiamento de famílias com renda mensal de até R$ 2 mil e o aumento do valor máximo do imóvel que pode ser comprado pela maior faixa de renda. As alterações vão atingir de forma diferente os beneficiários, que são divididos em três faixas de renda (também atualizadas): Faixa 1, com renda de até R$ 2.640 mensais; faixa 2, com renda de R$ 2.640,01 a R$ R$ 4.400 mensais; e faixa 3, com renda de R$ 4.400,01 a R$ 8.000 mensais. Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch. Entenda o que mudou e os seus impactos. Ouça a conversa completa!

Pix já é mais usado que dinheiro no Brasil, aponta pesquisa
Conversa de Bolso

21/07/2023 - Pix já é mais usado que dinheiro no Brasil, aponta pesquisa

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz como destaque a informação de que lançado em novembro de 2020 pelo Banco Central do Brasil, o sistema de pagamento instantâneo Pix hoje já é usado pela maior parte dos consumidores brasileiros e tem substituído as transferências bancárias e já ultrapassou a utilização do dinheiro em pagamentos no país. O dado faz parte de uma pesquisa da consultoria McKinsey. O levantamento da empresa mostra que o Pix já é mais utilizado que o dinheiro na distribuição de gastos entre meios de pagamento. Ouça a conversa completa!

Por dentro do mercado: como saber se uma ação está barata?
Conversa de Bolso

14/07/2023 - Por dentro do mercado: como saber se uma ação está barata?

Se o preço de uma ação está baixo, quer dizer que ela está barata e eu devo comprar? Essa é uma dúvida recorrente de investidores iniciantes. É sobre este tema que o comentarista Felipe Storch trata nesta edição do "Conversa de Bolso". Segundo o comentarista, o preço estar baixo não quer dizer, necessariamente, que a ação está barata. Ouça a conversa completa!

O que muda com a Reforma tributária: como fica o imposto para grandes fortunas?
Conversa de Bolso

11/07/2023 - O que muda com a Reforma tributária: como fica o imposto para grandes fortunas?

Com o tema da reforma tributária em alta, um tema que voltou à pauta é o aumento de impostos sobre as pessoas mais ricas, reduzindo a carga tributária sobre as camadas mais pobres da sociedade. Isso traz à tona um tema que é discutido no Brasil há pelo menos 35 anos: o Imposto sobre Grandes Fortunas (IGF). Previsto na Constituição de 1988, o IGF nunca chegou a ser instituído no país, embora cerca de 50 projetos de lei já tenham sido propostos no Congresso Nacional desde então. Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto. Ouça a conversa completa!

Governo cria novas regras para compras internacionais de até US$ 50
Conversa de Bolso

11/07/2023 - Governo cria novas regras para compras internacionais de até US$ 50

O Ministério da Fazenda publicou portaria com novas regras para compras internacionais feitas pela internet. O governo deixa de cobrar pelo Imposto de Importação para compras on-line de até US$ 50, desde que as empresas entrem em um programa da Receita e recolham tributos estaduais. Quem explica as mudanças é o comentarista Felipe Storch. Antes, a isenção de US$ 50 existia apenas para remessas internacionais entre pessoas físicas. Ou seja, empresas estavam fora desta isenção.

Marco Legal das Criptomoedas entra em vigor no Brasil; saiba o que é
Conversa de Bolso

23/06/2023 - Marco Legal das Criptomoedas entra em vigor no Brasil; saiba o que é

O Marco Legal das Criptomoedas entrou em vigor na última terça-feira (20) no país. O foco da legislação brasileira é na proteção de investidores e clientes, criando novas exigências para a operação das companhias e com tipificações específicas para crimes envolvendo ativos digitais. Entre os principais pontos, o texto inclui no Código Penal a punição contra fraudes e define regras para as exchanges (casas de negociação de criptomoedas). Até então, as regras não eram adaptadas para as operações que envolvem serviços de ativos virtuais. Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch detalha as mudanças. 

É possível sair do zero a R$ 1 milhão em seis meses?
Conversa de Bolso

16/06/2023 - É possível sair do zero a R$ 1 milhão em seis meses?

O influenciador financeiro Thiago Nigro, conhecido como Primo Rico, causou espanto nas redes sociais por dizer, em um vídeo gravado há cerca de três anos, que seria possível uma pessoa com ganhos mensais de R$ 1.720 juntar R$ 1 milhão em apenas seis meses. Na publicação ele sugere o que faria se tivesse “começado do zero” e qual estratégia utilizaria para atingir o valor. Na simulação, ele coloca-se nas mesmas condições de um garçom e barman. Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch desmistifica o tema. Ouça a conversa completa!

Vou ter minha dívida perdoada? Saiba como vai funcionar o programa "Desenrola"
Conversa de Bolso

09/06/2023 - Vou ter minha dívida perdoada? Saiba como vai funcionar o programa "Desenrola"

O governo federal anunciou nesta semana os detalhes do "Desenrola" – programa que propõe o perdão de dívidas de até R$ 100 e a renegociação de débitos de até R$ 5 mil como forma de diminuir o número de famílias inadimplentes no país. A medida foi uma promessa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante a corrida eleitoral. Segundo o Ministério da Fazenda, a expectativa é que cerca de 70 milhões de pessoas possam ser alcançadas com a iniciativa no total. Segundo o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, o programa só deve ter início em julho, quando os credores devem se cadastrar em uma plataforma e manifestar os descontos que se propõem a dar para a renegociação dessas dívidas. Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch explica como vai funcionar o programa.

Restituição do Imposto de Renda 2023: o que fazer com o dinheiro?
Conversa de Bolso

02/06/2023 - Restituição do Imposto de Renda 2023: o que fazer com o dinheiro?

A Receita Federal pagou o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2023 nesta semana para 4,1 milhão de pessoas com valor recorde de R$ 7,5 bilhões. O primeiro lote foi na última quarta-feira (31). Para muitos a pergunta que surge é: afinal, o que fazer com esse dinheiro? Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso". O comentarista Felipe Storch tem as dicas e orientações. 

Novo arcabouço: os principais pontos e passos após aprovação na Câmara
Conversa de Bolso

26/05/2023 - Novo arcabouço: os principais pontos e passos após aprovação na Câmara

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, o comentarista Felipe Storch traz como destaque a notícia de que o texto-base do novo arcabouço fiscal foi aprovado pela Câmara dos Deputados, na noite da última terça-feira (23). A medida deve substituir o teto de gastos – regra que limita o crescimento de grande parte das despesas da União à inflação – e prevê aumento de despesas atrelado à alta na arrecadação pública. Em seguida, será enviado para análise no Senado, onde pode passar por comissões ou segue direto para votação em plenário. Se aprovado no Congresso, o novo marco fiscal vai para sanção do presidente Lula. A última etapa é a publicação no "Diário Oficial da União". Com isso, o arcabouço passará a ser oficialmente a âncora fiscal do governo.

E se as regras do arcabouço fiscal fossem aplicadas ao orçamento familiar? Especialista analisa!
Conversa de Bolso

19/05/2023 - E se as regras do arcabouço fiscal fossem aplicadas ao orçamento familiar? Especialista analisa!

O chamado “arcabouço fiscal” é o tema que tem gerado debate e dúvidas no mercado econômico. De forma geral e bem simplificada, trata-se de regras do governo federal para controlar os gastos públicos. A expectativa é controlar despesas e, assim, frear o aumento da dívida – assim, os juros poderiam cair.  Conceitos a parte, é possível aplicá-los às contas de uma família comum? O comentarista Felipe Storch trata do assunto nesta edição do “Conversa de Bolso”.

Fundos imobiliários: saiba o que são e se representam rentabilidade!
Conversa de Bolso

12/05/2023 - Fundos imobiliários: saiba o que são e se representam rentabilidade!

Fundos de investimentos imobiliários (FIIs) estão nas carteiras de investidores que querem ter um dinheiro caindo todo mês na conta. E é sobre esse tema que o comentarista Felipe Storch trata nesta edição do "Conversa de Bolso". O que são fundos imobiliários e quais os tipos? São grupos de investidores que querem aplicar os recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários. Isso resulta em uma diversificação de inquilinos e em uma menor oscilação na distribuição de rendimentos.

"Regra 50-30-20": como organizar o seu orçamento pessoal
Conversa de Bolso

05/05/2023 - "Regra 50-30-20": como organizar o seu orçamento pessoal

O assunto em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso" é a chamada "regra 50-30-20". Quem nunca começou a poupar dinheiro, mas acabou desistindo? Seja porque não conseguiu controlar o orçamento, esqueceu de anotar os gastos ou achou tudo muito complicado. Caso você já tenha passado por uma dessas situações, saiba que a organização é o primeiro passo para ajudar a mudar sua vida financeira e começar a poupar. Uma estratégia muito simples, fácil de colocar em prática e eficiente, é o método 50-30-20, que ajuda você a dividir o dinheiro para cada tipo de prioridade e apoiar o seu planejamento financeiro. O comentarista Felipe Storch fala sobre o assunto!

Investimento que promete dinheiro rápido? Saiba como não cair em golpes!
Conversa de Bolso

28/04/2023 - Investimento que promete dinheiro rápido? Saiba como não cair em golpes!

"Não existe dinheiro fácil". A expressão popular também é muito comum quando se fala do mercado de investimentos e o risco de golpes!  Mas como não cair em golpes? Você precisa ficar atento para não aplicar o seu dinheiro em falsas promessas no mercado. Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch

Reforma tributária vai deixar comida mais cara? Entenda!
Conversa de Bolso

21/04/2023 - Reforma tributária vai deixar comida mais cara? Entenda!

O setor de alimentos diz que a comida pode ficar mais cara com a reforma tributária, e pressiona para ter tratamento especial. A proposta inicial da reforma tributária do consumo é unificar impostos e ter uma taxa única. Isso acabaria com o tratamento diferenciado dado hoje à cesta básica e eliminaria benefícios tributários do agronegócio. A mudança tem gerado pressão por benefícios. Entidades ligadas ao agronegócio e à indústria de alimentos têm se movimentado para manter benefícios e isenções. Defensores da reforma dizem que todos serão beneficiados. Quem defende a reforma diz que ela vai favorecer o ambiente de negócios e acabar com distorções. Deputados já consideram criar modelo especial para alimentos. Com a pressão, a Câmara dos Deputados já considera criar um tratamento especial para o setor. Também estuda um modelo específico para o pequeno produtor, disse o coordenador do grupo de trabalho sobre o tema, deputado Reginaldo Lopes. entenda a discussão nesta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch. Ouça a conversa completa!

Imposto sobre encomendas gringas: compras ficarão mais caras?
Conversa de Bolso

14/04/2023 - Imposto sobre encomendas gringas: compras ficarão mais caras?

A Receita Federal anunciou que vai acabar com isenção de imposto para encomendas internacionais de até US$ 50 (cerca de R$ 250) entre pessoas físicas. Isso significa que qualquer compra feita da gringa (de loja ou de pessoa), de qualquer valor (R$ 5 mil ou R$ 70) terá cobrança de imposto. Segundo a Receita, o benefício de isenção de taxa para encomendas de US$ 50 é, atualmente, válido apenas para compra e venda entre pessoas físicas. As vendas de empresa para pessoa física já tinham incidência de imposto. A proposta é que não haja mais distinção de vendedor ou de valor: qualquer transação será taxada. O imposto equivale a 60% sobre o valor aduaneiro da encomenda, que soma o valor da compra e o preço do frete. Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch. 

5 dicas para quem pretende se aposentar cedo
Conversa de Bolso

08/04/2023 - 5 dicas para quem pretende se aposentar cedo

O caminho para cumprir a meta de se aposentar cedo não é nada fácil, mas alguns hábitos podem te ajudar nessa missão. É sobre esse assunto que o comentarista Felipe Storch trata nesta edição do "Conversa de Bolso". O site "Business Insider" separou algumas dicas que todo mundo pode colocar em prática no dia a dia para parar de trabalhar antes do tempo. Acompanhe!

Real digital: para que serve e quem pode usar nova forma de dinheiro do BC
Conversa de Bolso

17/03/2023 - Real digital: para que serve e quem pode usar nova forma de dinheiro do BC

O Banco Central começou nesta semana o projeto-piloto do real digital. O real digital é a versão digital da moeda brasileira, mas não é uma criptomoeda. O real digital vai ser um sistema com duas moedas: uma de atacado (chamada de real digital), que será usada para pagamentos entre o BC e instituições financeiras autorizadas, e uma de varejo (chamada de real tokenizado), que será emitida pelo mercado e vai chegar ao consumidor final. A principal diferença entre as criptomoedas e o real digital é que ele vai ser regulado. O valor das moedas é sempre o mesmo: um real digital equivale a R$ 1. Tema para essa edição do "Conversa de Bolso", com o comentarista Felipe Storch. 

Como ter conta prata ou ouro no Gov.br para recuperar o dinheiro perdido em bancos
Conversa de Bolso

10/03/2023 - Como ter conta prata ou ouro no Gov.br para recuperar o dinheiro perdido em bancos

Cidadãos com dinheiro "esquecido" em bancos e financeiras que precisam acessar o SVR (Sistema Valores a Receber) do Banco Central para receber os valores e contribuintes que pretendem autorizar terceiros a fazerem a declaração de Imposto de Renda 2023 precisam ter conta no sistema Gov.br nível prata ou ouro. O selo deve ser maior que o bronze — porta de entrada do Gov.br — para trazer mais proteção e segurança aos dados do contribuinte. Segundo o governo federal, a conta gov.br é um meio de acesso do usuário aos serviços públicos que são oferecidos de forma digital. Essa conta garante a identificação de cada cidadão que acessa os serviços. Tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com Felipe Storch.

Bancos promovem feirão para negociar dívidas. Conheça dicas para não ficar no vermelho
Conversa de Bolso

03/03/2023 - Bancos promovem feirão para negociar dívidas. Conheça dicas para não ficar no vermelho

Os bancos de todo o país iniciaram em 1º de março um mutirão de renegociação de dívidas de seus clientes. Promovida pela Federação Brasileira de Bancos em parceria com o Banco Central, a ação vai até o dia 31 de março. Será possível renegociar débitos em atraso diretamente com os bancos. Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Felipe Storch dá 5 dicas para evitar a dívida e 5 dicas para sair do vermelho.

Os maiores erros de cada perfil de investidor
Conversa de Bolso

24/02/2023 - Os maiores erros de cada perfil de investidor

Investir não é um bicho de sete cabeças, como já vimos em edições anteriores do Conversa de Bolso. Nesta sexta-feira (24), o comentarista Felipe Storch fala sobre os erros de cada perfil de investidor. De acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Ambima), o perfil do investidor é definido por 4 características: tolerância ao risco, situação financeira, conhecimento de mercado e objetivos. São eles: conservador, moderado e arrojado.

Conheça o título do Tesouro Direto para quem quer complementar aposentadoria
Conversa de Bolso

17/02/2023 - Conheça o título do Tesouro Direto para quem quer complementar aposentadoria

O governo lançou em dezembro passado um novo título do Tesouro Direto para investidores que querem complementar a aposentadoria. O chamado Tesouro RendA+ será corrigido mensalmente pela inflação e o interessado deve escolher uma data para começar a receber a renda extra, que será paga por 20 anos/240 meses. Mas como é possível começar a investir no novo título? Quais as diferenças de uma previdência privada? Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Felipe Storch traz todos os detalhes sobre a nova forma de investimento.

Tira-dúvidas: como se prevenir dos golpes e as melhores estratégias na Bolsa de Valores
Conversa de Bolso

03/02/2023 - Tira-dúvidas: como se prevenir dos golpes e as melhores estratégias na Bolsa de Valores

O CBN Vitória continua falando de um assunto que está em alta: a Bolsa de Valores. Na semana passada, no Conversa de Bolso, Felipe Storch explicou que não precisa de valores altos para começar a investir. Muitos ouvintes comentaram a respeito do assunto e mandaram dúvidas, que envolvem risco de golpes e as melhores estratégias para ter sucesso na área. Confira!

Afinal, quanto preciso no bolso para investir na Bolsa?
Conversa de Bolso

27/01/2023 - Afinal, quanto preciso no bolso para investir na Bolsa?

Dicas de como investir com entrada baixa. Será, por exemplo, que 100 reais é uma quantia suficiente para se começar a investir na Bolsa? Este é o tema em destaque nesta edição do "Conversa de Bolso". O comentarista Felipe Storch traz dicas e orientações para quem deseja começar a investir no mercado financeiro. Ouça a conversa completa!

Saiba por onde começar: 7 dicas para fazer o seu orçamento pessoal!
Conversa de Bolso

20/01/2023 - Saiba por onde começar: 7 dicas para fazer o seu orçamento pessoal!

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch traz dicas práticas para quem deseja começar a tarefa de fazer um orçamento pessoal. Que tal aprender a categorizar suas despesas e colocar as receitas e despesas na ponta do lápis? Ouça!

Os principais gastos do começo de ano e como organizar as finanças!
Conversa de Bolso

13/01/2023 - Os principais gastos do começo de ano e como organizar as finanças!

Começo de ano chegou e, com ele, uma lista de novas contas para pagar: Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), além das taxas de mensalidade e rematrícula de escolas e universidades e dos gastos com material escolar. Diante desse cenário, nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Felipe Storch orienta como organizar as finanças e tentar achar um equilíbrio no pagamento das dívidas. Ouça a conversa completa!

Preço do prato feito e do café da manhã: alimentos básicos ficaram mais caros em 2022
Conversa de Bolso

06/01/2023 - Preço do prato feito e do café da manhã: alimentos básicos ficaram mais caros em 2022

E temos estreia hoje no Conversa de Bolso. Neyla Tardin da lugar agora a Felipe Storch, novo comentarista da Rádio CBN Vitória. Felipe Storch Damasceno é economista e doutor em ciências contábeis e professor universitário. Nesta edição do Conversa de Bolso, o assunto é o aumento do prato feito e do café da manhã para este ano. Os alimentos básicos do brasileiro ficaram mais caros em 2022? Felipe Storch explica. Ouça a conversa completa!

Tesouro lança título para aposentadoria: saiba se vale a pena investir
Conversa de Bolso

30/12/2022 - Tesouro lança título para aposentadoria: saiba se vale a pena investir

O Tesouro Direto lançou o Tesouro Renda+, um título corrigido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e com pagamento de parcelas mensais e fixas, também corrigidas pelo IPCA, durante 20 anos (o mesmo que 240 meses), a partir de uma determinada data. A ideia é fazer do Renda+ uma fonte de recursos complementares à dinheiro da aposentadoria do INSS, cujo teto estará em torno de R$ 7600 a partir de 2023. Tema para a comentarista Neyla Tardin, nesta edição do “Conversa de Bolso”.

Congresso aprova salário mínimo já defasado para a necessidade brasileira
Conversa de Bolso

23/12/2022 - Congresso aprova salário mínimo já defasado para a necessidade brasileira

O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira (22) o Orçamento de 2023. O texto já havia passado pela Comissão Mista de Orçamento e, com a aprovação pelo plenário, segue para sanção presidencial. Entre outros pontos, o texto prevê o pagamento de R$ 600 do Bolsa Família em 2023 (a proposta do governo Bolsonaro previa R$ 405); adicional de R$ 150 por criança de até seis anos e salário mínimo de R$ 1.320,00 em 2023 (a proposta do governo Bolsonaro previa R$ 1.302,00). Mesmo com o aumento, para muitos a impressão é de que a conta não fecha. O valor destinado às compras de supermercado, por exemplo, já não dá mais para todos os itens que comprava antes. Nesta edição do "Conversa de Bolso", a comentarista Neyla Tardin explica como é feito o cálculo para se chegar ao salário mínimo e a relação realidade-necessidade. Ouça a conversa completa!

Investiu FGTS na Eletrobras? Já é possível migrar para fundos que compram qualquer tipo de ação
Conversa de Bolso

16/12/2022 - Investiu FGTS na Eletrobras? Já é possível migrar para fundos que compram qualquer tipo de ação

Uma das perguntas mais comuns entre os trabalhadores que usaram recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para a compra ações da Eletrobras era quando seria possível movimentar o dinheiro. A primeira barreira acabou de ser superada: passados seis meses da operação que resultou na privatização da companhia, agora é possível transferir os recursos aplicados na Eletrobras por meio de Fundos Mútuos de Privatização (FMPs) – para outras carteiras do tipo, como as que compram papéis da Vale ou da Petrobras. O tema é destaque nesta edição do "Conversa de Bolso", com a comentarista Neyla Tardin.

Que tipo de renda fixa é melhor: prefixada ou pós-fixada?
Conversa de Bolso

09/12/2022 - Que tipo de renda fixa é melhor: prefixada ou pós-fixada?

Para quem está começando a montar uma carteira de investimentos provavelmente teve dúvidas ao escolher entre renda fixa prefixada ou pós-fixada. Afinal, com tantas oscilações na Taxa Selic, qual é a melhor alternativa? Como compreender a diferença entre um título que rende 112% do Certificado de Depósito Interbancário (CDI) e um que rende 15% ao ano? Qual dos dois é mais rentável? A comentarista Neyla Tardin trata nesta edição do “Conversa de Bolso”.

Fique de olho: erros que muitos cometem na hora de investir e como evitá-los!
Conversa de Bolso

05/12/2022 - Fique de olho: erros que muitos cometem na hora de investir e como evitá-los!

Investir no mercado financeiro exige dedicação, paciência e conhecimento, apontam os especialistas. É comum que tanto investidores iniciantes como os mais experientes comentam falhas em busca de melhores rendimentos ou da tão sonhada meta de viver de renda. Por isso, mais do que dar um passo à frente ou terceirizar a gestão do seu patrimônio, é preciso ficar atento para não passar algum deslize despercebido no dia a dia. Nesta edição do "Conversa de Bolso", a comentarista Neyla Tardin explica os erros que custam caro no bolso do investidor e, claro, como evitá-los.

Black Friday: dicas para economizar e não cair em golpes de sites falsos
Conversa de Bolso

29/11/2022 - Black Friday: dicas para economizar e não cair em golpes de sites falsos

O site Reclame Aqui, portal que registra reações de consumidores brasileiros a compras no varejo, perguntou aos seus usuários o que eles acham da Black Friday, promoção nacional que acontece nesta sexta-feira (25). 56,6% dos respondentes disseram não acreditar que a Black Friday tem descontos de verdade. “Tudo pela metade do dobro” é uma brincadeira popular que se ouve por aí, quando falamos dessa temporada. Mas quem tem intenção de comprar algo na Black Friday o faz porque ou encontrou algo com “preço bom” ou porque vão aproveitar a data para adiantar a compra de presentes de Natal, segundo o Reclame Aqui. Independentemente se a Black Friday dá desconto ou não, se você decidir comprar por esses dias, saiba que o período é muito sujeito à ação de golpistas, em especial na Internet. Há desde a criação de páginas falsas que simulam e-commerce até perfis falsos em redes sociais. Ouça a participação da comentarista Neyla Tardin.

Pix completa dois anos de funcionamento; o que mudou nesse tempo?
Conversa de Bolso

18/11/2022 - Pix completa dois anos de funcionamento; o que mudou nesse tempo?

O Pix completou dois anos nesta quarta-feira (16).  Ao longo desse tempo de funcionamento, se consolidou como o meio de pagamento mais utilizado pelos brasileiros. De 16 de novembro de 2020, data em que começou a funcionar no país, até o último dia 30 de setembro, foram 26 bilhões de transações feitas no sistema financeiro nacional, com valores atingindo R$ 12,9 trilhões. Levantamento feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), com base em números do Banco Central, mostram que em seu primeiro mês de funcionamento, o PIX ultrapassou as transações feitas com DOC (Documento de Crédito). Em janeiro de 2021, superou as transações com TED (Transferência Eletrônica Disponível). Em março do mesmo ano passou na frente em número de transações feitas com boletos. Um mês depois, ultrapassou a soma de todos eles. É sobre o assunto que Neyla Tardin trata nesta edição do Conversa de Bolso. Ouça a conversa completa!

Liquidação na Bolsa: vale a penas comprar ações que estão baratas hoje?
Conversa de Bolso

11/11/2022 - Liquidação na Bolsa: vale a penas comprar ações que estão baratas hoje?

A Bolsa de Valores Brasileira sacodiu bastante nos últimos dias pós-eleição presidencial, com retornos negativos em vários setores da economia. Apenas ontem, dia 10 de novembro, o índice com os papéis mais líquidos do pregão, o Ibovespa, caiu 3,4%, a menor queda diária em um ano. O mercado financeiro reagiu mal ao aos sinais de irresponsabilidade fiscal emitidos pelo novo presidente.

Twitter ajudar investidor a decidir sobre compra e venda de ativos
Conversa de Bolso

04/11/2022 - Twitter ajudar investidor a decidir sobre compra e venda de ativos

Quanto vale uma empresa? Como sabemos que a Petrobras ou qualquer outra empresa vale bilhões ou milhões de reais? Como chegamos essas cifras que parecem voláteis e algumas vezes irreais? Como uma startup, empresa jovem de três de existência que consumiu apenas R$ 30 mil dos sócios fundadores para começar a existir, consegue um venture capital da ordem de milhões no mercado? O que faz uma firma virar um unicórnio (nome dado a startups de crescimento exponencial)? A resposta a todas essas perguntas gira em torno de um único conceito: expectativa de geração de fluxo de caixa futuro.

Comprar um carro ou um iPhone 14? Entenda a inflação do dia a dia
Conversa de Bolso

21/10/2022 - Comprar um carro ou um iPhone 14? Entenda a inflação do dia a dia

O cobiçado Iphone custa hoje o mesmo que um automóvel usado e popular no Brasil. Sai por duas vezes o valor de uma geladeira de duas portas, inox, item de luxo na cozinha. Sai por 10,25 vezes o valor do salário mínimo (dez meses de trabalho apenas para pagar o celular). Exatamente o preço de uma moto. Enfim, o item sempre foi de luxo, mas agora cabe grupos de consumidores ainda mais seletos no Brasil. Tema  em destaque no "Conversa de Bolso", com Neyla Tardin!

Bancão ou fintech: quem dá mais dinheiro para o consumidor e para investidor?
Conversa de Bolso

14/10/2022 - Bancão ou fintech: quem dá mais dinheiro para o consumidor e para investidor?

A concorrência faz um bem enorme para economia. As fintechs democratizaram o sistema financeiro no Brasil, bancarizando cidadãos e desburocratizando processos de abertura de conta, concessão de crédito e investimentos. Até o início dos anos 2000, ninguém acreditava ser possível um banco ter um bom atendimento. Horas de fila para ser atendido pelo caixa. Muitos municípios possuem ainda a famosa lei dos 15 minutos, que limita em 15 minutos o tempo de espera máximo do cliente em fila de atendimento, e 30 minutos em horário de pico. Na década passada, o Banco do Brasil foi condenado pela 10ª Turma Recursal de Belo Horizonte a indenizar um cliente em R$ 5 mil, por tê-lo feito esperar muito. Outros bancões passaram pela mesma situação.

Conheça as armadilhas das boas pagadoras de dividendos
Conversa de Bolso

07/10/2022 - Conheça as armadilhas das boas pagadoras de dividendos

Vale, Petrobras, Itaú, Banco do Brasil, Taesa. O que ações dessas companhias têm em comum? São papéis bons pagadores de dividendos. Dividendos são pedaços do lucro líquido que a companhia distribui conforme um calendário de pagamentos conhecido pelo mercado. O investidor que compra esse tipo de ações recebe um caixa, depositado em conta corrente, livre de imposto de renda, de vez em quando. O dividend yield esperado da Petrobras (PETR4, papel preferencial, a preço de hoje), por exemplo está em 32%. Ou seja, 32% do que você pagar pela ação da companhia será revertido em caixa para você, durante o ano, em forma de dividendo esperado, caso você não venda a ação nesse meio tempo. Ouça a análise da nossa comentarista Neyla Tardin.

Com a deflação, a poupança está rendendo mais?
Conversa de Bolso

30/09/2022 - Com a deflação, a poupança está rendendo mais?

Não adianta insistir, a rentabilidade da caderneta de poupança continua de mal a pior mesmo com a baixa consecutiva da inflação nos últimos dois meses. Os preços dos combustíveis caíram e puxaram para baixo a inflação oficial, o IPCA, mas isso não foi suficiente para virar a mesa da poupança: em agosto, o rendimento real foi de -1,85% ao ano; em julho foi de -3,52% ao ano. Apesar disso, milhares de brasileiros ainda utilizam a poupança como investimento, há R$ 985 bilhões na caderneta, segundo o Banco Central. Em taxas nominais, a poupança rende 6,5% ao ano + TR, e a taxa referencial não tem passado de 1% ao ano. A inflação superou esse patamar, por isso falamos que a rentabilidade real da poupança é negativa. A caderneta rendeu negativos 8,86% desde agosto de 2020, em taxas reais, segundo levantamento da base de dados Economática. É como se você tivesse colocado R$ 100 na poupança em agosto de 2020, e hoje, dois anos depois, tivesse R$ 91,14 de saldo, em termos de paridade de poder de compra. Se não a caderneta, quem? Há opções de renda fixa para investidores avessos ao risco. A Selic, a taxa básica de juros, está em 13,75%, e papéis de LCA (Letras de Crédito Agrícola) e LCI (Letras de Crédito Imobiliário), isentos de impostos, costumam garantir retornos superiores ao da caderneta. Esses retornos podem ser prefixados ou pós-fixados. Há LCA na prateleira remunerando 12,35% ao ano ou 96% do CDI (taxa de depósito interbancário). Há também os CRAs (Certificados de Recebíveis do Agronegócio) e CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários), como segunda opção. São também isentos de impostos, mas não são cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que protege o patrimônio de pessoas que investem em até R$ 250 mil. Não possuem liquidez diária, ou seja, o resgate só pode ser feito no vencimento. E renda variável, vale a pena? O mercado vai sacodir muito nos próximos meses, por conta das eleições. A volatilidade dos retornos tende a ser alta em especial para empresas de tecnologia e de consumo. Isso pode revelar boas oportunidades de compra, mas bolsa é longo prazo, sempre. Empresas que pagam dividendos podem ser boas geradoras de caixa para quem quer renda variável e algum caixa no curto prazo. Ouça as dicas da comentarista Neyla Tardin.

É possível viver de renda com o prêmio da mega-sena?
Conversa de Bolso

16/09/2022 - É possível viver de renda com o prêmio da mega-sena?

Ganhar na Mega-Sena, modalidade lotérica que sorteia prêmios multimilionários, é o sonho de muitos brasileiros. Mas para garantir o prêmio, o apostador deve acertar as seis dezenas sorteadas. Mas, afinal, o que fazer com essa fortuna de milhões? Como garantir que o dinheiro dure para a vida toda? Tema para Neyla Tardin nesta edição do Conversa de Bolso.

Por que tanta gente gasta mais do que ganha?
Conversa de Bolso

09/09/2022 - Por que tanta gente gasta mais do que ganha?

Pesquisa recente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), divulgada dias atrás, aponta que quase 80% das famílias brasileiras estão endividadas, ou seja, têm hoje alguma compra parcelada ou financiamento. A CNC entende como dívida: cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, consignado, empréstimo pessoal, prestação de casa ou de carro. Oito em cada dez famílias gastam mais do que ganham todos os meses. Isso é bom ou ruim? Tema para Neyla Tardin, nesta edição do "Conversa de Bolso".

Compra de imóveis com dinheiro vivo? Entenda a polêmica
Conversa de Bolso

02/09/2022 - Compra de imóveis com dinheiro vivo? Entenda a polêmica

Na política brasileira, o dinheiro vivo, guardado em espécie, já encontrou morada em paredes ocas de casas de condomínios de luxo, em malas de viagem, na gaveta e até em cueca de senador. No fim das contas, perguntou o presidente da República, qual o problema de se pagar um imóvel milionário em cash? Vamos ao debate. Acompanhe a análise da comentarista Neyla Tardin.

Carteira de investimentos: posso comprar ativos e esquecê-los por lá?
Conversa de Bolso

12/08/2022 - Carteira de investimentos: posso comprar ativos e esquecê-los por lá?

Taxas de juros em alta, produtos mais caros, isso no mundo todo. O investidor se pergunta que ativos colocar em sua carteira e por quanto tempo deve mantê-los, de forma a se proteger das oscilações e aumentar as chances de auferir uma renda futura. Escolher o melhor conjunto de ações entre milhares à venda, em diferentes mercados, é difícil. E montar um portfólio de investimentos não pode ser nunca “buy and forget”, mas se o foco é longo prazo, o “buy and hold” funciona bem. Ou seja, é preciso manter o hábito do investimento, mas rebalancear a carteira de tempos em tempos, ou seja, ajustar os pesos dos ativos no portfólio e trocar ativos se for necessário. “O mercado de ações é um dispositivo para transferir dinheiro dos impacientes para os pacientes.” Essa frase é atribuída a um dos mais conhecidos investidores do mundo Warren Buffet. Aos 30 anos de idade, alcançou seu primeiro milhão de dólares. Seu salário médio na época era de $ 5.400 dólares. Aos 60 anos de idade, a fortuna de Buffet já estava na ordem dos bilhões. Paciência e conhecimento. Essa é a análise da comentarista Neyla Tardin.

Aposentadoria: de quanto dinheiro preciso para me aposentar?
Conversa de Bolso

05/08/2022 - Aposentadoria: de quanto dinheiro preciso para me aposentar?

Aposentadoria e seu dinheiro! Que tal chegar à aposentadoria e ter cerca de R$ 1 milhão investido? Parece um bom valor, mas será que é o suficiente? Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin explica como calcular hoje para descobrir o valor ideal na sua aposentadoria. Confira as explicações completas!

Retorno do FGTS perde para inflação pela 1ª vez desde 2016
Conversa de Bolso

29/07/2022 - Retorno do FGTS perde para inflação pela 1ª vez desde 2016

Após alcançar um lucro de R$ 13,3 bilhões em 2021, trabalhadores com contas vinculadas ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) receberam a notícia de que vão ter acesso a cerca de 99% do lucro líquido obtido pelo fundo, com base nos resultados de 2021. Números mostram que o retorno que deve ser oferecido pelo FGTS em 2021 vai ficar abaixo da inflação pela primeira vez desde 2016. Ou seja, ao deixar o dinheiro no fundo, o investidor estará perdendo poder de compra, que será corroído pelo avanço da alta de preços. Tema para Neyla Tardin, nesta edição do "Conversa de Bolso". Ouça a conversa completa!

Passagens aéreas têm alta de 70%; saiba como economizar
Conversa de Bolso

22/07/2022 - Passagens aéreas têm alta de 70%; saiba como economizar

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin traz como destaque que, desde o início da pandemia, andar de avião ficou mais caro e menos acessível para o brasileiro. O setor foi um dos que mais sofreu com a crise econômica, com suspensões temporárias das atividades e é afetado pelo aumento expressivo do preço do querosene de aviação, em função da cotação internacional do petróleo. Mas para quem deseja planejar a viagem de fim de ano escolhendo melhor preços e passagens, como fazer? Há dicas? A comentarista tem as explicações!

Passagens aéreas têm alta de 70%; saiba como economizar
Conversa de Bolso

22/07/2022 - Passagens aéreas têm alta de 70%; saiba como economizar

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin traz como destaque que, desde o início da pandemia, andar de avião ficou mais caro e menos acessível para o brasileiro. O setor foi um dos que mais sofreu com a crise econômica, com suspensões temporárias das atividades e é afetado pelo aumento expressivo do preço do querosene de aviação, em função da cotação internacional do petróleo. Mas para quem deseja planejar a viagem de fim de ano escolhendo melhor preços e passagens, como fazer? Há dicas? A comentarista tem as explicações!

Almoçar fora ou comprar no supermercado: o que dói menos no bolso?
Conversa de Bolso

15/07/2022 - Almoçar fora ou comprar no supermercado: o que dói menos no bolso?

Notícias sobre o efeito da inflação no bolso do consumidor não param de chegar: o índice oficial de inflação (IPCA) já rompeu a barreira dos 10% ao ano desde 2021, e a política fiscal brasileira dá sinais de que a alta de preços não dará trégua, após a distribuição de auxílios emergenciais acima do teto orçamentário à população. Estimativa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) diz que as famílias beneficiadas pretendem gastar mais da metade do auxílio em compras com supermercados. Ao distribuir renda sem previsão no orçamento, o Estado escolheu expansão monetária em detrimento do corte de gastos públicos. Desse jeito, o dragão inflacionário não vai embora tão cedo. Assim, os gastos com alimentação tornam-se ponto crítico do orçamento doméstico, para as famílias que querem evitar gastos excessivos ou o endividamento crônico. Nesse atual patamar de preços, vale a pena botar na ponta do lápis algumas simulações: almoçar fora ou comprar no supermercado? Ouça Neyla Tardin!

Parcelas de 12x sem juros no cartão desaparecem. Quais as melhores formas de pagamento?
Conversa de Bolso

08/07/2022 - Parcelas de 12x sem juros no cartão desaparecem. Quais as melhores formas de pagamento?

Ao comprar em qualquer loja, é comum ouvir a pergunta "quer parcelar?" Uma pesquisa feita pela Gmattos, uma consultoria, aponta que somente 17,2% das lojas oferecem o parcelado em 12 vezes sem juros, enquanto há cinco anos a taxa era de 85%. Será que há risco deste meio de pagamento deixar de ser ofertado no mercado? Especialistas apontam: o parcelamento sem juros pode embutir a taxa nas prestações, mas muitas vezes o produto é vendido pelo mesmo preço pago à vista. Tema para esta edição do "Conversa de Bolsa", com Neyla Tardin.

Vaquinha online para empreendedor tem novas regras
Conversa de Bolso

01/07/2022 - Vaquinha online para empreendedor tem novas regras

Empreender no Brasil requer coragem e gosto pelo risco. Quem mantém um negócio próprio no país deve aprender a lidar com uma carga tributária das mais altas do mundo, com obrigações acessórias específicas e voláteis (as normas parecem mudar o tempo todo) e com parâmetros macroeconômicos poucos amistosos nos dias de hoje: baixo crescimento, alta inflação, juros altos do crédito para crescer. Mas, que bom, ainda há muita gente empreendendo no país, derrubando barreiras e acreditando em um sonho que pode gerar emprego e renda a outras pessoas. Ouça a análise da comentarista Neyla Tardin.

Carro, táxi ou Uber? E os elétricos? Qual escolha dói menos no bolso?
Conversa de Bolso

24/06/2022 - Carro, táxi ou Uber? E os elétricos? Qual escolha dói menos no bolso?

Carro, táxi ou Uber? E os elétricos? Qual escolha dói menos no bolso? Desde o último sábado (18), os combustíveis estão mais caros no Brasil. A Petrobras elevou o valor da gasolina vendida às distribuidoras de de R$ 3,86 para R$ 4,06 - alta de 5,18%. Para o diesel, preço subiu de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro - alta de 14,26%. Ou seja, abastecer o carro vai pesar ainda mais no bolso do consumidor. Neste meio tempo, o ano de 2035 deverá marcar o fim da venda de carros novos com motores a combustão na Europa, já que o Parlamento Europeu votou para proibir a venda de veículos novos movidos à combustíveis fósseis a partir desta data. Assunto para Neyla Tardin, nesta edição do Conversa de Bolso.

Endividamento crônico: saiba o que fazer para romper esse ciclo
Conversa de Bolso

17/06/2022 - Endividamento crônico: saiba o que fazer para romper esse ciclo

Inflação, juros altos, diminuição do poder de compra... O cenário econômico atual tem feito com que muitas famílias estejam no chamado cenário de endividamento crônico, com contas em atraso e tendo que recorrer a empréstimos consignados, por exemplo. Pensando nisso, nesta edição do "Conversa de Bolso" explica o que você pode fazer para tentar romper esse ciclo e não deixar seu nome no vermelho. Ouça a conversa completa!

Trader? Conheça os cargos e o caminho para seguir carreira no mercado financeiro
Conversa de Bolso

10/06/2022 - Trader? Conheça os cargos e o caminho para seguir carreira no mercado financeiro

Nesta edição do Conversa de Bolso, Neyla Tardin fala sobre como seguir uma carreira no mercado financeiro. Ela destaca quais são os principais cargos e os mais bem pagos e fala sobre as certificações necessárias para trabalhar na bolsa de valores. Além disso, a comentarista explica o que é um "trader", profissão abominada por muitos mas que é fundamental para o funcionamento do mercado. Acompanhe!

Vale a pena investir o seu FGTS em ações da Eletrobras? Entenda
Conversa de Bolso

03/06/2022 - Vale a pena investir o seu FGTS em ações da Eletrobras? Entenda

Trabalhadores que tenham recursos no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) poderão utilizar parte do seu saldo para comprar ações da Eletrobras no processo de privatização da empresa. O período de reserva das ações começa nesta sexta-feira (3) e segue até 8 de junho. Interessados na compra podem aportar de R$ 200, valor mínimo, até o máximo de 50% do saldo do FGTS. A compra se dará pelos chamados "fundos mútuos de privatização", dispositivo criado nos anos 2000 e já usado pelo governo na venda de papéis de outras estatais. Tema para esta edição do "Conversa de Bolso" com Neyla Tardin: vale a pena investir o seu FGTS em ações da Eletrobras? Ouça a conversa completa!

Seguros de vida crescem na pandemia: saiba como evitar ciladas
Conversa de Bolso

27/05/2022 - Seguros de vida crescem na pandemia: saiba como evitar ciladas

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin traz como destaque um mercado quem vem ganhando mais adeptos nos últimos anos, sobretudo, diante da pandemia: o seguro de vida. Entre 2019 e 2020 houve alta de 11,3% nos prêmios (valor que os segurados pagam às seguradoras), e de 2020 para 2021, a subida foi de 17,5%, segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão que regula o setor. O produto inclui coberturas para morte, invalidez, acidentes pessoais e doenças graves. A que detalhes a pessoa deve ficar atenta com relação a esse tipo de serviço? Ouça as explicações completas!

Dinheiro na poupança "encolhe" há 20 meses seguidos; entenda
Conversa de Bolso

20/05/2022 - Dinheiro na poupança "encolhe" há 20 meses seguidos; entenda

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin traz como destaque a informação de que a poupança completou 20 meses seguidos de perdas para a inflação. Ou seja, quem tem dinheiro na modalidade de investimento mais popular do país está perdendo poder de compra há quase 2 anos. Mas onde colocar o dinheiro? Em abril, a rentabilidade da poupança foi de 0,56% em termos nominais, enquanto a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 1,06%, a maior taxa em 26 anos.  Com isso, a caderneta teve um retorno negativo de -0,50% no mês. No acumulado em 12 meses até abril, a poupança teve um rendimento real negativo (descontada a inflação) de 6,58%, perda maior do que a observada nos 12 meses até março (-6,20%), segundo levantamento da provedora de informações financeiras Economatica. Ouça a conversa completa!

Entenda o que são debêntures e como funcionam
Conversa de Bolso

13/05/2022 - Entenda o que são debêntures e como funcionam

Desde a última segunda-feira, dia 9, o investidor que tem debêntures em sua carteira pode acompanhar a oscilação de preços desses títulos junto à plataforma da B3. A Bolsa desenvolveu um método proprietário de precificação desses papéis, que permitirá que a própria pessoa física, que ainda não tem sua posição marcada a mercado pelas corretoras e plataformas, acompanhe. O serviço permitirá que investidor pessoa física tenha uma referência de valores, que o auxiliará na decisão de compra e venda dos papéis. Tema par Neyla Tardin, nesta edição do "Conversa de Bolso". A comentarista explica que a debênture é titulo de renda fixa, mas não emitido pelo governo, emitido por empresas.

Selic a 12,75% ao ano: como e onde investir?
Conversa de Bolso

06/05/2022 - Selic a 12,75% ao ano: como e onde investir?

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin aborda que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu nesta semana elevar a Selic de 11,75% para 12,75%. E a expectativa do mercado é que o Banco Central faça ao menos mais uma alta em junho. De forma prática, onde investir para obter o melhor retorno? E quais opções ficam mais atrativas e quais ficam menos? Ouça as explicações completas!

O que é a recompra de ações e quais são as vantagens para investidores
Conversa de Bolso

29/04/2022 - O que é a recompra de ações e quais são as vantagens para investidores

Na última quarta-feira (27), a mineradora Vale anunciou um novo programa para recomprar 500 milhões de ações negociadas no mercado financeiro - o equivalente a 10% do total de seus papéis em circulação. Considerando a última cotação, a companhia deve pagar R$ 84 por ação, ou seja, vai destinar um total de R$ 42 bilhões para a recompra ao longo de 18 meses. Mas qual é o interesse das companhias em recomprar suas ações oferecidas na bolsa de valores? Quem explica é Neyla Tardin, nesta edição do Conversa de Bolso. Acompanhe!

Quando vale a pena consumir usando cartões de crédito?
Conversa de Bolso

22/04/2022 - Quando vale a pena consumir usando cartões de crédito?

A circulação de dinheiro vivo na economia, de mão em mão no comércio, tem diminuído a cada dia com o aumento das transações via PIX e cartões. O volume transacionado via cartões cresceu 33% entre 2020 e 2021, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). A pergunta é: quando vale a pena consumir usando cartões de crédito? Os cartões oferecem resgate de pontos, cashback, troca por produtos, mas há muitas vezes anuidades e gastos mínimos envolvidos. É sobre esse assunto que Neyla Tardin trata nesta edição do "Conversa de Bolso". Ouça a conversa completa!

Novos títulos de renda fixa chegam ao mercado
Conversa de Bolso

15/04/2022 - Novos títulos de renda fixa chegam ao mercado

Nesta edição do "Conversa de Bolso", a comentarista Neyla Tardin traz como destaque a informação de que muita gente acha que quem investe em um título de renda fixa conhece a rentabilidade que o ativo entregará no momento da compra. "Isso é verdade apenas se o título for prefixado e o resgate do dinheiro for única e exclusivamente feito no vencimento", aponta Neyla. Neste mês de abril, o Tesouro Direto, que emite títulos de renda fixa como forma de financiamento do governo federal, modificou seu portfólio de títulos, com novos vencimentos, cupons semestrais e alíquotas de juros. Acompanhe!

Ações que pagam dividendos: vale a pena comprar?
Conversa de Bolso

08/04/2022 - Ações que pagam dividendos: vale a pena comprar?

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin traz como destaque a informação de que noventa empresas, entre as mais de quatrocentas listadas na bolsa de valores, distribuíram dividendos aos seus acionistas no primeiro trimestre de 2022, segundo um levantamento da "Comdinheiro" feito a pedido do "InfoMoney". Entre as dez companhias que mais distribuíram dividendos aos investidores no primeiro trimestre estão: Vale, Santander, Banco do Brasil, Itaúsa, Klabin, BB Seguridade, BTG, B3, Weg e Suzano. A comentarista analisa se ações que pagam dividendos valem a pena. Ouça a conversa completa!

Quatro mitos sobre os serviços financeiros
Conversa de Bolso

01/04/2022 - Quatro mitos sobre os serviços financeiros

Nesse 1º de abril, a ideia é conhecer alguns mitos e verdades sobre serviços financeiros prestados por bancos, corretoras, fintechs ou financeiras. O objetivo aqui é ajudar o ouvinte a fazer escolhas conscientes sobre a contratação de serviços financeiros. Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo mostra que 78% das famílias brasileiras fecharam o mês de março com alguma dúvida, e que a inadimplência chegou a quase 30% das famílias. Inadimplência requer que alguma conta a pagar esteja em atraso. O endividamento é maior do que o registrado no mesmo período do ano anterior, e o cartão de crédito é o principal componente desse endividamento, entre as famílias de maior renda, e entre as famílias de menor renda, as dívidas vem do crédito pessoal e do cheque especial. Se você está endividado ou pretende comprar algum serviço financeiro, abrir conta em banco, seguro, investimento em ações, atente para as dicas abaixo. As dicas são de nossa comentarista Neyla Tardin.

Dólar abaixo de R$ 5: moeda ainda está cara ou mais barata?
Conversa de Bolso

25/03/2022 - Dólar abaixo de R$ 5: moeda ainda está cara ou mais barata?

O dólar caiu pela sétima vez seguida e está cada vez mais perto de R$ 4,80. A bolsa de valores teve forte alta e fechou no nível mais alto em quase sete meses. O dólar comercial encerrou a última quinta-feira (24) vendido a R$ 4,832. A moeda norte-americana está no menor nível desde 13 de março de 2020, quando estava sendo vendida a R$ 4,81. E com essa queda, é  momento de comprar? Quem explica é a comentarista Neyla Tardin, nesta edição do Conversa de Bolso.

Dá para pagar conta de luz com criptomoeda?
Conversa de Bolso

18/03/2022 - Dá para pagar conta de luz com criptomoeda?

As criptomoedas estão ganhando um papel fundamental na economia mundial. Ao investidor, não cabe mais ficar indiferente: já passou da hora de avaliar a possibilidade de ter Ethereum (ETH) ou Bitcoin (BTC) na carteira. Pesquisa da Fundstrat Global Advisors, entidade de pesquisa em finanças sediada em Nova York, informou que investidores de venture capital compraram em torno de US$ 4 bilhões em criptomoedas, nas últimas três semanas de fevereiro deste ano. Em crises bélicas, econômicas ou sanitárias, as moedas digitais podem se tornar um refúgio para o investidor que deseja desviar-se de sanções ou de restrições de circulação da moeda oficial. Olha, esse mundo é novo. Cuidado com as tentativas de golpe, elas são muitas nesse universo, uma vez que falta regulação para a criptomoeda. Não entre em exchanges desconhecidas e procure sempre o canal de atendimento do Banco Central em caso de dúvida. Ouça a análise da comentarista Neyla Tardin.

Cresce a participação de mulheres que investem na Bolsa de Valores
Conversa de Bolso

11/03/2022 - Cresce a participação de mulheres que investem na Bolsa de Valores

De acordo com uma pesquisa realizada pela B3, a Bolsa de Valores brasileira, existem mais de 1 milhão de mulheres brasileiras investidoras. É sobre esse tema que Neyla Tardin trata nesta edição do "Conversa de Bolso". O perfil da mulher investidora e que tem ganhado espaço. E para as mulheres que desejam começar nesse universo? Quais as orientações? A comentarista tem as dicas.

Batalha PIX versus Cartões: quem ganha?
Conversa de Bolso

25/02/2022 - Batalha PIX versus Cartões: quem ganha?

O que você prefere? Pagar contas através do Pix ou usar o cartão de crédito ou débito? Será que após a criação da ferramenta do PIX em 2020, as pessoas passaram a usar menos os cartões? O que escolher na hora de realizar pagamentos? A nossa comentarista Neyla Tardin explica as principais diferenças entre as formas de pagamento no Conversa de Bolso desta sexta-feira (25). Acompanhe!

Dinheiro "esquecido": saiba como consultar, retirar e o que fazer com esse recurso
Conversa de Bolso

18/02/2022 - Dinheiro "esquecido": saiba como consultar, retirar e o que fazer com esse recurso

O Banco Central registrou 87 milhões de consultas a CPFs e CNPJs em busca de valores "esquecidos" em contas bancárias nos três primeiros dias de funcionamento do Sistema de Valores a Receber (SVR). O número considera as consultas feitas até às 18h da última quarta-feira (16). Foram 85,3 milhões de consultas por CPFs, com 17,5 milhões encontrando algum dinheiro e outros 67,8 milhões sem saldo. No caso dos CNPJs, foram 1,7 milhões de consultas, sendo 241,5 mil com saldo e 1,4 milhão sem. Com isso, cerca de 80% das consultas não encontraram recursos nessa primeira etapa. A partir de maio, começará uma nova etapa quando as pessoas serão orientadas a fazer uma nova consulta. Ouça a análise da comentarista Neyla Tardin.

Fundos de índices ou ETF: conheça o investimento que vem ganhando fôlego no Brasil
Conversa de Bolso

11/02/2022 - Fundos de índices ou ETF: conheça o investimento que vem ganhando fôlego no Brasil

As ações são os ativos mais conhecidos da bolsa de valores – mas não são os únicos negociados no pregão. Um tipo de investimento que ganha cada vez mais espaço são os ETFs (Exchange Traded Funds), ou simplesmente fundos de índices. Esse tipo de fundo tem algumas características especiais, e por isso pode ser uma alternativa para os investidores diversificarem a carteira de aplicações com pouco custo. Eles são mais conhecidos no exterior do que no Brasil, mas aos poucos começam a ter mais liquidez e a chamar atenção dos investidores locais. Um ETF nada mais é do que um fundo de investimento, ou seja, representa uma espécie de “condomínio” de investidores que aplicam seus recursos em conjunto. Ele possui, no entanto, algumas características específicas que o distingue dos fundos tradicionais. No Conversa de Bolso desta sexta-feira (11), quem traz detalhes é a comentarista Neyla Tardin. Acompanhe!

Vale a pena investir em ações em um IPO? Entenda
Conversa de Bolso

21/01/2022 - Vale a pena investir em ações em um IPO? Entenda

Nesta edição do Conversa de Bolso Neyla Tardin fala sobre os IPOs. A sigla se tornou assunto tendência no mercado financeiro, mas, afinal, o que ela representa, na prática? Em inglês, IPO é a sigla para “initial public offering”, ou “oferta pública inicial” em português. Representa a primeira vez que uma empresa receberá novos sócios realizando uma oferta de ações ao mercado. Ela se torna, então, uma companhia de capital aberto com papéis negociados no pregão da Bolsa de Valores. Investimentos em IPOs são rentáveis? Dá pra ganhar dinheiro com novatas na Bolsa? Ouça as explicações completas!

Alta da inflação reforça importância da reserva de emergência
Conversa de Bolso

14/01/2022 - Alta da inflação reforça importância da reserva de emergência

O cenário de inflação em alta no Brasil tem reforçado a importância da chamada reserva de emergência. Como conciliar as contas nesse período? Assunto para Neyla Tardin, nesta edição do Conversa de Bolso. Ouça!

Educação financeira para crianças: por onde começar?
Conversa de Bolso

07/01/2022 - Educação financeira para crianças: por onde começar?

Nesta edição do Conversa de Bolso, Neyla Tardin explica quando - e como - começar a falar sobre educação financeira com as crianças. A comentarista traz três importantes dicas. Ouça!

Fezinha de ano-novo: qual é a chance de você ganhar na loteria?
Conversa de Bolso

31/12/2021 - Fezinha de ano-novo: qual é a chance de você ganhar na loteria?

Um sonho para a maior parte dos brasileiros: começar o ano novo com muito dinheiro, ganhando na Mega da Virada! Nesta edição do "Conversa de Bolso", a comentarista Neyla Tardin analisa que o brasileiro não esquece da loteria. "É uma questão de fé, esperança. Costumo colocar na mesma sacola três 'aplicações' que não rendem nada, em valor esperado: loterias, caderneta de poupança e títulos de capitalização", explica. Mas qual é a chance de você ganhar na loteria? Ouça a análise completa!

Vai bombar em 2022? A volta por cima da renda fixa!
Conversa de Bolso

24/12/2021 - Vai bombar em 2022? A volta por cima da renda fixa!

Nesta edição do "Conversa de Bolso", a comentarista Neyla Tardin traz como destaque a informação de que o ano novo inaugura uma nova era da renda fixa. "Ela deu a volta por cima, soberana entre os investimentos, impulsionada por uma inflação de custo e por um câmbio real-dólar desfavorável. Oficialmente, voltamos aos tempos em que títulos emitidos pelo governo aparentam ter mais atratividade do que investimentos em renda variável. O Ibovespa, índice com as ações de maior liquidez na B3, bolsa brasileira, não vai muito bem, a instabilidade política é grande, e o mercado tenta antecipar o próximo presidente e precificar essa escolha. A rentabilidade da renda fixa se torna promissora, há uma migração dos investidores da Bolsa de Valores para os títulos do Tesouro Direto", explica. Ouça a análise completa!

Em alta! Os melhores negócios para abrir em 2022
Conversa de Bolso

17/12/2021 - Em alta! Os melhores negócios para abrir em 2022

Nesta edição do “Conversa de Bolso”, a comentarista Neyla Tardin aborda os melhores negócios para abrir em 2022. Vale a pena pensar no empreendedorismo? Setores ligados a tecnologia, E-commerce e logística são alguns dos quais especialistas apontam como promissores. Ouça a conversa completa!

O que muda no cálculo de rendimento da caderneta de poupança
Conversa de Bolso

10/12/2021 - O que muda no cálculo de rendimento da caderneta de poupança

Nesta edição do Conversa de Bolso, Neyla Tardin traz como destaque que com a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de elevar a taxa básica de juros (Selic) para 9,25% ao ano, o cálculo do rendimento da caderneta de poupança muda e a rentabilidade voltará à regra antiga. Ouça a conversa completa!

Décimo terceiro na conta: saiba como usar bem o seu dinheiro
Conversa de Bolso

03/12/2021 - Décimo terceiro na conta: saiba como usar bem o seu dinheiro

A primeira parcela do décimo terceiro salário caiu na conta dos trabalhadores ativos com carteira assinada até o último dia 30 de novembro. Já a segunda parcela deve chegar ao bolso dos assalariados até o dia 20 de dezembro. Mas como utilizar bem esse dinheiro? Assunto para Neyla Tardin, nesta edição do Conversa de Bolso! A comentarista dá dicas para pessoas com e sem dívidas e aponta a necessidade de uma reserva de emergência para todos.

Seu dinheiro em 2022: quais serão as tendências em investimentos
Conversa de Bolso

26/11/2021 - Seu dinheiro em 2022: quais serão as tendências em investimentos

Fim do ano chegando e esta já pode ser hora de ficar de olho nos investimentos pra 2022? A resposta é sim! E nesta edição do Conversa de Bolso, Neyla Tardin adianta quais serão os investimentos que devem "bombar" no próximo ano e que você deve ficar atento. Ouça as explicações!

Abrir um negócio próprio ou ser empregado? Conheça os riscos e benefícios
Conversa de Bolso

12/11/2021 - Abrir um negócio próprio ou ser empregado? Conheça os riscos e benefícios

Nesta edição do Conversa de Bolso, Neyla Tardin explica os riscos e os benefícios entre escolher abrir o próprio negócio ou optar por ser empregado. É preciso avaliar muitos fatores, principalmente sua disposição atual e o momento em que você e o ambiente de negócios apresentam. Além disso, se por um lado, ao abrir um negócio, você tem autonomia, pelo outro, a garantia de ganhos depende também da sua atuação - salário só é garantido no final do mês sendo empregado. Acompanhe as explicações completas!

Volta por cima da renda fixa? Como a Selic alta afeta seus investimentos
Conversa de Bolso

29/10/2021 - Volta por cima da renda fixa? Como a Selic alta afeta seus investimentos

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, na última quarta-feira (27), elevou a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual e a Selic foi para o patamar de 7,75% ao ano. Este foi o sexto aumento seguido na taxa. Agora, a Selic chega ao nível mais alto dos últimos quatro anos. O novo índice superou a estimativa do mercado financeiro na semana passada. Assunto para Neyla Tardin, nesta edição do Conversa de Bolso! A comentarista explica como a alta da Selic afeta os investimentos e analisa se a alta de juros prejudica ou beneficia as empresas. Acompanhe!

Acabou a "reserva" de emergência? Saiba o que fazer agora
Conversa de Bolso

22/10/2021 - Acabou a "reserva" de emergência? Saiba o que fazer agora

Pode parecer distante para a realidade da maior parte das pessoas, ainda mais em cenário de crise, mas um bom planejamento financeiro inclui contar com uma reserva de emergência ou de proteção. A principal finalidade deste fundo, apontam especialistas, é proteger suas aplicações financeiras de médio e de longo prazo, para que, em casos de turbulências no percurso, você tenha dinheiro para cobrir gastos e se reorganizar, sem mexer nos investimentos. Mas e quanto essa "reserva" acaba? O que fazer? Passada a crise, como recompor as economias? Tema para Neyla Tardin, nesta edição do "Conversa de Bolso". Ouça a análise completa!

Emissões de CRA em dólar a caminho; saiba como vai funcionar
Conversa de Bolso

15/10/2021 - Emissões de CRA em dólar a caminho; saiba como vai funcionar

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin traz como destaque a informação de que empresas brasileiras e investidores estrangeiros começaram a estruturar as primeiras emissões dos chamados Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) em dólar para financiar o setor produtivo, medida permitida desde abril com a sanção da lei 13.986, resultado da MP do Agro. Duas operações, envolvendo uma cerealista e uma usina de biocombustíveis, podem aportar investimentos de US$ 550 milhões por meio desses títulos. Como eles irão funcionar? Neyla explica!

Faça as contas: como negociar os reajustes de aluguel em tempos de inflação
Conversa de Bolso

08/10/2021 - Faça as contas: como negociar os reajustes de aluguel em tempos de inflação

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Neyla Tardin traz como destaque que mesmo os índices que medem a inflação também têm influências diferentes entre eles. O IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), por exemplo, tem sido maior que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e ele serve de referência para maior parte dos contratos de aluguel. De um lado inquilinos, de outro proprietários, e, entre os dois, muita conversa. É na negociação que cabem palavras novas, que não estão no contrato de aluguel, como "isenção" na hora do reajuste. Como passar as contas a limpo? A comentarista explica!

Pesando no bolso: os efeitos da inflação na compra do supermercado
Conversa de Bolso

01/10/2021 - Pesando no bolso: os efeitos da inflação na compra do supermercado

Nesta edição do "Conversa de Bolso" a comentarista Neyla Tardin explica os efeitos da inflação no consumo e nos investimentos pessoais. A inflação vem acelerando de forma insistente desde maio de 2020, chegando a quase 10% em 12 meses. Ela corrói a renda das famílias e reduz seu poder de compra, tornando mais difícil a vida dos brasileiros. O ouvinte da CBN Vitória, Wagner Zanon, é quem conversa com Neyla sobre as principais dúvidas relacionadas ao tema. Ouça a conversa completa!

Descubra qual é o seu perfil de investidor e como se comportar nos negócios
Conversa de Bolso

24/09/2021 - Descubra qual é o seu perfil de investidor e como se comportar nos negócios

Nesta edição do Conversa de Bolso, a comentarista Neyla Tardin explica qual é o perfil de investidor que pode se encaixar melhor às suas prioridades de vida. Você pode ser, por exemplo, conservador, moderado ou agressivo (também chamado de arrojado). O site "Perfil do Investidor" aponta que essa análise sobre perfil se baseia em aspectos como: "capacidade, tolerância e necessidade de se correr riscos, considerando os seus objetivos de curto, médio e longo prazo; o tempo disponível para realizá-los; a necessidade de segurança e liquidez; o retorno final almejado e o comportamento frente às incertezas". Saiba mais detalhes sobre esses perfis e qual se encaixa mais a sua realidade. Ouça as explicações completas!

Ações sustentáveis são rentáveis? Saiba como funcionam estas empresas
Conversa de Bolso

17/09/2021 - Ações sustentáveis são rentáveis? Saiba como funcionam estas empresas

Nesta edição do "Conversa de Bolso" tem novidade! Quem assume o quadro é a doutora em Contabilidade e Administração e professora da Fucape, Neyla Tardin. Em destaque, nessa estreia, a comentarista explica: ações sustentáveis são rentáveis? Como funcionam as empresas que se autodeclaram ESG? Como identificar essas empresas? O termo ESG significa "Environmental, Social and Governance" que, traduzido para o português, são palavras que indicam boas práticas relacionadas à questão ambiental, social e de governança, por exemplo. E essa preocupação também se estende a muitos investidores. Ouça a análise completa da comentarista!

Entenda: alta da Selic traz oportunidades de investimentos em renda fixa
Conversa de Bolso

27/08/2021 - Entenda: alta da Selic traz oportunidades de investimentos em renda fixa

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi destaca que a renda fixa voltou ao centro da atenção do mercado. Após quase um ano de ostracismo, com a Selic em patamares muito baixos, os novos ajustes e movimentações do Banco Central colocam os Títulos do Tesouro, CDBs (Certificados de Depósitos Interbancários), LCIs (Letras de Crédito Imobiliários) e outros ativos deste tipo na mira dos investidores. Ouça as explicações completas!

Dívida média dos brasileiros inadimplentes é maior que salário mínimo
Conversa de Bolso

20/08/2021 - Dívida média dos brasileiros inadimplentes é maior que salário mínimo

A dívida média dos brasileiros inadimplentes é maior do que o salário mínimo. É o que aponta o "Mapa da Inadimplência" do Serasa, empresa de negociação de dívidas. Em média, cada inadimplente deve R$ 3.934,38, mais de três vezes o piso nacional de R$ 1.100. Cada dívida custa, em média, R$ 1.163,52, segundo os dados de junho deste ano. É sobre esse assunto que o comentarista Fernando Galdi trata nesta edição do Conversa de Bolso. A maior fatia dessas contas em atraso é de cartão de crédito ou bancos, depois aparecem dívidas com contas de luz, água e telefone.

Em quais condições você poderá sacar o lucro do FGTS?
Conversa de Bolso

13/08/2021 - Em quais condições você poderá sacar o lucro do FGTS?

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi destaca as movimentações que envolvem o rateio do lucro do FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço). Deve ser decidido na próxima semana o valor que cada trabalhador que tem dinheiro no FGTS irá receber. O fundo teve lucro de R$ 8,5 bilhões em 2020 e parte disso será dividida entre os trabalhadores. O dinheiro não vai diretamente para o bolso e sim para a conta da pessoa no FGTS. A próxima reunião do Conselho Curador do FGTS vai acontecer no dia 17, terça-feira, quando será definido como os beneficiários serão contemplados.

Selic a 5,25%: quais as melhores alternativas para você investir hoje?
Conversa de Bolso

06/08/2021 - Selic a 5,25%: quais as melhores alternativas para você investir hoje?

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Fernando Galdi traz como destaque a informação de que o Comitê de Política Monetária (Copom) subiu a taxa de juros Selic em 1 ponto percentual na última quarta-feira (4), passando de 4,25% para 5,25% ao ano. O aumento de um ponto percentual já era esperado por parte dos analistas do mercado financeiro, que estimam a taxa em 7% ao final deste ano. Esta foi a quarta elevação consecutiva da taxa em 2021. Diante desse cenário, quais passam as ser as melhores alternativos de investimento? Galdi esclarece!

Ponto a ponto: o que é preciso para viver de renda
Conversa de Bolso

30/07/2021 - Ponto a ponto: o que é preciso para viver de renda

Viver só de renda, sem trabalhar, é um sonho de muitos capixabas, mas depende de muito planejamento e disciplina. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi aponta quanto precisa, como se organizar e onde investir para viver de renda. São quatro pontos de atenção ao se planejar: idade, prazo, salário e despesas. Em investimentos mais conservadores, como os de renda fixa, com rendimentos de 8% a 10% ao ano, dependendo do valor investido do salário, pode levar de uma a três décadas para se obter a renda passiva desejada. Ouça:

Por que você deve parar de insistir na poupança e investir em outro ativo
Conversa de Bolso

23/07/2021 - Por que você deve parar de insistir na poupança e investir em outro ativo

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica por que este pode ser o momento para você, que possui investimento em poupança, possa mover seu dinheiro para outros ativos. O comentarista explica que desde 2012, a regra que definia o rendimento da poupança mudou, o que deixou o investimento refém das variações da taxa básica de juros. Hoje, a poupança rende 70% do CDI, que é uma taxa que acompanha os juros da economia. Logo, o retorno da poupança é inferior a 3% ao ano e os ganhos são apagados pela inflação, que está na casa dos 8,9% nos últimos 12 meses. Segundo Galdi, existem produtos de renda fixa como o CDB, LCI e LCA que são seguros como a poupança e possuem uma rentabilidade melhor. Acompanhe!

Quer se aposentar com R$ 5 mil por mês? Saiba quanto investir agora!
Conversa de Bolso

16/07/2021 - Quer se aposentar com R$ 5 mil por mês? Saiba quanto investir agora!

Para a maioria da população, a aposentadoria é uma realidade do futuro, mas já é uma preocupação do presente. Isso porque o valor que será recebido mensalmente ao se aposentar vai custear as despesas até o fim da vida do cidadão. Pensando nisso, nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi vai explicar quanto a pessoa deve investir agora para se aposentar ganhando R$ 5 mil por mês. A dica principal já é conhecida: diversifique seus investimentos. Acompanhe!

Selic em 4,25%: saiba para onde devem caminhar seus investimentos
Conversa de Bolso

18/06/2021 - Selic em 4,25%: saiba para onde devem caminhar seus investimentos

Nesta edição o "Conversa de Bolso" o destaque é que o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, elevou a taxa básica de juros da economia, a Selic, de 3,5% para 4,25% ao ano nesta semana. Com a alta, apontam especialistas, o rendimento da poupança melhora, mas ela ainda deve perder da inflação. Aplicações de renda fixa mais conservadoras também voltam a apresentar melhor rendimento, mas os investidores devem ter em conta os ganhos reais. Fundos DI, por exemplo, só renderão mais que a poupança se a taxa de administração for abaixo de 1%. Ouça a análise do comentarista Fernando Galdi sobre o que fazer!

Quer mais dinheiro? As atitudes que podem fazer a diferença no seu bolso
Conversa de Bolso

11/06/2021 - Quer mais dinheiro? As atitudes que podem fazer a diferença no seu bolso

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Fernando Galdi traz uma conversa direta e reta com os ouvintes. Você é daquele tipo de pessoa que passa parte da vida tendo problemas com dinheiro e mesmo quando tem uma condição mais favorável, não sabe lidar com a educação financeira e as dívidas permanecem? Pensando nisso, o comentarista aponta dicas de finanças pessoais e investimentos que podem te ajudar a aliviar o bolso. 

O que fazer com o dinheiro da restituição do Imposto de Renda?
Conversa de Bolso

04/06/2021 - O que fazer com o dinheiro da restituição do Imposto de Renda?

Passada a fase de entrega de declaração do Imposto de Renda 2021, começa a etapa do pagamento das restituições. O primeiro lote, de R$ 6 bilhões, foi pago já no último dia 31 de maio a 3,4 milhões de pessoas. O próximo lote, o segundo, será depositado em 30 de junho. A restituição funciona, resumidamente, da seguinte forma: quando você pagou uma quantidade maior do que deveria de imposto, será restituído. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi vai dar dicas do que fazer com esse dinheiro da restituição do IRPF. Pagar dívidas? Investir? Gastar? O comentarista esclarece!

Imposto de renda: prazo para declarar termina na próxima segunda (31)
Conversa de Bolso

28/05/2021 - Imposto de renda: prazo para declarar termina na próxima segunda (31)

Faltam apenas três dias para o fim do prazo de declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física 2021. Precisam declarar todas as pessoas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2020. O limite para o envio do documento é às 23h59 da próxima segunda-feira (31), através do site da Receita Federal, do aplicativo "Meu Imposto de Renda ou pelo portal e-CAC. Na reta final, nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi faz o último tira-dúvidas sobre a declaração de Imposto de Renda e dá as últimas dicas ao que se atentar. Acompanhe!

Bitcoin em queda: o que os investidores devem fazer?
Conversa de Bolso

21/05/2021 - Bitcoin em queda: o que os investidores devem fazer?

A semana foi de queda livre do preço do bitcoin, a criptomoeda mais conhecida e movimentada do mundo. No último domingo (16), o bitcoin valia R$ 244.888. Três dias depois, na quarta (19) o valor caiu para R$ 196.138. No acumulado do mês de maio, até agora, a moeda caiu 35,89%. Para analistas, o movimento da moeda deixou clara a “volatilidade” e o “alto risco” do bitcoin como investimento. Mas a variação foi uma correção esperada ou é o início do estourar da bolha de uma criptomoeda que vale centenas de milhares de reais? Assunto para Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. O comentarista analisa o que aconteceu com o bitcoin e explica o que os investidores brasileiros da moeda devem fazer diante da queda. Acompanhe!

Vai começar a investir? Saiba onde aplicar os primeiros R$ 1.000
Conversa de Bolso

14/05/2021 - Vai começar a investir? Saiba onde aplicar os primeiros R$ 1.000

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Fernando Galdi traz valiosas dicas para aqueles que estão nos primeiros passos para começar no mundo dos investimento. Você tem, hoje, R$ 1.000 para investir e que saber quais são as melhores opções sobre ondar colocar o seu dinheiro? Quais as melhores opções? Galdi faz as contas e orienta. No universo dos investimentos, um dos destaques nos últimos dias é que a caderneta de poupança registrou nova queda no poder aquisitivo em abril, segundo levantamento da empresa de informações financeiras Economatica.

Taxa Selic a 3,5% ao ano: quanto vai render o seu investimento?
Conversa de Bolso

07/05/2021 - Taxa Selic a 3,5% ao ano: quanto vai render o seu investimento?

Na última quarta-feira (05), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a Selic - taxa básica de juros - em 0,75 ponto percentual, para 3,50% ao ano — o maior patamar registrado desde maio do ano passado. Com isso, aplicações de renda fixa, como a poupança, que de alguma forma seguem esse indicador, vão ter um desempenho nominal maior. Assunto para Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso! O comentarista aponta, porém, que mesmo com o aumento da Selic, o retorno real vai continuar negativo, porque a inflação segue com variação anual maior que a da taxa básica de juros. Acompanhe as explicações completas!

O perfil do investidor aos 25 anos de idade e com 25 de experiência
Conversa de Bolso

30/04/2021 - O perfil do investidor aos 25 anos de idade e com 25 de experiência

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi, no clima de aniversário da CBN Vitória, traz uma análise sobre investimentos em alta para aqueles que estão na faixa etária dos 25 anos de idade - e, claro, já pensam no futuro e as melhores oportunidades presentes no mercado - e o que aqueles que já têm 25 ou mais anos de experiência apontam como os melhores caminhos. E, você, está em qual perfil? Galdi destaca que ele, por exemplo, passou pelas duas gerações. "Vi a evolução e muita coisa tem mudado", explica. Ele também recorda quais foram as principais lições aprendidas desde 1996 no mercado. Confira a análise completa sobre o assunto!

Picpay pede abertura de capital em bolsa dos EUA
Conversa de Bolso

23/04/2021 - Picpay pede abertura de capital em bolsa dos EUA

Fundado em 2012 no Espírito Santo, o PicPay protocolou na última quarta-feira (21) um pedido de abertura de capital na bolsa eletrônica Nasdaq, nos Estados Unidos. A empresa, que é a maior fintech do Brasil em número de clientes, com cerca de 40 milhões, pode ser a primeira capixaba a entrar em uma bolsa de valores americana. Em 2020, o PicPay teve ganhos financeiros de R$ 306,3 milhões, mas o prejuízo saltou de R$ 266,6 milhões para R$ 803,7 milhões. A fintech é controlada pelo grupo J&F, da família Batista. A data e o valor que a companhia pretende arrecadar com o IPO (Oferta Pública Inicial) ainda não foram definidos. Assunto para Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso! O comentarista também continuar a esclarecer dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda 2021. Acompanhe a análise completa!

IR: Câmara aprova prorrogação da entrega da declaração para julho
Conversa de Bolso

16/04/2021 - IR: Câmara aprova prorrogação da entrega da declaração para julho

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi repercute a notícia de que a Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (13) projeto que prorroga, até 31 de julho, o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física referente aos rendimentos de 2020. A proposta, que já passou pelo Senado, segue agora para a sanção presidencial. Vale lembrar que a data inicial para entrega era 30 de abril, mas a Receita Federal prorrogou por mais um mês, até 31 de maio. No ano passado, o prazo também foi prorrogado por decisão administrativa, motivada pela pandemia de covid-19. Confira as explicações do comentarista!

Vale a pena adiar a entrega da declaração do IR?
Conversa de Bolso

09/04/2021 - Vale a pena adiar a entrega da declaração do IR?

O Senado aprovou na última terça-feira (6) um projeto que prorroga até 31 de julho deste ano o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2021, referente ao ano-calendário de 2020. Atualmente, o prazo se encerra no próximo dia 30 de abril. Mas é importante frisar: para a prorrogação valer, a proposta precisa ser novamente aprovada pela Câmara e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Mas, afinal, caso a prorrogação aconteça será que vale a pena ir adiando a entrega da declaração? Ou ainda, quais as vantagens e desvantagens de entregar a declaração antecipada? Tema para o comentarista Fernando Galdi, nesta edição do "Conversa de Bolso". Ouça!

Imposto de Renda 2021: esclareça dúvidas sobre a declaração
Conversa de Bolso

02/04/2021 - Imposto de Renda 2021: esclareça dúvidas sobre a declaração

Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Fernando Galdi continua a série sobre a declaração de Imposto de Renda 2021. O comentarista responde as perguntas enviadas pelos ouvintes. Entre as dúvidas estão declaração envolvendo entidade familiar, venda de imóveis e negociação de ações. Ouça as explicações completas!

IR 2021: saiba como declarar investimentos em ações
Conversa de Bolso

26/03/2021 - IR 2021: saiba como declarar investimentos em ações

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi continua a série de tira-dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda 2021. O tema é como declarar investimentos em ações. Isso porque esse tipo de negócio possui uma modalidade diferente de pagamento de impostos. Todos os ganhos obtidos na Bolsa precisam ser pagos sempre no mês seguinte à venda das ações. E é preciso se atentar: vendas de ações superiores ao montante de R$ 20 mil no mesmo mês pagam imposto, sob alíquota de 15 a 20%, dependendo se a operação é swing-trade ou day-trade. Confira todas as explicações do comentarista!

Fique de olho: posso deduzir vacinas no meu Imposto de Renda?
Conversa de Bolso

19/03/2021 - Fique de olho: posso deduzir vacinas no meu Imposto de Renda?

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi continua a série sobre a declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física 2021. O prazo para enviar o documento já começou e termina no dia 30 de abril. É obrigado a declarar o IR quem recebeu um total de rendimentos tributáveis igual ou maior que R$ 28.559,70 em 2020, entre outros contribuintes. A dúvida respondida nesta sexta-feira (19) é sobre a deducação de vacinas no Imposto de Renda. Será que pode? Acompanhe!

Teste de covid-19 pode ser deduzido do IR? Tire suas dúvidas
Conversa de Bolso

12/03/2021 - Teste de covid-19 pode ser deduzido do IR? Tire suas dúvidas

A pandemia trouxe uma novidade quando o assunto são gastos médicos: os testes de covid-19. Muitas pessoas pagaram do próprio bolso os exames que identificam a presença do novo coronavírus no corpo. Mas será que essa despesa pode ser abatida da base de cálculo do imposto? Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi esclarece essa e outras dúvidas sobre o assunto.

Imposto de Renda: como fazer a declaração de criptomoedas
Conversa de Bolso

05/03/2021 - Imposto de Renda: como fazer a declaração de criptomoedas

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi continua a série de tira-dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física 2021, que foi liberada na última segunda-feira (1). Dentre as diversas novidades deste ano, está a disponibilização de um espaço exclusivo para declarar criptomoedas e outros ativos eletrônicos. O programa da Receita Federal criou três novos códigos para a declaração desses bens. Na ficha “Bens e direitos”, foi criado o código 81 para bitcoins, 82 para outras moedas digitais (ether, XRP, bitcoin cash, tether, chainlink, litecoin e outras) e 83 para os demais criptoativos (ativos não considerados criptomoedas, mas classificados como security tokens ou utility tokens). Ouça a explicação completa do comentarista!

Saque emergencial: uma das novidades do Imposto de Renda deste ano
Conversa de Bolso

26/02/2021 - Saque emergencial: uma das novidades do Imposto de Renda deste ano

A Receita Federal liberou nesta quinta-feira (25) o programa para fazer a declaração do Imposto de Renda 2021, ano-base 2020. A novidade é que pela primeira vez, o usuário terá de declarar criptomoedas e outros ativos eletrônicos. Quem fez o saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também precisará informar o recebimento do dinheiro. Quem explica mais detalhes de como será a declaração deste ano é comentarista Fernado Galdi. Acompanhe! O prazo de entrega do IRPF2021 começa na próxima segunda-feira (1º) e vai até 30 de abril. Pela primeira vez, o programa preenchedor dedicará espaço para a declaração de criptomoedas e de outros ativos eletrônicos. Quem fez o saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também precisará informar o recebimento do dinheiro. No caso do auxílio emergencial, tanto o auxílio cheio, de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), e do auxílio emergencial extensão, de R$ 300 (R$ 600 para mães solteiras), terão de ser declarados por serem considerados rendimentos tributáveis de pessoa jurídica. Quem recebeu mais de R$ 22.847,76 de rendimentos tributáveis no ano passado e tiver sido contemplado com o auxílio emergencial deverá devolver os valores do benefício. A declaração no Imposto de Renda e a devolução do benefício vale tanto para o contribuinte principal como para os dependentes. Quem ganhou menos que R$ 22.847,76 em rendimentos tributáveis em 2020 e recebeu auxílio emergencial está isento da declaração do IRPF e não precisa se preocupar. Para quem não recebeu o auxílio, a faixa de isenção foi mantida em R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado. O saque emergencial de R$ 1.045 do FGTS, autorizado como medida de alívio durante a pandemia de covid-19, também precisará ser declarado, como todos os saques do Fundo de Garantia. O dinheiro deverá ser informado no campo “Rendimentos isentos e não tributáveis”. Por se tratar de um rendimento isento, o FGTS não altera a base de cálculo do IR, mas o valor deve ser declarado para comprovar a origem dos recursos. Outras novidades A declaração de 2021 trouxe outras novidades. O endereço de e-mail e o número de celular informados na ficha de identificação poderão ser usados pela Receita para comunicar a existência de mensagens importantes. O conteúdo das mensagens, no entanto, só poderá ser visto na caixa postal do contribuinte no e-CAC. A Receita lembra que não envia e-mails pedindo o fornecimento de informações fiscais, bancárias e cadastrais fora do e-CAC. A partir da declaração deste ano é possível enviar a informação de sobrepartilha sem a necessidade de retificar a declaração final de espólio da partilha enviada anteriormente. Bastará o contribuinte marcar, na ficha espólio, que a operação se trata de sobrepartilha. Ao informarem os proventos de aposentadoria, reserva remunerada, reforma e pensão, na ficha “Rendimentos isentos e não tributáveis”, os declarantes de mais de 65 anos terão o limite da parcela isenta calculado automaticamente, com os valores excedentes transferidos na hora para a ficha “Rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica”. A partir deste ano, os contribuintes poderão escolher contas de pagamento para receberem a restituição. Até agora, a Receita só depositava os valores em contas correntes ou poupança.

Investir em imóvel para aluguel é uma boa saída com os juros baixos?
Conversa de Bolso

19/02/2021 - Investir em imóvel para aluguel é uma boa saída com os juros baixos?

O preço médio do aluguel fechou o mês de janeiro com alta de 0,21%, segundo o Índice FipeZap de Locação Residencial, que acompanha o valor do aluguel de apartamentos prontos em 25 cidades brasileiras. O resultado mostra uma desaceleração do valor de locação, após avanço de 0,43% em dezembro. Qual o impacto disso no bolso do capixaba? Quem responde é Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. Acompanhe as explicações do comentarista! Mesmo com o desempenho positivo no mês passado, a variação do aluguel continuou abaixo da inflação registrada pelo IPCA, de 0,25%, e pelo IGP-M, de 2,58%. Isso significa que, descontando a inflação, o Índice FipeZap apresenta uma queda real do preço médio do aluguel residencial.

O que é e como a autonomia do BC pode afetar o cidadão brasileiro  
Conversa de Bolso

12/02/2021 - O que é e como a autonomia do BC pode afetar o cidadão brasileiro  

Na última quarta-feira (10), a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do projeto que dá autonomia ao Banco Central. Mas, afinal, do que se trata o projeto e como ele, de fato, vai afetar os brasileiros? Quem responde é Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. A principal mudança seria a independência do Banco Central em relação ao poder Executivo, ou seja, mandato fixo de quatro anos para o presidente e os diretores da instituição, que não deve coincidir com o mandato do presidente do país. Acompanhe as explicações do comentarista!

Os desafios para as empresas abertas se manterem ativas em 2021
Conversa de Bolso

05/02/2021 - Os desafios para as empresas abertas se manterem ativas em 2021

Ano de crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, 2020 contrariou as expectativas e registrou número de empresas abertas superior ao de empresas fechadas. No Brasil, foram 3,359 milhões de novos negócios foram abertos e 1,044 milhão encerrado, segundo dados do Ministério da Saúde. No Espírito Santo, foram 13.997 constituições empresarias, contra 9.675 extinções. E em 2021, o cenário permanece: em janeiro, foram 1.388 abertas e 761 fechadas, de acordo com a Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (JUCEES). Porém, se as aberturas continuam superando os fechamentos, a crise econômica também continua, ou seja, as empresas vão ter que lutar para se manter na pandemia que ainda permanece entre nós. Quem aponta quais serão os desafios que as empresas precisaram enfrentar para se manterem abertas é Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. Acompanhe!

Como o poder das redes sociais fez uma ação valorizar 1800% nos EUA
Conversa de Bolso

29/01/2021 - Como o poder das redes sociais fez uma ação valorizar 1800% nos EUA

Nesta semana, uma ação coordenada de usuários de um fórum de internet chacoalhou as estruturas de Wall Street. Membros do "Reddit" se uniram para comprar ações de uma empresa de games - a GameStop - que passa por dificuldades financeiras e é vista com desconfiança por investidores. O efeito? O valor do papel da companhia disparou e chegou a valorizar quase 1.800%, causando prejuízos bilionários aos fundos que apostavam na queda do preço da ação. Para evitar as perdas, os fundos precisaram fazer o "short squeeze", ou seja, comprar as ações que eram apostas negativas. Ficou confuso? Fernando Galdi esclarece e conta mais dessa história, nesta edição do Conversa de Bolso. Ouça!

Investe na poupança? Seu dinheiro não teve ganho real em 2020
Conversa de Bolso

22/01/2021 - Investe na poupança? Seu dinheiro não teve ganho real em 2020

Quem mantém dinheiro guardado em poupança deve ficar atento. Em 2020, a poupança patrícia teve a pior rentabilidade em 18 anos e encerrou o ano sem ganho real. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi faz uma análise dos resultados da poupança no ano que passou e ressalta: para se proteger seu dinheiro, é preciso migrar seu investimento ou diversificar a carteira. Ouça!

Batendo recorde, Ibovespa estimula confiança local e estrangeira
Conversa de Bolso

15/01/2021 - Batendo recorde, Ibovespa estimula confiança local e estrangeira

O índice Bovespa, principal indicador da bolsa de valores de São Paulo - a B3, está sendo operado em patamares históricos. No último dia 8 de janeiro, bateu a inédita marca de 125.077 pontos. Porém, neste caso, estamos falando da operação baseada no real. Quando a referência é o dólar, moeda global do mercado financeiro, o alto valor da moeda americana no Brasil desvaloriza o Ibovespa. Ontem (14), o índice fechou cotado a 23.730 pontos, bem longe da marca de 44.616 pontos de maio de 2018. Mesmo diante deste cenário, nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica que o bom desempenho do Ibovespa, aliado o barateamento da ação brasileira em relação ao dólar, estimula tanto o investidor brasileiro quanto o estrangeiro. Ouça a análise completa:

Em um 2020 atípico, há ações que subiram mais de 100% na Bolsa
Conversa de Bolso

08/01/2021 - Em um 2020 atípico, há ações que subiram mais de 100% na Bolsa

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi destaca que Bolsa de Valores brasileira, a B3, passou por uma montanha-russa em 2020, em meio aos reflexos da pandemia da covid-19 na economia. Por outro lado, há ações que foram destaques e tiveram as maiores valorizações, mesmo num ano atípico. A pedido do jornal "O Globo", a empresa de informações financeiras "Economática" levantou esses papéis que tiveram as maiores valorizações. O levantamento considerou as ações mais negociadas, que integram a carteira teórica do Índice Brasil 100 (IBrx 100) da B3, composto pelos cem ativos de maior representatividade do mercado. Ouça a análise!

O mercado em 2020 e os melhores investimentos pro novo ano
Conversa de Bolso

01/01/2021 - O mercado em 2020 e os melhores investimentos pro novo ano

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi traz um "raio-X" sobre como os mercados se comportaram ao longo deste ano e, já com o olho no futuro, o caminho para os melhores investimentos em 2021. O comentarista explica, por exemplo, que um dos fatores que devem movimentar a economia neste novo ano é a expectativa em torno do início da vacinação contra a covid-19 no país. Acompanhe a análise completa!

Seis dicas para garantir o seu planejamento financeiro em 2021
Conversa de Bolso

25/12/2020 - Seis dicas para garantir o seu planejamento financeiro em 2021

Começar o ano com as contas em dias é o desejo da maior parte das pessoas. Certo? Mas com um orçamento mais apertado, em virtude do complicado ano de 2020, será que isso é possível? E como se planejar pra 2021? Pensando nisso, nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi traz um passo a passo com dicas para garantir o orçamento financeiro no próximo ano. São seis passos que podem fazer a diferença no dia a dia. Ouça!

Retrospectiva: o comportamento do mercado de ações em 2020
Conversa de Bolso

18/12/2020 - Retrospectiva: o comportamento do mercado de ações em 2020

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Fernando Galdi traz como destaque, em clima de balanço de final de ano, que ano de 2020 já se tornou histórico devido à pandemia global e seus efeitos sem precedentes na economia. Mas, por mais contraditório que pareça, no mercado de capitais essa marca terá tom positivo. Mesmo com baixo interesse externo, este foi o melhor ano, por exemplo, para IPOs desde 2007 e com o maior volume total de operações da história. Como isso impactou, e impacta, na vida dos investidores? Confira a análise de Galdi!

Selic mantida em 2% ao ano: saiba o que fazer com seus investimentos
Conversa de Bolso

11/12/2020 - Selic mantida em 2% ao ano: saiba o que fazer com seus investimentos

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Fernando Galdi traz como destaque que, na última quarta-feira (9), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu, pela terceira vez, manter a taxa básica de juros da economia, a Selic, em 2% ao ano, a mínima histórica. A taxa é referência para muitos investimentos de renda fixa, ou seja, quanto mais baixa ela está, menor o retorno das aplicações financeiras. Diante desse cenário, o que fazer com seus investimentos? Galdi explica!

Investimento: Carteira digital rende mais que conta bancária? Entenda
Conversa de Bolso

04/12/2020 - Investimento: Carteira digital rende mais que conta bancária? Entenda

Nesta edição do Conversa de Bolso, o tema é sugestão do ouvinte Vitor: ele trouxe o seguinte questionamento: "No banco que tenho conta, os meus investimentos estão rendendo 98% do CDI, segundo a gerente. O meu aplicativo de pagamento eletrônico está me oferecendo 210% do CDI. Onde estão a pegadinha? Devo mudar os investimentos? Assunto para Fernando Galdi! O comentarista responde a pergunta do ouvinte e analisa: devo mudar toda reserva para o maior rendimento? Devo diversificar e aplicar nos dois? Acompanhe!

As orientações para proteger o seu Pix nesta Black Friday
Conversa de Bolso

27/11/2020 - As orientações para proteger o seu Pix nesta Black Friday

A Black Friday, que acontece nesta sexta-feira (27) no Brasil, traz todo o clima de descontos para consumidores e oportunidade de mais vendas para empresários. Por outro lado, também atrai golpistas de olho em clientes e varejistas descuidados. Pensando nisso, nesta edição do "Conversa de Bolso" o comentarista Fernando Galdi traz dicas importantes de como proteger o seu Pix, caso já o tenha, nesta data. O novo meio de pagamento que tem "causado" no mercado, já apontam especialistas, enfrenta o primeiro grande teste no varejo com a data.

Enviar dinheiro para o exterior pode ficar mais fácil, propõe BC
Conversa de Bolso

13/11/2020 - Enviar dinheiro para o exterior pode ficar mais fácil, propõe BC

As transferências pessoais de dinheiro do Brasil para o exterior podem ficar mais fáceis. O Banco Central abriu uma consulta pública, até 29 de janeiro, para aperfeiçoar a regulamentação cambial. Segundo a autarquia, a intenção é adequar as operações de câmbio às inovações tecnológicas e os novos modelos de negócio. O limite operacional proposto é de US$ 100 mil. Uma das propostas permite que instituições de pagamentos possam oferecer serviços de câmbio. Atualmente, somente bancos e corretoras podem fazer as operações. Além disso, poderá haver redução dos lucros, já que o Bacen também propõe que as operações de câmbio possam ser feitas de forma agregada pelas instituições financeiras, em vez de ser por cliente. De acordo com dados do Banco Central, os Estados Unidos receberam US$ 211 milhões neste ano de pessoas que moram no Brasil. Portugal, por sua vez, recebeu US$ 188,6 milhões. Como essa proposta pode alterar a movimentação de moeda estrangeira no Brasil e quais serão os impactos econômicos? Quem responde é Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. Ouça!

Eleições nos EUA: qual impacto para a exportação capixaba?
Conversa de Bolso

06/11/2020 - Eleições nos EUA: qual impacto para a exportação capixaba?

Reta final das eleições nos Estados Unidos, quem ganha e quem perde com a possível vitória de Biden? A análise é do nosso comentarista de mercado, Fernando Galdi. O dólar vem se mantendo estável e qual seria o impacto para a economia capixaba de exportação de commodities? Acompanhe!

Dólar nas alturas: saiba o que causou a alta da moeda americana
Conversa de Bolso

30/10/2020 - Dólar nas alturas: saiba o que causou a alta da moeda americana

A semana foi marcada por forte aceleração do dólar frente ao real. Na cotação de ontem (29), a moeda americana fechou o dia valendo R$ 5,76 - maior valor registrado desde o dia 13 de maio. O dólar turismo ultrapassou a casa dos seis reais e foi cotado a R$ 6,03 - também o maior valor em cinco meses e meio. Mas qual é o principal motivo do nervosismo dos mercados? Assunto para Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. Acompanhe!

Ações estrangeiras negociadas no Brasil: vale a pena investir?
Conversa de Bolso

23/10/2020 - Ações estrangeiras negociadas no Brasil: vale a pena investir?

Desde ontem, 22 de outubro, pequenos investidores da Bolsa de Valores de São Paulo - a B3 - foram autorizados a negociar Brazilian Depositary Receipts, mais conhecidas como BDR's, ou seja, ações de empresas listadas em bolsas de outros países. São 671 novas ações, a maioria dos Estados Unidos, que podem ser compradas em real no Brasil. São gigantes como a Apple, Amazon, Microsoft e Tesla, além de empresas brasileiras que abriram capital no exterior. Mas como funciona a cotação de BDR's? O dólar também influencia na cotação? Vale a pena investir? Quem responde é Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. Acompanhe!

Cresce número de golpes financeiros que prometem alto rendimento
Conversa de Bolso

16/10/2020 - Cresce número de golpes financeiros que prometem alto rendimento

Se alguém te oferecer formas de investir dinheiro com possibilidade de retorno garantido e alto rendimento, desconfie, pode ser golpe! É o que aponta o comentarista Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. Galdi aponta que, em meio a uma bolsa de valores em recuperação e a taxa Selic em 2% ao ano, há promessas de investimentos com rendimentos de 1%, 2% ao mês. "Tem surgido muitos golpistas nas redes sociais e muitas pessoas tem perdido grandes montantes de dinheiro. Uma das mentiras é ganho fácil com day trade, modalidade de compra e venda de ações que acontece em um único dia", explica Galdi, que dá dicas de como diferenciar um investimento sério e seguro de um golpe. Acompanhe!

Ainda tem dúvidas sobre o Pix? Aproveite para esclarecê-las
Conversa de Bolso

09/10/2020 - Ainda tem dúvidas sobre o Pix? Aproveite para esclarecê-las

O assunto da semana do mundo econômico foi o "Pix", novo sistema de pagamentos instantâneos! O serviço só começa a ser operado no dia 16 de novembro, mas as inscrições já começaram na última segunda-feira (05) e mais de 650 instituições já estão aptas a ofertá-lo. Como é uma novidade, o Pix está gerando muitas dúvidas entre os consumidores, principalmente na hora de cadastrar as chaves - já que a mesma chave não pode ser cadastrada em diferentes contas. Por isso, aqui na CBN Vitória, vamos continuar a abordar todos os detalhes sobre o Pix. O comentarista Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso, esclarece todas as dúvidas dos ouvintes. Acompanhe!

Devo me preocupar? Após 18 anos, Tesouro Selic fecha mês no vermelho
Conversa de Bolso

02/10/2020 - Devo me preocupar? Após 18 anos, Tesouro Selic fecha mês no vermelho

Quando o assunto é investimento, uma recomendação quase unânime entre os especialistas é a investir no Tesouro Selic para a composição da reserva de emergência, uma opção de baixo risco. Mas, nessa semana, um fenômeno surpreendeu os investidores. Após 18 anos, o Tesouro Selic teve rentabilidade negativa. O investimento de renda fixa fechou o mês de setembro no vermelho: rentabilidade de -0,46% no título com vencimento em 2025. Esse é o assunto desta edição do Conversa de Bolso. Fernando Galdi explica o motivo da queda no rendimento e aponta se é necessário reorganizar a carteira de investimentos. Devo me preocupar com o indicativo? Acompanhe a análise do comentarista.

Pix: saiba o que é, como funciona e quando será lançado
Conversa de Bolso

25/09/2020 - Pix: saiba o que é, como funciona e quando será lançado

Você já deve ter ouvido falar do "Pix". É um sistema de pagamentos desenvolvido pelo Banco Central do Brasil, que promete transferências instantâneas disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. O "Pix" é o assunto desta edição do Conversa de Bolso. A partir desta sexta-feira (25), faltam somente 52 dias para o serviço entrar no ar - a data estipulada pelo Bacen é 16 de novembro - e por isso, Fernando Galdi vai detalhar o que é, como funciona, e o que fazer para você ter acesso ao novo sistema. Acompanhe!

Selic em 2%: cenário pede por diversificação de investimentos  
Conversa de Bolso

18/09/2020 - Selic em 2%: cenário pede por diversificação de investimentos  

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, após reduzir a Selic por nove vezes seguidas, decidiu esta semana manter inalterada a taxa básica de juros no patamar de 2%. Com o índice registrando quedas históricas, a rentabilidade de investimentos de renda fixa fica prejudicada. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica quais são os próximos passos que você deve tomar em relação aos seus investimentos. Ele aponta: não tem milagre. Além da reserva de emergência, é necessário diversificar os investimentos e, mesmo para os mais conservadores, se aventurar na renda variável. Acompanhe as explicações!

Alta dos alimentos é transitória? Entenda o cenário econômico
Conversa de Bolso

11/09/2020 - Alta dos alimentos é transitória? Entenda o cenário econômico

Diante da forte alta dos preços dos alimentos que compõem a cesta básica, dois secretários do Ministério da Economia afirmaram que a situação é transitória. Adolfo Sachsida, secretário de Política Econômica, em entrevista ao Estadão, disse que o aumento vai durar alguns meses, mas que depois a situação volta à normalidade. Já Bruno Funchal, secretário do Tesouro, ressaltou que o momento é um choque temporário, a nível mundial, e deve se reverter em breve. Mesmo assim, um período de poucos meses por ter impacto significativo na economia e, principalmente no bolso no consumidor. Por isso, nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi analisa se a alta dos alimentos é ou não transitória, se vai impactar a inflação e qual deve ser o impacto real nas contas da população. Acompanhe!

Portabilidade de financiamentos imobiliários dispara no país
Conversa de Bolso

04/09/2020 - Portabilidade de financiamentos imobiliários dispara no país

Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi destaca a trajetória de cortes nas taxas de juros nos últimos 12 meses, que fez a Selic sair de 6,50% para 2% e provocou um movimento intenso de portabilidade de financiamentos imobiliários. No período, os pedidos de portabilidade de contratos na CrediHome, plataforma digital de crédito para compradores e proprietários de imóveis dispararam. Um levantamento do portal "Valor Investe" aponta, por exemplo, que apenas em julho, os pedidos de portabilidade aumentaram 43 vezes em relação ao mesmo mês de 2019, somando 2.294 solicitações. Desse total, cerca de 5% são fechados via plataforma, uma vez que os bancos costumam reduzir suas taxas na tentativa de reter os clientes. Confira as explicações!

CVM flexibiliza regras para "vaquinha" de investimentos na pandemia
Conversa de Bolso

21/08/2020 - CVM flexibiliza regras para "vaquinha" de investimentos na pandemia

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Fernando Galdi traz como destaque que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), reguladora do mercado, flexibilizou as regras para o crowdfunding de investimento, temporariamente na pandemia. As novas regras passaram a valer nesta quinta-feira (20) para ofertas de investimentos iniciadas até 31 de dezembro de 2020 e possibilitam que as empresas de pequeno porte adotem um método alternativo para apurar a receita bruta anual.

Quanto vou receber do lucro do FGTS? Posso sacar agora?
Conversa de Bolso

14/08/2020 - Quanto vou receber do lucro do FGTS? Posso sacar agora?

O conselho curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) aprovou a distribuição de R$ 7,5 bilhões do lucro de 2019 aos trabalhadores. Com isso, a rentabilidade anual do fundo de garantia será de 4,9% — maior do que a inflação, o dólar e a poupança no mesmo período, mas abaixo da rentabilidade do FGTS em anos anteriores. O valor vai ser repartido proporcionalmente de acordo com o saldo que cada trabalhador tinha em sua conta no fundo em 31 de dezembro de 2019. Ouça as dicas do comentarista Fernando Galdi.

Alta da Bolsa e queda da Selic: saiba os investimentos ideais
Conversa de Bolso

07/08/2020 - Alta da Bolsa e queda da Selic: saiba os investimentos ideais

Na última quarta-feira (05), o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu, novamente, reduzir a taxa básica de juros. Foi o nono corte seguido da Selic, que passou de 2,25% para 2,0%. Paralelamente, o Índice Bovespa, da B3, registrou forte retomada e recuperou os históricos 100 mil pontos. Diante deste cenário, os brasileiros que possuem dinheiro investido precisam reavaliar onde colocá-lo, principalmente os conservadores, que preferem os investimentos de renda fixa. Já os investidores moderados e arrojados podem aproveitar o momento para diversificar a carteira e incluir opções de renda variável, como ações e fundos. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi dá um panorama do cenário econômico e indica quais são os investimentos ideais no momento. Acompanhe!

Entenda a decisão do Banco Central de lançar a nota de R$ 200
Conversa de Bolso

31/07/2020 - Entenda a decisão do Banco Central de lançar a nota de R$ 200

Nesta edição do "Conversa de Bolso", Fernando Galdi repercute a notícia de maior repercussão na economia desta semana. O Banco Central (BC) informou, na quarta-feira (29), que o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou o lançamento da cédula de R$ 200. De acordo com a instituição, a nova cédula deverá entrar em circulação no final de agosto, e a previsão é que sejam impressas 450 milhões de cédulas de R$ 200 em 2020. É a primeira vez em 18 anos que o real ganha uma cédula de novo valor. Segundo o Bacen, o objetivo é atender ao aumento da demanda por dinheiro em espécie verificado durante a pandemia do novo coronavírus. Além disso, segundo o Banco Central, a medida não terá impacto na base monetária do País.

Reforma tributária: entenda os principais pontos da primeira fase
Conversa de Bolso

24/07/2020 - Reforma tributária: entenda os principais pontos da primeira fase

Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Fernando Galdi traz como destaques as mais recentes discussões envolvendo a proposta de reforma tributária do governo federal. A primeira fase da reforma foi apresentada pelo governo na última terça-feira (21). Entre os principais pontos de destaque, o ministro da Economia, Paulo Guedes, propôs a unificação dos impostos federais PIS e Cofins, com uma alíquota geral de 12%, em um novo tributo, chamado de Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS).

Crise do coronavírus: como administrar o financeiro do seu negócio
Conversa de Bolso

17/07/2020 - Crise do coronavírus: como administrar o financeiro do seu negócio

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que mede o impacto da Covid-19 no setor empresarial, apontou que 1,3 milhão de empresas fecharam as portas no Brasil de forma temporária ou definitiva nos primeiros quinze dias de junho. A primeira edição da pesquisa Pulso Empresa, divulgada esta semana,  indica ainda que, independentemente de motivo, as empresas de menor porte foram as mais atingidas. O maior desafio na pandemia é lidar com o crescimento das despesas e a queda na receita e vendas, registrada por sete a cada dez empresas. Para tentar garantir a sobrevivência do negócio, os empresários devem se adaptar e replanejar. Pensando nisso, nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi fala destes desafios.

Inadimplência por desemprego cresce 12 vezes na quarentena
Conversa de Bolso

10/07/2020 - Inadimplência por desemprego cresce 12 vezes na quarentena

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Fernando Galdi traz para a discussão um importante alerta em tempos de pandemia: um levantamento feito pela "Deep Center", empresa de gestão da informação, análise de dados e inteligência artificial, apontou que a falta de pagamento de contas motivada pelo desemprego cresceu 12 vezes (1.123,59%) na quarentena. A justificativa de descontrole financeiro subiu 19,6% no período, enquanto outros motivos corriqueiros mostraram queda, como aguardo de recursos de terceiros (-18%), endividamento com terceiros (-16,52%) e atraso de salário (-4,34%).

Bolsa de Valores tem pior semestre desde 2015; entenda
Conversa de Bolso

03/07/2020 - Bolsa de Valores tem pior semestre desde 2015; entenda

O primeiro semestre de 2020 terminou na última terça-feira (30) e trouxe uma constatação preocupante para investidores: o Ibovespa, principal índice da B3, bolsa de valores brasileira, teve o pior resultado semestral desde 2015, ao cair 17,80% no acumulado do ano. Mas o resultado é dicotômico em relação ao último trimestre: a bolsa disparou 30,2% entre abril e junho, marcando o melhor desempenho trimestral desde 2003. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi analisa os resultados e explica o desempenho ruim do índice Bovespa. Ouça!

Mesmo na crise, plataformas de investimentos ganham destaque
Conversa de Bolso

26/06/2020 - Mesmo na crise, plataformas de investimentos ganham destaque

Nesta edição do "Conversa de Bolso", o comentarista Fernando Galdi traz como destaque que, mesmo diante dos efeitos da crise do novo coronavírus, o mercado brasileiro de plataformas digitais de investimentos passa por um bom momento na primeira metade do ano. Levantamento realizado pelo site "Valor Investe" aponta que a taxa de juros na mínima histórica, educação financeira e mais tempo em casa formaram uma "tempestade perfeita" para que essas plataformas quase dobrassem o número de clientes de janeiro a maio de 2020. Além disso, a busca pelas plataformas digitais também decorre da necessidade dos clientes de reduzir seu custo de investimentos e aumentar seu leque de possibilidades. Confira as explicações!

Novo corte da Selic: é o fim dos investimentos de renda fixa?
Conversa de Bolso

19/06/2020 - Novo corte da Selic: é o fim dos investimentos de renda fixa?

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) anunciou, na última quarta-feira (17), um novo corte da taxa básica de juros, a Selic, para o menor patamar da história: 2,25%. A redução confirma as expectativas do mercado e impacta diretamente os investimentos de renda fixa, como fundos DI e CDBs, e a poupança, que juntos somam quase R$ 3 trilhões investidos. Os ganhos da poupança, por exemplo, cairão dos atuais 2,10% ao ano (0,17% ao mês) para 1,58% ao ano (0,13% ao mês). Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi repercute o corte da Selic e explica se ainda vale a pena ter investimentos de renda fixa no Brasil. Acompanhe!

Governo avalia reformular Bolsa Família em novo programa
Conversa de Bolso

12/06/2020 - Governo avalia reformular Bolsa Família em novo programa

Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Fernando Galdi traz como destaque a movimentação do governo federal, por meio do Ministério da Economia, com o provável lançamento do programa "Renda Brasil", para substituir o Bolsa Família após a pandemia do novo coronavírus.

Bolsa: Ibovespa voltará a histórica marca de 100 mil pontos?
Conversa de Bolso

05/06/2020 - Bolsa: Ibovespa voltará a histórica marca de 100 mil pontos?

Nos meses de janeiro e fevereiro, o índice Bovespa atingiu marcas históricas e chegou a registrar 119.527 pontos em 23 de janeiro, mas por conta do impacto da pandemia do novo coronavírus, viu essa marca despencar abruptamente. O índice, em 23 de março, chegou a cair para 63.569 pontos. Setenta e três dias após os 63 mil pontos, os investidores da Bolsa de Valores de São Paulo observam uma recuperação relativamente rápida. Nesta quinta-feira (04), o Ibovespa fechou em alta de 0,89%, a 93.828 pontos. Nesta edição do Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica: o índice voltará a marcar 100 mil pontos? Se sim, quando? Acompanhe!

Entenda: em meio à crise, juro do cartão de crédito cai
Conversa de Bolso

29/05/2020 - Entenda: em meio à crise, juro do cartão de crédito cai

Nesta edição do Conversa de Bolso, com o comentarista Fernando Galdi, o destaque é o impacto da pandemia do novo coronavírus na economia, que provocou um aumento na inadimplência em abril e como estão se comportando as taxas de juros no cartão de crédito.

Bolsa: sem saber dos riscos, novatos podem perder dinheiro investido
Conversa de Bolso

22/05/2020 - Bolsa: sem saber dos riscos, novatos podem perder dinheiro investido

Desde o início da pandemia, no mês de março, a B3 - Bolsa de Valores oficial do Brasil - já ganhou 400 mil novos investidores, conforme afirmou o CEO da B3, Gilson Finkelsztai, em uma live realizada essa semana. A maioria dos novatos estão diariamente explorando as inúmeras opções do mercado financeiro e possuem carteiras de R$ 1 mil ou menos. Porém, dependendo do investimento e sem saber os ricos de cada um, os novos investidores podem perder todo o dinheiro. É o caso dos minicontratos, que dependem de margem de garantia, e em caso de perdas sucessivas da Bolsa, essa margem pode "sumir". Quem explica como evitar erros como esse e quais são os melhores investimentos para os novatos é Fernando Galdi, nesta edição do Conversa de Bolso. Acompanhe!

Oferta de ações: mesmo na crise, empresas fazem ofertas públicas
Conversa de Bolso

15/05/2020 - Oferta de ações: mesmo na crise, empresas fazem ofertas públicas

Diante do cenário de disseminação do coronavírus e seus impactos na economia global, a expectativa do mercado era de algumas empresas que estão com operações de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) decidissem adiar a listagem. Entretanto, esse cenário já começa a mudar. É sobre esse assunto que o comentarista Fernando Galdi trata nesta edição do Conversa de Bolso. Um exemplo trazido por Galdi foi que, nesta semana, a rede de estacionamentos Estapar, na América Latina, fechou uma captação de R$ 345,3 milhões em uma oferta pública inicial de ações. Acompanhe, na explicação de Galdi, os detalhes desse momento da economia. Confira!

Corte da Selic: investimentos de renda fixa vão render menos
Conversa de Bolso

08/05/2020 - Corte da Selic: investimentos de renda fixa vão render menos

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu a taxa básica de juros - a Selic - para 3% ao ano, o menor patamar da história. O corte de 0,75 ponto percentual, executado na última quarta-feira (06), é uma tentativa de estimular a economia e incentivar o acesso ao crédito em meio à pandemia de coronavírus. Nesta edição do quadro Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica como o corte dos juros impacta os investimentos - já que, principalmente, os de renda fixa passam a render menos - e apresenta uma perspectiva futura da economia e da Selic. Acompanhe!

Pandemia: como conciliar as dívidas durante a crise?
Conversa de Bolso

01/05/2020 - Pandemia: como conciliar as dívidas durante a crise?

Nesta edição do Conversa de Bolso o comentarista Fernando Galdi traz dicas fundamentais para quem está passando por esse momento de crise do coronavírus preocupado com as dívidas que já começam a acumular. Galdi explica que planejamento, controle e transparência são ações fundamentais para que você e sua família fiquem atentos nesse período. Priorizar suas principais dívidas também é fundamental. Acompanhe as orientações!

Petróleo: como a derrocada do preço vai afetar estados e municípios?
Conversa de Bolso

24/04/2020 - Petróleo: como a derrocada do preço vai afetar estados e municípios?

A pandemia de Covid-19 não se restringiu somente a saúde, e despertou instabilidade em outros setores, como o do petróleo. Nos últimos dias, as cotações internacionais do combustível fóssil entraram em derrocada no mundo, chegando a atingir o menor patamar desde 1999. Nesta edição do Conversa de Bolso, você vai entender como a baixa no preço do petróleo impacta estados e municípios brasileiros.  Acompanhe!

Mesmo em baixa, B3 ganha 300 mil novos investidores em março
Conversa de Bolso

17/04/2020 - Mesmo em baixa, B3 ganha 300 mil novos investidores em março

No mês de março, a B3 registrou o pior desempenho em 22 anos, e o Ibovespa, seu principal índice, perdeu 29,90%. Mesmo assim, a bolsa de valores oficial do Brasil conquistou 298.871 investidores, chegando a marca de 2,272 milhões de pessoas físicas e jurídicas. O volume negociado só no segmento de ações, que contempla o mercado à vista e derivativos, subiu 110,6% em comparação com março de 2019, atingindo o montante de R$ 34,237 bilhões. Nesta sexta-feira, no Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica o número de novos investidores, mesmo com a derrocada dos mercados. Acompanhe!

OIT alerta para perda de empregos e salários: como fica o Brasil?
Conversa de Bolso

10/04/2020 - OIT alerta para perda de empregos e salários: como fica o Brasil?

Os efeitos do coronavírus também aparecem na economia. A pandemia mundial causa impacto "profundo, abrangente e sem precedentes" no emprego, com mais de 1 bilhão de trabalhadores correndo sério risco de corte de salário ou perda de emprego, segundo a Organização Internacional do Trabalho - a OIT. É sobre esse assunto que Fernando Galdi fala neste Conversa de Bolso sobre as iniciativas que os governos devem ter atenção para preservar vagas de emprego e as que deverão acontecer para tirar o país da crise. Confira!

Como receber a renda básica emergencial de R$ 600
Conversa de Bolso

03/04/2020 - Como receber a renda básica emergencial de R$ 600

O projeto de lei que cria a chamada renda emergencial básica, no valor de R$ 600, por três meses, foi sancionado na última quarta-feira (01) e publicado em uma edição extra do Diário Oficial da União na noite de ontem (02). O auxílio é voltado para trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa, que tiveram faturamento impactado pela crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. Para ter direito ao benefício, o trabalhador precisa preencher alguns requisitos. Nesta sexta-feira, no Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica como será possível receber o montante e como o dinheiro deve ser utilizado da melhor forma. Acompanhe!

Para Bolsa, se quarentena não foi respeitada, prejuízo será maior
Conversa de Bolso

27/03/2020 - Para Bolsa, se quarentena não foi respeitada, prejuízo será maior

Na última quarta-feira (25), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o fim do isolamento social para evitar a propagação do novo coronavírus trata-se de uma pressão por parte de investidores da Bolsa de Valores de São Paulo. Isso por conta das perdas financeiros das últimas semanas, causadas pelo impacto da pandemia de Covid-19. Em um mês, segundo dados da B3, o índice Bovespa acumula queda acumulada superior a 30%. O "circuit breaker" - mecanismo que interrompe as negociações quando a oscilação negativa é muito alta - foi acionado seis vezes nas últimas semanas, número de interrupções que se igualou a da crise de 2008. Nesta sexta-feira (27), no Conversa de Bolso, o comentarista Fernando Galdi detalha o cenário da pandemia no mercado financeiro e explica que, ao contrário da fala de Maia, a maioria dos grandes investidores é favorável ao "lock down", ou isolamento horizontal. Muitos acreditam que se a quarentena não for levada a sério agora, o prejuízo será maior. Acompanhe!

Coronavírus: fundos de renda fixa também registram perdas
Conversa de Bolso

20/03/2020 - Coronavírus: fundos de renda fixa também registram perdas

Não é só o mercado de renda variável que está sofrendo perdas por conta da volatilidade financeira causada pela pandemia da Covid-19. Os fundos de renda fixa, considerados investimentos mais seguros, também registram rentabilidade negativa. Segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, doze de suas 16 categorias de fundos de renda fixa estão no vermelho. Já fundos oferecidos por bancos possuem rentabilidade negativa de mais de 9%. Neste episódio do Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica porque, apesar do nome, os fundos de renda fixa sofrem com as flutuações do mercado e o que fazer caso você possua investimentos desse tipo.

Em meio à semana traumática, saiba o que fazer com os investimentos
Conversa de Bolso

13/03/2020 - Em meio à semana traumática, saiba o que fazer com os investimentos

A tensão mundial, potencializada pela instabilidade econômica e a pandemia de coronavírus, está causando forte flutuação no mercado financeiro. Na quinta-feira dia 12 de março de 2020, a Bolsa de Valores de São Paulo fechou em queda de 14,78%, a 72.582 pontos, maior queda percentual diária desde 1998. O Ibovespa acumula, nos últimos cinco dias, baixa de 31,26%. Nos últimos dias, a B3 acionou o "circuit breaker" - mecanismo que interrompe as negociações em caso de grande oscilaçã negativa no mercado - quatro vezes. Só ontem, o índice chegou a operar em queda de 19,59% e o "circuit breaker" foi acionado duas vezes. Neste episódio do Conversa de Bolso, Fernando Galdi detalha o cenário do mercado financeiro e explica o que fazer com suas investimentos em renda variável.

Imposto de Renda: quais doenças podem garantir isenção?
Conversa de Bolso

06/03/2020 - Imposto de Renda: quais doenças podem garantir isenção?

Ao longo deste mês de março, o comentarista Fernando Galdi, no Conversa de Bolso, esclarece as dúvidas dos ouvintes da CBN sobre a declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). O período para a declaração começou no último dia 2 de março e os contribuintes têm até o dia 30 de abril para entregarem as suas declarações. Entre as dúvidas da semana, quais doenças podem garantir isenção de IR e quais documentos e laudos preciso ter para comprovar a situação?

Imposto de renda: tire suas dúvidas sobre a declaração deste ano
Conversa de Bolso

28/02/2020 - Imposto de renda: tire suas dúvidas sobre a declaração deste ano

NO dia 2 de março de 2020, começa o prazo para a entrega das declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). O prazo vai até às 23h59 do dia 30 de abril de 2020 e todos as pessoas que receberam rendimentos tributáveis igual ou maior que R$ 28.559,70 precisam declarar. Pensando nisso, neste episódio do Conversa de Bolso, Fernando Galdi começa a série de tira-dúvidas sobre a declaração de Imposto de Renda deste ano.

Pesquisa aponta o perfil de investimento de pequenos e grandes investidores
Conversa de Bolso

21/02/2020 - Pesquisa aponta o perfil de investimento de pequenos e grandes investidores

Neste episódio do Conversa de Bolso, você conhece o perfil da carteira de investimentos dos brasileiros e quais são as principais estratégias de investimento. Fernando Galdi toma como base o perfil desde investidores de varejo - pequenos investidores - até os investidores "private" - os milionários.

Saiba os impactos da liquidação extrajudicial da Dacasa e da Uniletra
Conversa de Bolso

14/02/2020 - Saiba os impactos da liquidação extrajudicial da Dacasa e da Uniletra

Neste episódio do Conversa de Bolso, o comentarista Fernando Galdi explica de que forma a liquidação extrajudicial da Dacasa Financeira e a Uniletra reflete nos clientes, credores e investidores.

Saiba o que fazer com investimentos após queda da taxa Selic
Conversa de Bolso

07/02/2020 - Saiba o que fazer com investimentos após queda da taxa Selic

Neste episódio do Conversa de Bolso, o comentarista Fernando Galdi explicou o que fazer com os investimentos após a redução da tacxa Selic. Mais uma vez, o Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu pelo corte da taxa básica de juros, a Selic, de 4,50% para 4,25%. Esta é a quinta redução consecutiva desde julho do ano passado. Para o pequeno investidor, a nova taxa significa uma rentabilidade ainda mais miada na renda fixa.

Coronavírus: entenda os impactos da epidemia na economia
Conversa de Bolso

31/01/2020 - Coronavírus: entenda os impactos da epidemia na economia

A epidemia de coronavírus que afeta a China, colocou todo o planeta em alerta e no dia 30 de janeiro, foi declarada emergência de saúde internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS), preocupa também economistas, analistas financeiros e investidores. As bolsas de valores mundiais já perdem um valor superior a US$ 1,5 trilhão com o efeito coronavírus, que causou a queda no valor de ações e desacelerou a economia chinesa, um país que é potencial mundial e segundo maior importador do mundo. Pensando nisso, neste episódio do Conversa de Bolso, Fernando Galdi aponta quais são os impactos que o coronavírus terá na economia brasileira e mundial.

É possível começar a investir com apenas R$ 1 mil?
Conversa de Bolso

24/01/2020 - É possível começar a investir com apenas R$ 1 mil?

Quando a palavra é "investir", muitos brasileiros acham que é preciso um grande montante de dinheiro para se aventurar no mercado financeiro. Mas essa teoria não corrobora com a realidade, já que é possível se aventurar no mercado de investimentos com pouco. Pensando nisso, neste episódio do Conversa de Bolso, Fernando Galdi explica como começar a investir com somente R$ 1 mil reais. A primeira dica é essencial: tenha clareza quanto aos seus objetivos.

Qual é o momento certo de vender uma ação?
Conversa de Bolso

17/01/2020 - Qual é o momento certo de vender uma ação?

Os brasileiros estão se aventurando cada vez mais no mercado financeiro. Prova disso é um levantamento que aponta que cerca de um milhão de brasileiros começaram a investir em renda variável só no ano passado. Mas uma dúvida recorrente entre os investidores é o momento certo de se vender uma ação. Entre os traders, uma frase muito comum é: "compre na baixa, venda na alta", mas será que essa afirmação é mesmo correta? Pensando nisso, neste episódio do Conversa de Bolso, Fernando Galdi elenca pontos que precisam ser levados em conta para traçar o momento certo de se vender suas ações.

89% dos brasileiros não têm dinheiro para despesas extras de janeiro
Conversa de Bolso

10/01/2020 - 89% dos brasileiros não têm dinheiro para despesas extras de janeiro

Não é segredo para os brasileiros que janeiro é o mês de pagamento de contas e impostos. Boletos chegam de todas as direções trazendo cobranças como IPTU, IPVA e matrícula escolar. Porém, 89% da população não possui dinheiro reservado para as despesas extras. Somente os outros 11% conseguem arcar com essas despesas sem que seja necessário fazer uma economia ou reserva financeira ao longo do ano. É o que aponta um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Neste episódio do Conversa de Bolso, Fernando Galdi comenta a pesquisa e a situação econômica dos consumidores.

Bolsa reduz tarifas no mercado de ações para atrair pequeno investidor
Conversa de Bolso

03/01/2020 - Bolsa reduz tarifas no mercado de ações para atrair pequeno investidor

Neste episódio o comentarista Fernando Galdi, explica, que a B3, bolsa de valores de São Paulo, anunciou que vai zerar a taxa mensal de manutenção de conta para o pequeno investidor de varejo. Conhecida como taxa de custódia, a tarifa é um valor fixo pago mensalmente pela guarda das ações que o investidor têm na carteira e hoje chega a cerca de R$ 110 ao ano.

Os fatos que marcaram a economia e os melhores investimentos pra 2020
Conversa de Bolso

27/12/2019 - Os fatos que marcaram a economia e os melhores investimentos pra 2020

Assunto não faltou para o noticiário econômico brasileiro em 2019. Isso porque vários fatos, decisões do governo e fluxos do mercado financeiro movimentaram a agenda econômica. No Conversa de Bolso desta semana, o comentarista Fernando Galdi relembra quais foram os assuntos que marcaram a economia neste ano. Em destaque também os melhores investimentos para você, ouvinte, fazer em 2020.

Com Reforma da Previdência, 3 em cada 10 brasileiros passam a poupar
Conversa de Bolso

20/12/2019 - Com Reforma da Previdência, 3 em cada 10 brasileiros passam a poupar

Nesta edição do Conversa de Bolso, o comentarista Fernando Galdi traz detalhes de uma pesquisa que apontou que um terço dos brasileiros das classes A, B e C com acesso à internet já mudou os hábitos financeiros por causa das novas regras de aposentadoria. A pesquisa foi realizada pelo Ibope Inteligência. As mudanças principais tem relação ao perfil do público jovem. E aquele "dinheirinho" que cai na conta no final de ano, se aproximando do Natal e o Ano Novo? Como usá-lo da melhor forma? Confira o recado deixado por ele!

Com a queda na taxa de juros, onde estão os melhores investimentos?
Conversa de Bolso

13/12/2019 - Com a queda na taxa de juros, onde estão os melhores investimentos?

Nesta semana o Banco Central (BC) cortou os juros pela 16ª vez, e a Selic, taxa básica de juros no país, caiu para 4,5% ao ano, nova mínima histórica. Essa taxa é usada como referência para definir quanto rendem as aplicações de renda fixa mais conservadoras, como poupança. NO quadro Conversa de Bolso nesta sexta-feira (13), o comentarista Fernando Galdi, ressalta que os investimentos em renda fixa deixam de ser atrativos. A aposta está nos fundos multimercados e no Tesouro. Acompanhe.

Já ouvir falar do "cashback"? Conheça suas vantagens
Conversa de Bolso

06/12/2019 - Já ouvir falar do "cashback"? Conheça suas vantagens

Você já ouviu falar do "cashback"? Do inglês "dinheiro de volta", é um programa de recompensa que reembolsa o consumidor com uma porcentagem do montante gasto em um pagamento. Ou seja, quando você efetua uma compra, parte do dinheiro é devolvido. Nos Estados Unidos, o sistema já é bastante comum e as empresas já faturaram mais de US$ 1 bilhão com a funcionalidade. Aqui no Brasil, o sistema ainda engatinha, mas especialmente no ES, se tronou popular através de uma startup de pagamentos capixaba.

Afinal, é possível aproveitar a Black Friday sem se endividar?
Conversa de Bolso

29/11/2019 - Afinal, é possível aproveitar a Black Friday sem se endividar?

Nesta sexta-feira (29) acontece mais uma edição da Black Friday. E para quem quer aproveitar as ofertas e até antecipar as compras de Natal e Ano Novo, especialistas orientam: é necessário fazer um planejamento, definindo o que deseja comprar, quanto quer gastar, fazer até uma "listinha" de prioridades e nada de agir por impulso. Afinal, uma compra a mais pode comprometer o orçamento familiar já na virada de ano.

Aluguel de ações: você sabe o que é e como funciona?
Conversa de Bolso

22/11/2019 - Aluguel de ações: você sabe o que é e como funciona?

Uma nova modalidade de investimento tem chamado a atenção e movimentado o mercado financeiro, inclusive no Brasil: é o chamado aluguel de ações. O comentarista Fernando Galdi explica o que é essa modalidade e porque ela tem feito tanto sucesso. Além disso, ele também fala sobre os impactos dos recordes do dólar nesta semana.

Saiba o que é reserva de emergência e como planejar a sua!
Conversa de Bolso

15/11/2019 - Saiba o que é reserva de emergência e como planejar a sua!

O comentarista Fernando Galdi explica como funciona o conceito de reserva de emergência e as melhores formas para você investir em situações específicas. Entre as dicas: fazer os investimentos adequados à sua realidade financeira e não ficar o dinheiro depositado na poupança, por conta dos juros reduzidos.

Tesouro Direto e LCI: até que ponto eles são rentáveis?
Conversa de Bolso

08/11/2019 - Tesouro Direto e LCI: até que ponto eles são rentáveis?

Neste episódio, Fernando Galdi esclarece dúvidas com relação a rentabilidade de alguns dos investimentos mais comentados no mercado financeiro. Aplicação na LCI e Tesouro Direto: qual é o mais rentável?

Poupança ainda é principal opção de reserva dos brasileiros
Conversa de Bolso

01/11/2019 - Poupança ainda é principal opção de reserva dos brasileiros

O dia de ontem, 31 de outubro, foi marcado por ser o Dia Mundial da Poupança e também pela divulgação de uma pesquisa, ligada ao assunto, que apontou que apenas 16% dos poupadores diversificam seus investimentos. Ou seja, o levantamento, feito pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), indicou que a maioria dos poupadores - 63% - aposta tudo em um mesmo produto financeiro, contrariando um princípio básico dos investidores, que é de não concentrar todos os recursos em um único tipo de investimento.